Miruais Cã Hotaque

Miruais Cã Hotaque (1673-1715) foi um herói nacional afegão que pertenceu a clã Guilzai e foi o fundador da dinastia Hotaqui que governou a Pérsia (atuais Irã e Iraque) de 1722 até 1736.

Miruais Cã Hotaque
Uale
Reinado abril de 1709 a outubro de 1715
Sucessor(a) Abdalazize Hotaqui
Morte Candaar
Nome completo Haji Miruais Cã Hotaque
Dinastia Hotaqui

HistóriaEditar

Miruais Cã Hotaque era filho de Muhammad Bakir, de quem herdou a liderança guilzai da etnia pastó.[1][2] Como prefeito da cidade de Candaar, visitava regularmente a corte persa,[1] e conhecia suas fraquezas militares.[2] As tribos pastós estavam na época descontentes, pela insistência dos safávidas para converte-los de sunitas a xiitas.[2] Em 1709, Miruais organizou uma força militar contra Gurgin Kan, governador de Candaar. Gurgin Kan foi morto e Hotaki conquistou o poder da região. Em sequência, Miruais derrotou o exército persa enviado para recuperar o controle da cidade.[3]

Esteve a frente do poder até a sua morte em 1715 e foi sucedido pelo filho Mamude Hotaqui.[4][5]

Referências

  1. a b Malleson, George Bruce (1879) "The Ghilzai Rule" en History of Afghanistan, from the Earliest Period to the Outbreak of the War of 1878, capítulo 7. Ed. W.H. Allen & Co. OCLC 4219393
  2. a b c Ewans, Martin (2002) Afghanistan: A Short History of Its People and Politics, pág. 30. Ed. HarperCollins. ISBN 0-06-050507-9
  3. Packard Humanities Institute, Literatura persa traduzida (capítulo IV): An Outline Of The History Of Persia During The Last Two Centuries (A.D. 1722-1922)
  4. Afghanland: Mirwais Khan Hotak
  5. Creasy, Edward Shepherd (1906) Turkey, pág. 298. Ed. J.D. Morris OCLC 775779

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Miruais Cã Hotaque