Abrir menu principal
Marco Minúcio Félix
Nascimento Século II
Cirta
Morte 260
Cidadania Roma Antiga
Ocupação escritor, advogado

Marco Minúcio Félix (em latim: Marcus Minucius Felix) foi um dos mais primeiros apologistas latinos do Cristianismo.

De sua história pessoal, nada se sabe, e até a data em que ele escreveu só pode ser inferida por aproximação como sendo entre 150-270. De Viris Illustribus de Jerônimo, no capítulo 58, fala sobre ele como "Romae insignis causidicus"[1], embora seja provável que ele esteja apenas melhorando um pouco a expressão utilizada por Lactâncio, que se referiu a ele como "non ignobilis inter causidicos loci"[2].

Vida e obrasEditar

Hoje em dia ele é conhecido exclusivamente por seu "Otávio", um diálogo sobre o Cristianismo entre um pagão, Cecílio Natal, e um cristão, Otávio Januário.

Octavius é claramente anterior à obra Quod idola dei non sint de Cipriano, que se utiliza dele. Quão anterior, porém, só é possível ser determinado em relação à obra Apologeticum, de Tertuliano. Desde a exaustiva defesa de A.Ebert em 1868, repetida em 1889, a prioridade de Minúcio é geralmente aceita. As objeções podem ser encontradas no artigo na Dicionário de Biografias Cristãs de G. Salmon[3].

EdiçõesEditar

  • F. Sabaeus-Brixianus, como livro VIII de Arnóbio (Roma, 1543)
  • F. Balduinus, primeira edição isolada (Heidelberg, 1560)
  • Jacques Paul Migne, Patrologia Latina livro III. 239
  • Karl Felix Halm e, Corp. Scr. Lcd. Lat. (Viena, 1867)

Referências

  1.   "De Viris Illustribus - Minucius Felix", em inglês.
  2. Lactâncio. «11». Instituições Divinas. Of the origin, life, reign, name and death of Jupiter, and of Saturn and Uranus. (em inglês). I. [S.l.: s.n.] 
  3.   "Dictionary of Christian Biography and Literature to the End of the Sixth Century", Minucius Felix, Marcus, em inglês.

Ligações externasEditar