Abrir menu principal

Estado mínimo

(Redirecionado de Minarquia)

O Estado mínimo é um tipo de estado que procura intervir o mínimo possível na economia do país. Defensores desse tipo de governo podem ser chamados de minarquistas, e pregam que as únicas funções do Estado seriam a promoção da segurança pública, da justiça e do poder de polícia, além da criação de legislação necessária para assegurar o cumprimento destas funções.[1][2][3]

Diferencia-se do anarcocapitalismo porque este último não admite nem mesmo um Estado mínimo, já que acredita que é impossível conter as forças de expansão do Estado nas minarquias, que acabariam evoluindo para um Estado tradicional. De qualquer modo, hoje em dia as diferenças entre minarquistas e anarquistas liberais é teórica. Na prática política, as duas correntes rumam na direção da redução do tamanho dos Estados atuais.

EtimologiaEditar

A expressão "estado mínimo" tem sua origem no neoliberalismo, corrente surgida nos anos 1970 e 1980 que procura reviver o capitalismo laissez-faire do liberalismo clássico dos séculos XVIII e XIX.[4]

HistóriaEditar

 
Segundo a doutrina do estado mínimo, a atuação do estado deveria se limitar a algumas poucas funções essenciais à sociedade, como a polícia, por exemplo.

O conceito de "estado mínimo" já era sugerido por Lao-Tsé na China Antiga em seu clássico Tao Te Ching, ao defender que o soberano ideal deveria agir o mínimo possível.[5]

A concepção da expressão "estado mínimo" na década de 1970 foi uma reação à maciça presença dos estados nas economias de todo o mundo durante a maior parte do século XX.[4]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Gregory, Anthory.The Minarchist's Dilemma. Strike The Root. 10 de maio de 2004.
  2. Peikoff, Leonard (7 de março de 2011). «What Role Should Certain Specific Governments Play in Objectivist Government?». peikoff.com. Consultado em 24 de dezembro de 2011 
  3. Peikoff, Leonard (3 de outubro de 2011). «Interview with Yaron Brook on Economic Issues in Today'S World (Part 1)». peikoff.com. Consultado em 24 de dezembro de 2011 
  4. a b Minto, Lalo Watanabe. «Estado mínimo». Histedbr. Consultado em 1 de maio de 2016 
  5. C., Tsai (1997). Tao em Quadrinhos. [S.l.]: Ediouro. pp. 52, 53, 85, 86 
  Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.