Abrir menu principal
Mima Renard
Morte 1692
São Paulo
Causa da morte morte na fogueira

Mima Renard (falecida em 1692, em São Paulo), foi uma suposta bruxa franco-brasileira, sendo a vítima mais conhecida no Brasil do período da Caça à Bruxas.

Mima Renard era uma imigrante francesa, que mudou-se para o Brasil com seu marido, René. O casal foi morar na então vila de São Paulo. Mima era vista como uma mulher bela e atraente, despertando atenção nos homens, fato que fez com que seu marido fosse atacado e assassinado por um de seus pretendentes. Assim, ela passou a prostituir-se para sobreviver.[1]

As demais mulheres da vila passaram a acusá-la de jogar feitiço nos homens, com o propósito de atraí-los. Em data desconhecida, um conflito entre dois de seus clientes resultou no assassinato de um deles. Os dois clientes eram casados, o que foi mal visto na época. Mima foi denunciada ao padre da paróquia local, pelas várias mulheres de seus clientes, recebendo acusação de feitiçaria e bruxaria, por supostamente lançar feitiço nos homens. Ela foi julgada, condenada e executada na fogueira em público.[1]

Referências

  1. a b «História do assassinato de mulheres acusadas de bruxaria». Conexão Mista. 2014. Consultado em 15 de janeiro de 2015 

Ver tambémEditar