Abrir menu principal
Milagres
  Município do Brasil  
Terminal rodoviário do município
Terminal rodoviário do município
Símbolos
Brasão de armas de Milagres
Brasão de armas
Hino
Gentílico milagrense
Localização
Localização de Milagres na Bahia
Localização de Milagres na Bahia
Milagres está localizado em: Brasil
Milagres
Localização de Milagres no Brasil
Mapa de Milagres
Coordenadas 12° 52' 12" S 39° 51' 32" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Itatim, Santa Teresinha, Elísio Medrado, Amargosa, Brejões, Nova Itarana, e Iaçu
Distância até a capital 230 km
História
Fundação 22 de dezembro de 1961
Administração
Prefeito(a) César Rotandano Machado (PP, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 307,779 km²
População total (IBGE/2010[2]) 10 306 hab.
Densidade 33,49 hab./km²
Clima semi-árido
Altitude 419 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [3]) 0,622 médio
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 51,744 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 5 020,79

Milagres é um município brasileiro do estado da Bahia. Localiza-se a uma latitude 12º52'12" sul e a uma longitude 39º51'32" oeste, estando a uma altitude de 419 metros. Sua população estimada em 2010 era de 10.306 habitantes.

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 39º51'32" sul e a uma longitude 12º52'12" oeste, estando a uma altitude de 419 metros. Sua população recenseada pelo IBGE em 2010 era de 10.306 habitantes. Possui uma área de 284,380 km².

HidrografiaEditar

Os recursos hídricos da cidade pertencem à bacia hidrográfica do Paraguaçu. Podemos destacar entre estes recursos hídricos: Riacho do Ribeirão, Riacho do Bom Jardim, Riacho Salgado, Riacho das Maravilhas, Riacho das Andorinhas e Riacho Grande. Lagoas, açudes, represas, poços artesianos e cisternas completam o cenário. Todos esses mananciais são temporários em virtude da grande evaporação nesses solos e o baixo volume pluviométrico, ocasionando longos períodos de estiagem. Apenas a sede possui água encanada vinda do rio Paraguaçu.

RodoviasEditar

Situa-se às margens da BR-116 e é entrecortada pela BA-046 que a liga com Amargosa e Iaçu.

TurismoEditar

Festas popularesEditar

  • Festa da Padroeira: A festa religiosa de Nossa Senhora dos Milagres, que tem seu ponto alto no dia 2 de fevereiro, atrai milhares de fiéis e foliões todos os anos, em uma mistura de sagrado e profano. A Festa começa com a chegada de romeiros no dia 30 de janeiro estendendo-se até a última semana do mês de abril, quando acontece a missa e procissão dos Vaqueiros, quermesses e bailes, embora o dia consagrado à Nossa Senhora dos Milagres seja o 2 de fevereiro, quando concentra maior número de visitantes na cidade. Na década de 60, contavam-se cerca de 2.000 caminhões (pau de arara) de romeiros vindos dos mais diversos locais, e durante todo o ano aos finais de semana sempre apareciam caravanas de romeiros a pagar suas promessas. Contam ainda os moradores antigos que, em tempos de pastoreio de gado, um vaqueiro teria sido salvo, quando correndo com uma rés sobre o morro da lapa o boi em sua corrida desenfreada escorregou morro a baixo, vendo o vaqueiro que o cavalo seguia a mesmo fim gritou "Valei-me Nossa Senhora!". Milagrosamente o cavalo foi direcionado para um novo rumo seguro.
  • Festa dos Vaqueiros: Realizada sempre no último domingo do mês de abril. A primeira missa realizada em homenagem aos vaqueiros foi celebrada pelo padre Pedreira em 1949, a partir de 1992, além da missa e procissão dedicada aos, ocorre também uma grande festa em praça pública, atraindo o povo, vaqueiros da região e milhares de pessoas que visita a cidade todos os anos.
  • Romaria das Mães: Acontece paralelamente ao dia das mães e embora não seja tão badalada, também atrai muitos fiéis e turistas à cidade
  • Domingo de Ramos: É realizada no domingo que antecede a Semana Santa, e possui como caracterização a bênção dos ramos levados pelos fiéis na Praça da Matriz, em frente à Igreja.
  • Festa das Comunidades: É o encerramento do período da romaria e é caracterizada pelo encontro das paróquias circunvizinhas.
  • Festas Juninas: Festa popular conhecida principalmente pelas atrações locais e grande participação de visitantes.
  • São Cristovão: Realizada no mês de julho dia 25 com procissões, missas e carreatas em homenagem aos motoristas.
  • 7 de Setembro: Festa cívica com desfiles de alunos das escolas e autoridades locais.
  • Festa Anos 60: Década marcada pelo futurismo, homem pisando na Lua, presidente norte-americano John Fitzgerald Kennedy sendo assassinado, Jovem Guarda da Rede Record em ascensão, surge em Milagres o conjunto musical The Fox (Ives Macena, Livino Freire Alves) Enock Almeida, depois passaram a integrar: Lourival Simplício (Lôle), Edvaldo Sales (Ed Barbicha) Chiquinho, Valdir Sales (Dido) e Helio Fernandes "Saraiva"), e passou a chamar-se " Os Milionários" e o sucesso alcança os salões de bailes da região com aplausos e louvores. Desde 1995, essa festa vem sendo lembrada e realizada com grande participação popular.

Esportes de aventuraEditar

  • Muito vem se falando na crescente atividade radical que acontece nas montanhas da cidade, por ter características naturais que servem de atrativo para atletas praticantes do Trekking, Rapel e Escalada em Rocha, o cenário desse esporte vem sendo bem visto por aventureiros desse seguimento. Locados no município, existem grupos aptos ao acompanhamento dessas atividades.

Pontos de visitaçãoEditar

  • Santuário de Nossa Senhora dos Milagres
  • Fonte dos Milagres: Local ao qual os visitantes se dirigem para apanhar a água benta milagrosa.
  • Gruta da Lapa: Local onde os romeiros pagam suas promessas junto ao cruzeiro aí existente, acendem velas e vislumbram na grande rachadura na pedra a imagem de Nossa Senhora.
  • Morro da Bandeira: Local de onde vê-se uma belíssima vista panorâmica de toda a cidade. e cidades vizinhas. Muito visitado, principalmente na Sexta-feira Santa.
  • Casarão das Quixabas: Casarão Colonial do século XIX construído pelos escravos, sobre um inselberg (lagedo) no ano de 1847. Serviu também como cativeiro e local de aprisionamento e tortura de escravos. Usado na década de sessenta para locação do Filme OS FUZIS de Rui Guerra, hoje bastante visitado por quem quer conhecer um pouco da sua história.

PolíticaEditar

Lista de prefeitosEditar

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 13 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.