Mohamed Salah

futebolista egípcio

Mohamed Salah Hamed Mahrous Ghaly (Nagrig, 15 de junho de 1992) é um futebolista egípcio que atua como ponta-direita. Atualmente defende o Liverpool e a Seleção Egípcia de Futebol.

Mohamed Salah
محمد صلاح
Mohamed Salah محمد صلاح
Salah pelo Egito em 2018
Informações pessoais
Nome completo Mohamed Salah Hamed Mahrous Ghaly[1]
Data de nascimento 15 de junho de 1992 (31 anos)[2]
Local de nascimento Nagrig[3], Egito
Nacionalidade egípcio
Altura 1,75 m[2]
canhoto
Apelido Mo
Informações profissionais
Clube atual Liverpool
Número 11
Posição ponta-direita
Clubes de juventude
2006–2010 Al-Mokawloon
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2010–2012
2012–2014
2014–2016
2015
2015–2016
2016–2017
2017–
Al-Mokawloon
Basel
Chelsea
Fiorentina (emp.)
Roma (emp.)
Roma
Liverpool
0044 000(12)
0079 000(20)
0019 0000(2)
0026 0000(9)
0042 000(15)
0041 000(19)
0332 00(204)
Seleção nacional3
2010–2011
2011–2012
2011–
Egito Sub-20
Egito Sub-23
Egito
0011 0000(3)
0011 0000(4)
0098 000(56)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 26 de janeiro de 2024.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 21 de janeiro de 2024.

Medalhas
Competidor do Egito
Campeonato Africano das Nações
Prata Gabão 2017 Jogador
Prata Camarões 2021 Jogador

Carreira editar

Al-Mokawloon editar

Salah começou a carreira em seu país natal, assinando um contrato com o Al-Mokawloon aos 14 anos para integrar nas categorias de base do time como um lateral-esquerdo. Contudo, por conta de sua grande velocidade e habilidade em marcar gols, o jogador logo assumiu uma posição mais avançada em campo e assinou com o time profissional aos 16 anos.[4]

Salah morava na cidade de Nagrig, que se localizava a uma distância de 5 horas de Cairo, local onde Mo treinava com o time.[5] Apesar das dificuldades de locomoção, bem como a impossibilidade que estudar pelo tempo necessário (Salah fazia apenas 2 horas por dia de estudo para conseguir conciliar o treino com sua vida escolar), o jogador conseguiu chamar a atenção do clube e permaneceu com eles por duas temporadas.[4]

Nesse tempo em solo egípcio, o atacante foi rebaixado com seu time em sua última temporada. Contudo, após a Tragédia de Porto Saíde[6] que culminou na suspensão de todos os Campeonatos do Egito, deixando os atletas sem calendário, Salah tivera oportunidades demostrar seu futebol com a Seleção Sub-23, onde chamou a atenção de representantes do futebol suíço.[4]

Em março de 2012, Salah estivera em campo com a Seleção Egípcia Sub-23 para jogar um amistoso contra o Basel da Suíça. Nessa partida, Mohamed chamou a atenção positivamente do clube europeu. Futuramente, o jogador seria comprado pela equipe.[5][4]

FC Basel editar

2012-13 editar

Após 11 gols, em 41 jogos pelo clube do Egito,[4] o Basel se interessou pela jovem promessa africana e o contratou.[7] O jovem, de 20 anos, chegaria para substituir o suíço Xherdan Shaqiri que havia acabado de trocar a Super Liga Suíça pela Bundesliga, após negociar em definitivo com o FC Bayern München.[8]

A estreia de Salah pelo time da Suíça ocorreu no dia 8 de agosto de 2012, pela 3ª Eliminatória da Liga dos Campeões da UEFA de 2012–13. O africano participou do segundo jogo contra o Molde FK e viu seu time se classificar em um empate em 1-1.[9] Ao fim da competição, o clube perdeu seus demais jogos e Base só garantiu vaga à Europa League.

Pela Liga Europa da UEFA de 2012–13, Salah presenciaria um bom momento do time suíço, que contava em seu elenco Yann Sommer, Fabian Schär e seu ex-colega de Al-Mokawloon, Mohamed Elneny. Na competição europeia, Salah viu seu time ir longe, chegando às semifinais após derrotarem, de forma heroica, o Tottenham Hotspur nos pênaltis. Com direito ao primeiro gol de Salah em competições Europeias.[10] Na semifinal, todavia, o Chelsea chegaria para vencer o time da Suíça duas vezes, mas não sem antes o egípcio deixar o seu segundo gol naquela edição de Europa League.[11]

Pela Copa da Suíça de 2012-13, Salah esteve presente em quase todos os jogos e contribuiu com 3 gols e 2 assistências nas 5 partidas que jogou.[12] O Basel chegou na final, único jogo da competição que Mohamed não esteve em campo, e perdeu para o Grasshopper Club Zürich nas penalidades.[13]

Pela Super Liga Suíça, o africano esteve presente em 29 partidas, já que perdeu algumas das iniciais por conta de lesão e dos Jogos Olímpicos de Londres de 2012,[14] e contribuiu com 5 gols e 4 assistências e conquistou seu primeiro título na carreira quando o Basel concluiu a temporada na 1ª colocação.[15]

Ao fim da temporada, Salah havia feito 50 jogos, 10 gols e 11 assistências na sua primeira temporada em solo europeu.[16]

2013–14 editar

 
Mohamed Salah disputando uma partida pelo Basel em 2013.

Começando a temporada pelos play-offs da Liga dos Campeões da UEFA de 2013–14, o Basel enfrentou o Maccabi Tel Aviv em partida de ida e volta, com o africano participando de ambos os jogos e marcando 1 gol na volta.[17] O time agora contava com um volante chamado Taulant Xhaka, irmão de Granit Xhaka, e também possuía no elenco um dos poucos Norte-coreanos a atuar em solo europeu, o Pak Kwang-ryong.[18] Ao final dos play-offs, marcando mais 2 gols e 1 assistência ao enfrentar o Ludogorets Razgrad,[19] o time da Suíça garantiu-se na Fase de Grupos daquela Champions League.[20]

Ao decorrer da competição europeia, em um grupo formado por Chelsea, FC Steaua București e FC Schalke 04, o Basel não pôde lidar com os favoritos e deixou a competição ainda na Fase de Grupos após 2 vitórias, 2 empates e 2 derrotas em 6 jogos. Coincidentemente, Salah marcou seus únicos 2 gols nas partidas vencidas pelo time Suíço, e ambas delas foram contra o Chelsea.[21][22]

Pela Copa da Suíça de 2013-14, Salah participou apenas de 1 jogo e fez 1 gol contra o FC Tuggenpelas oitavas de final. O time chegou a final e perdeu o jogo por 2-0 contra o FC Zurich. Mohamed não pôde jogar, pois já havia saído do clube.[23]

Atuando pela Super League, o africano esteve em campo em 18 partidas e marcou 4 gols, além de 5 assistências.[24] Sua melhor partida foi contra o BSC Young Boys, quando marcou um Doblete, em um empate de 2-2, igual havia feito outrora em seu país natal.[25]

Suas atuações, que já contavam com 20 gols em 78 jogos, chamaram a atenção de diversos clubes da Europa. Entre eles o Manchester United, Bayer Leverkusen, Juventus, Valência e Napoli, mas, quem esteve realmente perto de fechar com o jogador – antes da conclusão das tratativas com o Chelsea – foi o Liverpool.[7]

Chelsea editar

 
O uniforme de jogo de Mohamed Salah enquanto esteve no Chelsea.

Salah destacou-se no FC Basel até ser contratado pelo Chelsea em 26 de janeiro de 2014, aos 21 anos, por cinco anos e meio de vínculo,[26] o valor foi de 11 milhões de euros. Mohamed chegou para substituir o craque espanhol Juan Mata que havia trocado Londres para jogar no time vermelho de Manchester.[7]

Como já havia estreado pelo Basel, Salah não poderia mais jogar na Champions por outro time,[27] então, viu de casa a campanha do clube inglês até pausarem sua jornada diante o Club Atlético de Madrid. O time espanhol vencera o londrino com gols de Adrián López Álvarez, Arda Turan e Diego Costa,[28] apenas Fernando Torres, que já havia atuado pelo Atlético, marcou gol naquela derrota de 3-1. No primeiro jogo, aconteceu um empate em 0-0.[29]

Pela FA Cup de 2013-14 o jogador só jogou um jogo, o da 5ª Eliminatória, quando o time londrino perdeu a partida contra o Manchester City de 2-0.[30]

Pela Premier League de 2013–14, Salah estreou no dia 8 de janeiro de 2014, na vitória contra o Newcastle por 3-0.[31] E só marcou seu primeiro gol em 22 de março daquele mesmo ano. Aconteceu na goleada do time londrino sob o Arsenal de 6-0. A partida também estava marcando o milésimo jogo de Arsène Wenger sob o comando do clube vermelho de Londres O africano fez o último gol da partida com assistência de Nemanja Matić.[32] Ao fim da competição, Salah jogou 10 partidas e fez 2 gols.[33]

O fim da primeira temporada, pelo Basel e pelo Chelsea, de Salah fez 40 partidas com 12 gols.[4]

2014–15 editar

 
Salah em campo em clássico contra o Tottenham Hotspur em janeiro de 2015.

A estreia do egípcio pela Premier League aconteceu na 4ª rodada, quando ele entrou para jogar 8 minutos contra o Swansea, depois disso, o africano apenas atuaria mais duas vezes, uma em cada metade do ano, a primeira foi contra o Crystal Palace pela 8ª rodada e a última no dia 1 de janeiro de 2015, contra o Tottenham na 20ª rodada.[33]

Pela FA Cup de 2014–15, Salah esteve em campo apenas 1 vez em 2 jogos possíveis. Ele participou da derrota contra o Bradford City por 4-2, e deu 1 assistência, para o brasileiro Ramires, em 70 minutos jogados.[34]

Pela Copa da Liga Inglesa de 2014–15, Salah jogou 2 partidas e deu 1 assistência contra o Shrewsbury,[33] mas não atuou mais pelo clube londrino depois disso. Ao fim da competição, o clube de Londres derrotou o Tottenham e sagrou-se campeão.[35] Apesar de não estar em campo, Mohamed é considerado vencedor também, pois estava inscrito na competição.

Pela Liga dos Campeões da UEFA de 2014–15, Salah só esteve em campo 2 vezes pela fase de grupos. Ambas contra o Sporting, mas sem fazer gols ou dar assistências.[36][37]

Fiorentina editar

 
Salah em campo contra o Dynamo Kyiv pela Liga Europa da UEFA de 2014–15.

No dia 2 de fevereiro de 2015, o Chelsea confirmou o empréstimo por 18 meses de Salah para a Fiorentina, como parte de um acordo pela transferência de Juan Cuadrado para a equipe londrina.[38] Salah escolheu a camisa número 74 em homenagem às vítimas da Tragédia de Port Said.[39] Seis dias após a assinatura, ele fez sua estreia na Fiorentina ao sair do banco de reservas no minuto 65, substituindo Joaquín em uma vitória por 3–2 sobre a Atalanta, no Artemio Franchi.[40]

O egípcio concluiu sua passagem pela Serie A de 2014-15 atuando em 16, de 17, partidas e conseguiu participar de 4 gols, nas últimas 4 partidas, em sequência. Todas as 9 vezes que Salah participou de gols naquela Serie A, o time de Florença não perdeu. A campanha regular fez com que a Fiorentina ficasse com a 4ª colocação do campeonato e levasse vaga à Liga Europa da UEFA de 2015–16.[41]

Pela Copa da Itália, Salah participou apenas de 2 jogos, e fez seus 2 gols na estreia contra a Juventus na vitória do time de Florença por 2-1.[42] Entretanto, no jogo de volta da semifinal, o time de Turim reverteu o placar em 3-0 e se classificou para a final da competição.[43]

Pela Liga Europa da UEFA de 2014–15, Salah precisou estrear na fase de 16 avos e viu o time italiano empatar em 1-1 no jogo de ida contra o Tottenham,[44] porém conseguiu mostrar seu cartão de visitas ao marcar 1 gol na vitória de 2-0 no jogo de volta e se classificar para as oitavas de final.[45] Pelas oitavas, um embate italiano acontecera. Roma e Fiorentina se enfrentam, mas o clube de Florença sobressai o time da capital, com direito a Salah dando assistência no primeiro jogo,[46] e se classifica após fazer 3-0 no jogo de volta.[47]

Pelas quartas, Salah e os italianos enfrentaram o Futbolniy Klub Dynamo Kyiv, da Ucrânia, e, após mais um empate no jogo de ida,[48] a Viola consegue derrotar os ucranianos após vencerem por 2-0.[49] Enfrentando o Sevilla, o clube liderado por Unai Emery venceu os italianos nos dois jogos e tiraram a chance do time roxo de disputar a final.[50]

Ao fim da sua passagem pela Viola, Salah marcou 9 gols em 26 partidas.[4]

Roma editar

2015–16 editar

Em 6 de agosto de 2015, Salah acertou com a Roma, por empréstimo de uma temporada por 5 milhões de euros, e com a opção de compra por 15 milhões de euros.[51] Estreou em 22 de agosto, no empate em 1–1 com o Hellas Verona.[52]

Em 20 de setembro de 2015, Salah marcou seu primeiro gol na temporada contra o Sassuolo, em jogo que terminou empatado em 2–2. Também marcou nas duas rodadas seguintes, na derrota por 2–1 para a Sampdoria[53] e na vitória por 5–1 contra o Carpi.[54] Em 25 de outubro de 2015, Salah voltou ao estádio Artemio Franchi, marcando o gol que abriu o placar contra a sua ex-equipe Fiorentina, ajudando a Roma conquistar sua quarta vitória na Série A. Em seu retorno, Salah também foi expulso após receber um segundo cartão amarelo nos minutos finais do jogo.[55] A temporada regular da Roma a deixou em 3º colocado na Serie A e garantiu a ela vaga nos play-offs da Liga dos Campeões da UEFA de 2016–17.[56]

Pela Copa da Itália de 2015-16, Salah disputou apenas 1 jogo, pois a Roma perdeu este mesmo nos pênaltis após empate em 0-0 contra o Spezia Calcio, Mohamed não chegou a bater e viu o clube romano ser eliminado nas penalidades.[57]

Durante a Liga dos Campeões da UEFA de 2015–16, Salah participou de 7, de 8, jogos pelo clube da capital, deixando de participar somente do penúltimo jogo da Fase de Grupos contra o Barcelona por conta de lesão.[58] No decorrer da temporada, ele viu seu time ser eliminado pelo Real Madrid, após perderem os dois jogos das oitavas de final.[59]

Ao final da temporada, foi nomeado o jogador da temporada, terminando como o artilheiro do clube com 15 gols em todas as competições (14 na Serie A).[60]

2016–17 editar

Em 3 de agosto de 2016, foi contratado em definitivo pela Roma.[61] Ele marcou um hat-trick no Estádio Olímpico no dia 6 de novembro, na vitória da Roma por 3–0 sobre o Bologna.[62] O clube havia recebido 2 brasileiros na janela de transferências, o, na época, atacante Gerson[63] e o goleiro Alisson Becker.[64]

Pelos Play-offs da Liga dos Campeões da UEFA de 2016–17, Salah jogou os 2 jogos possíveis, dando uma assistência no jogo de ida contra o Porto, em empate por 1-1. Mas o clube de Portugal não deixou a vaga escapar no jogo de volta e aplicou 3-0 nos italianos, ganhando assim vaga para fase grupos da competição.[65]

Salah não pôde jogar os dois jogos iniciais da Roma pela Copa da Itália, pois estava com a Seleção Egípcia de Futebol, mas voltou a tempo de disputar o clássico da capital contra a Lazio pelas partidas de ida e volta das semifinais da competição. O primeiro jogo fora vencido pelos Aquilotti por 2-0.[66] A Roma descontou o placar vencendo a segunda partida por 3-2, com direito a 2 gols de Salah, mas o placar agregado mostrou que a equipe de Lácio deveria continuar na competição rumando à final.[67]

Pela Liga Europa da UEFA de 2016–17, Salah contribuiu, em 6 partidas, com 2 gols. O sonho do título foi interrompido após o Olympique Lyonnais vencer o primeiro jogo de 4-2, onde Mohamed marcou um gol, e fazer mais 1 na derrota por 2-1 contra os italianos.[68]

A temporada do egípcio no campeonato italiano foi novamente arrasadora. O africano marcou em 15 oportunidades, além de dar 13 assistências em 31 jogos. Na liga, a Roma ficou em 2º lugar, estado apenas 5 pontos de passar a campeã Juventus que conquistou o sexto título consecutivo.[69]

Liverpool editar

2017–18 editar

 
Salah na temporada 2017–18.

Em 22 de junho de 2017, assinou com o Liverpool, por 42 milhões de euros, mais 8 milhões de bônus, se tornando o jogador africano mais caro da história.[70][71] O atacante recebeu a camisa 11, antes pertencente a Roberto Firmino que passou a usar a 9.[72] Salah marcou em sua estreia contra o Watford em um empate por 3–3 em 12 de agosto.[73] Em 23 de agosto de 2017, Salah marcou seu segundo gol pelo Liverpool, no jogo de volta da rodada play-off da Liga dos Campeões da UEFA de 2017–18 contra o Hoffenheim, a partida terminou 4–2 (6–3 no agregado).[74] Quatro dias depois, marcou e deu uma assistência na vitória por 4–0 sobre o Arsenal.[75]

Por suas atuações, Salah foi eleito o melhor jogador do mês de agosto pelos torcedores.[76] No dia 17 de outubro marcou duas vezes em goleada por 7–0 sobre o NK Maribor, vitória essa que se tornou a maior do time inglês em competições continentais.[77]

Em 25 de novembro, Salah marcou o primeiro gol do empate com o Chelsea por 1–1, entretanto não quis comemorar em respeito ao seu ex-clube.[78]

Em 17 de março de 2018, Salah marcou quatro gols na vitória por 5–0 sobre o Watford, que foi seu primeiro poker para o Liverpool.[79] Neste jogo, ele quebrou o recorde de marcar 36 vezes em sua temporada de estreia pelo Liverpool.

 
Salah em 2018.

No dia 24 de abril de 2018, Salah marcou dois gols na vitória por 5-2 contra a Roma, seu ex-clube em partida válida pelas semifinais da Liga dos Campeões.[80] Em 26 de maio de 2018, durante a final da Liga dos Campeões, Salah se lesionou em dividida com o zagueiro Sergio Ramos e apesar de tentar continuar em campo o atacante egípcio deixou o campo aos prantos.[81] 2 dias após o incidente, o defensor espanhol enviou um pedido de desculpas ao atacante.[82]

Em seu último jogo da temporada contra o Brighton & Hove marcou o primeiro gol na vitória por 4-0 alcançando seu 32º gol na Premier League, e quebrando o recorde de maior goleador em uma mesma edição de Campeonato Inglês.[83] Ao fim da temporada o jogador acumulou 44 gols em 52 jogos, além de distribuir 16 assistências, um feito extraordinário para o egípcio que fica atrás de Ian Rush que marcou 47 gols em 1983-84.

Graças a uma temporada incrível, Salah foi escolhido como um dos finalistas do prêmio The Best juntamente com Cristiano Ronaldo e Luka Modric.[84] Salah foi eleito o terceiro melhor jogador do mundo no The Best da Fifa.

2018–19 editar

No dia 2 de julho de 2018, Salah renovou seu contrato junto ao clube inglês estendendo o vínculo até 2023 mesmo cobiçado por outros clubes europeus.[85] Em 12 de agosto de 2018, marcou o primeiro gol da temporada em partida válida pela 1ª rodada da Premier League contra o West Ham em vitória por 4–0.[86] Em 25 de agosto, Salah marcou o único gol da vitória por 1–0 sobre o Brighton ao completar passe de Roberto Firmino.[87]

Marcou na final da Liga dos Campeões da UEFA de 2018-19 o primeiro gol do jogo logo aos 2 minutos em cobrança de pênalti. No decorrer da partida, o Liverpool fez 2-0 no Tottenham e conquistou o seu 6° título europeu.

Pela segunda temporada seguida, Salah foi o artilheiro da Premier League, com 22 gols marcados, só que desta vez dividindo o posto com o companheiro de clube Sadio Mané e Pierre-Emerick Aubameyang do Arsenal.[88]

2019–20 editar

 
Salah com o trofeu da Supercopa da UEFA de 2019.

Salah começou a temporada conquistando dois títulos, o da Supercopa da UEFA de 2019, e do Mundial de Clubes.[89][90]

No decorrer da temporada, o jogador viu seu time não se sair bem nas copas que seu time disputava. A equipe amargou um vice-campeonato na Supercopa da Inglaterra de 2019[91] e duas eliminações para o Chelsea e para o Aston Vila na Copa da Inglaterra e na Copa da Liga, respectivamente.[92][93] Por último, o time também teve de enfrentar duas derrotas nas oitavas de final da Champions League para o Atlético de Madrid, causando assim a eliminação dos Reds.[94]

Apesar do desempenho irregular nas copas, o clube comandado por Jürgen Klopp conquistou o primeiro título do Liverpool na Era Premier League.[95] Na ocasião, durante a Premier League de 2019–20, Salah balançou as redes 19 vezes e deu 10 passes para gol, sendo o jogador que mais participou de gols diretamente na equipe inglesa naquela edição de campeonato.[96][97]

O jogador concluiu sua temporada com 23 gols marcados em 48 partidas.[33]

2020–21 editar

Nessa temporada, o jogador não conseguiu conquistar títulos com a equipe vermelha da cidade. Os Reds foram derrotados pelos Gunners na final da Supercopa da Inglaterra de 2020, e amargou demais eliminações para o Real Madrid na Liga dos Campeões nas quartas de final[98] e também deu adeus à Copa da Inglaterra e Copa da Liga quando foram superados pelo Manchester United e Arsenal, respectivamente.[99][100]

Apesar de terem ficado com a 3ª colocação na Premier League de 2020–21, Salah conquistou destaque individual na competição. O jogador ficou apenas um gol de empatar com o artilheiro da Premier League, Harry Kane, e concluiu sua passagem na Liga com 22 gols marcados.[101] Ele também apareceu no time do Ano da PFA ao fim da temporada.[102]

Salah terminou sua temporada com 31 gols marcados em 51 jogos.[103]

2021–22 editar

 
Salah em 2021, pelo Liverpool.

Em uma temporada espetacular, Salah liderou a equipe nas campanhas vencedoras da Copa da Liga Inglesa e da Copa da Inglaterra daquela temporada.[104][105] Apesar de não ter conquistado títulos na Premier League e na Liga dos Campeões, o jogador alcançou o vice-campeonato em ambas as competições.[106][107]

Pela Premier League, o craque africano balançou as redes 23 vezes e se tornou o artilheiro da competição, empatado com Son Heung-min[108]. Além disso, o atacante também conseguiu contribuir com 13 passes para gols e se tornou o garçom da Liga Inglesa[33], bem como também vencera o prêmio de Jogador do Ano PFA. Para fechar sua temporada, Salah também venceu o prêmio de gol da temporada da Premier League.[109]

Nessa temporada, Mohamed conseguiu chegar, na 4ª rodada, na marca de 100 gols na Premier League[110]. Futuramente, na 9ª rodada, ele conseguiu superar Didier Drogba como o jogador africano com mais gols na história da Premier League.[111]

O "Rei do Egito" terminou a temporada marcando 31 gols em 51 partidas.[112]

Em 17 de outubro de 2022, Salah ficou na quinta posição do prêmio Bola de Ouro, dado pela revista France Football como melhor jogador do mundo na temporada (2021/22).[113]

2022–23 editar

 
Salah em 2022.

Em 14 de janeiro de 2023, Salah foi um dos anunciados pela FIFA como concorrente ao prêmio de melhor jogador do mundo, o The Best 2022.[114] O jogador, no entanto, perdeu o prêmio para Lionel Messi.[115]

O jogador estreou com um título na temporada. Participando de dois, dos três gols do Liverpool no jogo, os Reds venceram o Manchester City por 3-1 e levantaram o troféu da Supercopa da Inglaterra de 2022.[116]

No decorrer das competições, a equipe foi muito irregular. Os Reds haviam perdido Sadio Mané para o Bayern de Munique no começo da temporada[117] e Darwin Núñez não conseguia alcançar as expectativas criadas nele.[118] Assim, o time amargou eliminações precoces na Copa da Liga[119] e na Copa da Inglaterra.[120]

Ainda em competições inglesas, o Liverpool enfrentou nova irregularidade. A equipe desempenhava um futebol abaixo das demais temporadas e terminou a temporada sem ganhar vaga à Liga dos Campeões. Salah e sua equipe ficaram em 5º colocado na Premier League e tiveram de se direcionar para Liga Europa da UEFA da temporada seguinte.[121]

Em 5 de março de 2023, Salah fez dois golos no jogo em que o Liverpool decretou a maior goleada da história do clássico com o Manchester United, 7 a 0 em Anfield, sendo que seis gols foram marcados na segunda etapa.[122] Ele chegou a 129 gols pelo Liverpool e se tornou o maior artilheiro da história dos Reds na Premier League além virar o maior artilheiro do clássico com 12 gols marcados em 12 jogos.[123]

Em meio à loucura, Salah fez uma época individual fantástica. Mohamed terminou a temporada com 30 gols e 16 assistências em todas as competições.[124][125]

2023–24 editar

O time havia perdido algumas de suas principais peças em sua temporada anterior, como seu parceiro de ataque Roberto Firmino, mas continuou tendo seu exímio desempenho técnico na equipe.[126][127]

Salah estreou na Premier League de 2023–24 com muito destaque. O craque passou 6 rodadas contribuindo diretamente com gols e assistências e contribuía diretamente para que sua equipe brigasse pelas posições mais altas naquele início de temporada.[128] Na partida contra o Crystal Palace, válida pela 16ª rodada, Salah marcou o ducentésimo gol com a camisa do Liverpool.[129]

O jogador estreou na Copa da Liga Inglesa de 2023–24 na segunda partida. A equipe venceu o AFC Bournemouth por 2-1 com Mohamed sendo o capitão da equipe.[130]

Salah estreou na Liga Europa da UEFA de 2023–24 fazendo um gol contra o LASK.[131] Nessa mesma competição, o jogador assumiu a braçadeira de capitão na penúltima rodada do Liverpool na fase de grupos[132]. Na ocasião, contra o LASK novamente, o jogador marcou um gol e deu uma assistência na goleada dos ingleses por 4-0.[133]

Seleção Egípcia editar

 
Salah pela Copa do Mundo FIFA de 2018.

Seleção Olímpica editar

Salah integrou o elenco da Seleção Egípcia nos Jogos Olímpicos em 2012, onde teve grande destaque marcando um gol em cada partida da Seleção Egípcia durante a fase de grupos. O bom desempenho de Salah ajudou os egípcios a se classificarem para as Quartas de Final, onde foram eliminados para o Japão, por 3-0.[134]

Seleção Principal editar

Ganhou destaque internacional ao marcar aos 45 min do segundo tempo na partida contra o Congo em 8 de outubro de 2017 o gol que classificou o Egito para Copa do Mundo FIFA de 2018, pondo fim a um período de 28 anos de ausência dos egípcios em mundiais. Além disso, foi um dos artilheiros das Eliminatórias Africanas com 5 gols em 6 partidas. Também em 2017, sagrou-se vice-campeão da Campeonato Africano das Nações diante de Camarões.

 
Salah em 2018 pela Seleção Egípcia,

Atuou em duas partidas da Copa do Mundo FIFA de 2018 e marcou duas vezes, mas sem conseguir evitar as derrotas para a Rússia e Arábia Saudita por 3-1 e 2-1, respectivamente. O Egito foi o último colocado do Grupo A.

Disputou a Campeonato Africano das Nações de 2019, que teve seu próprio país como sede. Apesar de ser um dos favoritos, o Egito acabou derrotado pela África do Sul nas Oitavas de Final. Salah se despediu da competição com 2 gols marcados em 4 partidas disputadas.

Em março de 2022, Salah não conseguiu ajudar a seleção do Egito a se classificar para a Copa do Mundo 2022. O jogador viu sua seleção perder nos pênaltis para Senegal e, dessa forma, não estará no Mundial do Catar nos últimos meses de 2022.[135]

Estatísticas editar

Atualizado até 23 de janeiro de 2024.[136]

Clubes editar

Equipe Temporada Campeonato
nacional
Copas
nacionais
Competições
continentais
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Al-Mokawloon 2009–10 3 0 2 0 5 0
2010–11 20 4 4 1 24 5
2011–12 15 7 0 0 15 7
Total 38 11 6 1 44 12
Basel 2012–13 29 5 5 3 16 2 50 10
2013–14 18 4 1 1 10 5 29 10
Total 47 9 6 4 26 7 79 20
Chelsea 2013–14 10 2 1 0 11 2
2014–15 3 0 3 0 2 0 8 0
Total 13 2 4 0 2 0 19 2
Fiorentina 2014–15 16 6 2 2 8 1 26 9
Total 16 6 2 2 8 1 26 9
Roma 2015–16 34 14 1 0 7 1 42 15
2016–17 31 13 2 0 8 2 41 19
Total 65 29 3 2 15 3 83 34
Liverpool 2017–18 36 32 1 1 15 11 52 44
2018–19 38 22 2 0 12 5 52 27
2019–20 34 19 3 0 12 4 48 23
2020–21 38 22 3 0 10 6 52 31
2021–22 35 23 3 0 13 8 51 31
2022–23 38 19 4 2 9 9 51 30
2023–24 20 14 2 1 5 3 27 18
Total 238 151 18 4 76 46 332 204
Total na carreira 416 208 30 14 122 56 574 279

Seleção Egípcia editar

Seleção Principal
Ano
Jogos Gols Assist.
2011 2 1 0
2012 15 7 4
2013 10 9 6
2014 9 5 2
2015 4 2 3
2016 6 5 2
2017 11 5 2
2018 6 7 2
2019 5 2 1
Total 68 43 21

Títulos editar

Basel
Liverpool

Prêmios individuais editar

Artilharias editar

Recordes editar

Referências

  1. «2019 FIFA Club World Cup Qatar — List of Players» (PDF). Fédération Internationale de Football Association (em inglês). FIFA.com. 5 de dezembro de 2019. p. 7. Cópia arquivada (PDF) em 17 de janeiro de 2020 
  2. a b «Mohamed Salah: Overview» (em inglês). Premier League. Consultado em 21 de abril de 2022. Cópia arquivada em 15 de abril de 2022 
  3. «رحلة صعود محمد صلاح من نيريج إلى مونديال روسيا» (em árabe). alarabia.net. 9 de outubro de 2017. Consultado em 25 de maio de 2018 
  4. a b c d e f g «Corra, Mohamed Salah! A história por trás do egípcio que virou Rei em Liverpool». ge. 9 de abril de 2018. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  5. a b Magri, Diogo (15 de junho de 2018). «Mohamed Salah, orgulho muçulmano que emociona o Egito». El País Brasil. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  6. G1, Do; Paulo, em São (26 de janeiro de 2013). «Egito condena 21 pessoas à morte por massacre em estádio». Mundo. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  7. a b c Brasil, Chelsea (26 de janeiro de 2014). «Chelsea oficializa a contratação de Mohamed Salah». Chelsea Brasil. Consultado em 16 de março de 2023 
  8. Trivela, Equipe (9 de fevereiro de 2012). «Bayern Munique confirma contratação de Shaqiri». Trivela. Consultado em 16 de março de 2023 
  9. UEFA.com. «Basel-Molde: UEFA Champions League 2012/13 Qualif. 3». UEFA.com (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  10. Basileia, Por GLOBOESPORTE COM; Suíça. «Basel vence Tottenham nos pênaltis e chega às semifinais da Liga Europa». globoesporte.com. Consultado em 16 de março de 2023 
  11. gazetaesportiva. «David Luiz marca, Chelsea vence Basel e está na final da Liga Europa». Terra. Consultado em 16 de março de 2023 
  12. «Mohamed Salah - Dados detalhados de desempenho». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  13. «FC Basel - Grasshopper Club Zurique, 20/05/2013 - Swiss Cup - Ficha de jogo». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  14. «Mohamed Salah - Dados detalhados de desempenho». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  15. «Super League 12/13». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  16. «Mohamed Salah - Dados detalhados de desempenho». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  17. «Maccabi Tel Aviv - FC Basel, 06/08/2013 - Qualificação Liga dos Campeões - Ficha de jogo». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  18. «FC Basel - Perfil do clube 13/14». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  19. «Mohamed Salah - Dados detalhados de desempenho». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  20. «Liga dos Campeões 2013 - Fase de grupos - Classificação - Superesportes». www.df.superesportes.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  21. «Em estreia de Willian, Chelsea perde de virada no primeiro jogo da fase de grupos da Champions League» 
  22. «Chelsea dá apenas um chute a gol, perde do Basel, mas se classifica». ESPN. Consultado em 16 de março de 2023 
  23. «Swiss Cup 13/14». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  24. «Mohamed Salah - Dados detalhados de desempenho». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  25. «BSC Young Boys - FC Basel, 01/12/2013 - Super League - Ficha de jogo». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  26. «Salah move completed» (em inglês). Sítio oficial Chelsea FC. 26 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 1 de março de 2014 
  27. «Um jogador pode participar da Champions League por duas equipes diferentes? | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 16 de março de 2023 
  28. terra. «Atlético bate Chelsea em Londres e vai à final após 40 anos». Terra. Consultado em 16 de março de 2023 
  29. Brasil, Chelsea (29 de abril de 2014). «Em Stamford Bridge, Chelsea e Atlético de Madrid fazem o jogo da volta em busca de uma vaga na final da Champions». Chelsea Brasil. Consultado em 16 de março de 2023 
  30. «Manchester City 2-0 Chelsea». BBC Sport (em inglês). Consultado em 16 de março de 2023 
  31. «Chelsea 3-0 Newcastle United». BBC Sport (em inglês). Consultado em 16 de março de 2023 
  32. GloboEsporte.comLondres, Por. «Em jogo mil de Wenger, Arsenal leva goleada histórica do Chelsea: 6 a 0». globoesporte.com. Consultado em 16 de março de 2023 
  33. a b c d e www.premierleague.com https://www.premierleague.com/players/5178/player/overview. Consultado em 11 de dezembro de 2023  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  34. Bonsanti, Bruno (24 de janeiro de 2015). «Virada do Bradford sobre o Chelsea foi apenas uma das loucuras do dia de FA Cup». Trivela. Consultado em 16 de março de 2023 
  35. Zeclhynski, Carlos E. (1 de março de 2015). «Chelsea é campeão da Capital One Cup 2015». The Amazing Nerd. Consultado em 16 de março de 2023 
  36. UEFA.com. «Chelsea-Sporting CP: UEFA Champions League 2014/15 Fase de grupos». UEFA.com. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  37. UEFA.com. «Sporting CP-Chelsea: UEFA Champions League 2014/15 Fase de grupos». UEFA.com. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  38. «Chelsea contrata Juan Cuadrado à Fiorentina». www.dn.pt. Consultado em 16 de março de 2023 
  39. «Salah to Fiorentina on loan». The Independent. 2 de fevereiro de 2015 
  40. «Fiorentina 3–2 Atalanta». ESPN. 8 de fevereiro de 2015 
  41. «Serie A tabela» 
  42. «Fiorentina 1-2 Juventus :: Campeonato Italiano 2015/16 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  43. «Juventus elimina a Fiorentina e vai à final da Copa da Itália». O Globo. 7 de abril de 2015. Consultado em 16 de março de 2023 
  44. UEFA.com (19 de fevereiro de 2015). «Tottenham e Fiorentina empatam». UEFA.com. Consultado em 16 de março de 2023 
  45. «Fiorentina 2-0 Tottenham Hotspur (agg 3-1)». BBC Sport (em inglês). Consultado em 16 de março de 2023 
  46. «ACF Fiorentina - AS Roma, 12/03/2015 - Liga Europa - Ficha de jogo». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  47. UEFA.com. «Roma-Fiorentina | UEFA Europa League 2014/15». UEFA.com. Consultado em 16 de março de 2023 
  48. «16.04.2015. Europa League. 1/4. Dynamo K - Fiorentina 1-1 - FC Dynamo Kyiv official website». fcdynamo.com (em inglês). Consultado em 16 de março de 2023 
  49. «Fiorentina 2-0 Dynamo Kyiv :: Europa League 2014/2015 :: Ficha do Jogo :: zerozero.pt». www.zerozero.pt. Consultado em 16 de março de 2023 
  50. «Sevilla vence Fiorentina e faz 2ª final seguida da L. Europa contra Dnipro». UOL Esporte. Consultado em 16 de março de 2023 
  51. «Chelsea winger Mohamed Salah joins Roma on a season-long loan». The Guardian. 6 de agosto de 2015 
  52. «Hellas Verona 1–1 Roma: Rudi Garcia's side fail to win opener as Edin Dzeko, Gervinho and Wojciech Szczesny feature for visitors». Daily Mail. 22 de agosto de 2015 
  53. «Sampdoria 2–1 Roma (9/23/15)». Soccerway. 23 de setembro de 2015 
  54. «Roma 5–1 Carpi (9/26/15)». Soccerway. 23 de setembro de 2015 
  55. «Serie A report: Roma leapfrog Fiorentina in league table». SkySports. 25 de outubro de 2015 
  56. «League Table | Lega Serie A». web.archive.org. 28 de maio de 2016. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  57. «Algoz da Roma foi campeão durante 2ª Guerra e já parou base da seleção italiana». ESPN. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  58. «Salah não recupera da lesão e falha o jogo com o Barcelona». www.ojogo.pt. Consultado em 16 de março de 2023 
  59. «Bernabéu aplaude Totti, mas Real elimina Roma na Champions». noticias.uol.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  60. «AS Roma Awards 2015–16: Player of the Season». A.S. Roma. 28 de junho de 2016 
  61. «Salah move finalised». Chelsea F.C. 3 de agosto de 2016 
  62. «Mohamed Salah hat-trick keeps Roma in touch with leaders Juventus». The Guardian. 6 de novembro de 2016 
  63. Mir, Por Sofia; Janeiro, a e Matheus Frigols*Rio de. «Peter confirma venda ao Roma, e Gerson fica no Flu até dezembro». globoesporte.com. Consultado em 16 de março de 2023 
  64. «Dirigente confirma chegada de Alisson à Roma por R$ 21,8 mi e após Rio 2016 - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 16 de março de 2023 
  65. «FC Porto vence em Roma e assegura fase de grupos». Contacto. 23 de agosto de 2016. Consultado em 16 de março de 2023 
  66. «Lazio vence Roma e sai na frente por vaga na final da Copa da Itália». www.uol.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  67. «Roma vence, mas Lazio segura vantagem e vai à final da Copa da Itália». www.uol.com.br. Consultado em 16 de março de 2023 
  68. «Roma pressiona e vence, mas é eliminada em casa pelo Lyon na Europa League». ESPN. Consultado em 16 de março de 2023 
  69. «Juventus, hexacampeã italiana 2016/17». SoccerBlog. 23 de maio de 2017. Consultado em 16 de março de 2023 
  70. «Liverpool anuncia a contratação do atacante Salah, ex-Roma». Globoesporte.com. 22 de junho de 2017 
  71. «Liverpool FC complete signing of Mohamed Salah». Liverpool FC. 22 de junho de 2017 
  72. «Firmino assume a 9 do Liverpool e vai assinar camisas de quem já comprou a 11, que foi para Salah». ESPN. 23 de junho de 2017. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  73. «Richarlison estreia bem e Watford arranca o empate contra o Liverpool». Lance!. 12 de agosto de 2017 
  74. «Liverpool bate Hoffenheim e está nos grupos da Champions». Terra. 23 de agosto de 2017 
  75. «Com gol de Firmino, Liverpool faz 4 a 0 no Arsenal». Gazeta Esportiva. 27 de agosto de 2017 
  76. «Meteoro Salah! Egípcio é eleito o melhor jogador de agosto nos Reds». Terra. 5 de setembro de 2017. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  77. «Liverpool atropela Maribor e faz história com tempero brasileiro; Spartak também goleia». Terra. 17 de outubro de 2017. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  78. «Willian marca no fim, e Chelsea empata com o Liverpool fora de casa». Gazeta Esportiva. 25 de novembro de 2017. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  79. «Liverpool goleia Watford com show de Salah e recorde de Firmino». UOL. 17 de março de 2018 
  80. «Salah vive noite de rei, Firmino é grande coadjuvante e Liverpool massacra Roma». Ogol.com. 24 de abril de 2018. Consultado em 2 de junho de 2018 
  81. «Salah lesiona ombro e chora ao deixar final; veja fotos e vídeos». Globoesporte.com. 26 de maio de 2018. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  82. «Sergio Ramos se desculpa com Salah, mas provoca Atlético após Tri merengue». Esporte Interativo. 28 de maio de 2018. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  83. «Liverpool garante vaga na próxima Champions e Chelsea fica de fora». Ogol. 13 de maio de 2018. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  84. «CR7 e Modric têm disputa acirrada por prêmio de melhor do mundo em 2018; Salah corre por fora». Globoesporte.com. 24 de setembro de 2018. Consultado em 24 de setembro de 2018 
  85. «Ele fica! Mohamed Salah renova com o Liverpool até 2023». Lance!. 2 de julho de 2018. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  86. «Na estreia de Alisson, Liverpool joga fácil e goleia West Ham». Gazeta Esportiva. 12 de agosto de 2018. Consultado em 13 de agosto de 2018 
  87. «Liverpool vence Brighton com chapéu de Alisson e gol de Salah». ESPN. 25 de agosto de 2018. Consultado em 26 de agosto de 2018 
  88. «Aubameyang, Mané e Salah dividem artilharia e alcançam feito inédito no Inglês». O Globo. 14 de maio de 2019. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  89. «Liverpool 1 x 0 Flamengo | Mundial de Clubes: melhores momentos». ge. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  90. «Liverpool 2 x 2 Chelsea | Supercopa da Europa: melhores momentos». ge. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  91. «Liverpool 1 x 1 Manchester City | Supercopa da Inglaterra: melhores momentos». ge. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  92. «Villa overwhelm Liverpool's youngest-ever team». BBC Sport (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  93. «Chelsea send Liverpool out of FA Cup». BBC Sport (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  94. «Eliminação para o Atlético de Madrid foi pior ao Liverpool do que o imaginado | Blogs». ESPN. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  95. «Liverpool ganha Campeonato Inglês pela primeira vez desde 1990; veja a lista de campeões». ge. 25 de junho de 2020. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  96. «Premier League Player Stats - Goals». www.premierleague.com (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  97. «Premier League Player Stats - Assists». www.premierleague.com (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  98. «Real Madrid 0-0 Liverpool (14 de abr, 2021) Placar Final - ESPN (BR)». ESPN (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  99. «Man Utd beat Liverpool in cup thriller». BBC Sport (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  100. lance. «Nos pênaltis, Arsenal elimina o Liverpool na Copa da Liga Inglesa». Terra. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  101. «Premier League Player Stats - Goals». www.premierleague.com (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  102. «Six Man City players in PFA Team of Year». BBC Sport (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  103. «Mohamed Salah achieves another entry to LFC's 30-goal club - Liverpool FC». www.liverpoolfc.com (em inglês). Abril de 2022. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  104. «Alisson pega pênalti, Liverpool bate Chelsea e vence a Copa da Inglaterra». www.uol.com.br. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  105. «Depois de '0 a 0 espetacular', Liverpool vence Chelsea nos pênaltis após 22 cobranças e é campeão da Copa da Liga Inglesa». ESPN.com. 27 de fevereiro de 2022. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  106. «Com gol de Vini Jr, Real Madrid vence o Liverpool e conquista a Champions League pela 14ª vez». www.lance.com.br. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  107. «Conquista épica! City é campeão inglês com virada sobre o Aston Villa». www.uol.com.br. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  108. «Son, do Tottenham, é o primeiro coreano artilheiro da Premier League | Metrópoles». www.metropoles.com. 24 de maio de 2022. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  109. «Salah wins 2021/22 Budweiser Goal of the Season award». www.premierleague.com (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  110. «Salah bate recorde pessoal e marca seu 100° gol na história do Inglês». www.uol.com.br. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  111. Bantock, Jack. «Prodígio de 17 anos pode ser o sucessor de Salah no Liverpool». CNN Brasil. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  112. «Exclusive: 'He knows before all of us' - Liverpool boss Jurgen Klopp explains secrets of Mohamed Salah motivation». Eurosport (em inglês). 15 de setembro de 2023. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  113. «Bola de Ouro 2022: veja posições do ranking do prêmio». GE. Consultado em 17 de outubro de 2022 
  114. «Neymar, Vini Jr e Debinha estão entre indicados ao prêmio de melhor do mundo da Fifa». Terra. Consultado em 12 de janeiro de 2023 
  115. «Quem ganhou o Fifa The Best 2022? Veja lista com todos os vencedores desta edição». www.lance.com.br. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  116. «Temporada inglesa já começa insana, Liverpool vence City em jogaço, conquista Community Shield e dá a Klopp o único título que faltava». ESPN.com. 30 de julho de 2022. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  117. Bonsanti, Bruno (22 de junho de 2022). «Mané é confirmado no Bayern de Munique, e Liverpool se despede de um gigante "que tornou tudo possível"». Trivela. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  118. «Darwin Nuñez compara início no Liverpool ao de Luis Suárez e diz: "Tenho que trabalhar finalizações"». ge. 2 de fevereiro de 2023. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  119. «Manchester City 3 x 2 Liverpool | Copa da Liga Inglesa: melhores momentos». ge. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  120. «Brighton vence o Liverpool com gol no fim e elimina equipe de Klopp na Copa da Inglaterra». www.lance.com.br. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  121. «Classificado para a Liga Europa com o Liverpool, Klopp confessa: 'Não acreditei que pudesse acontecer'». www.lance.com.br. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  122. «Liverpool 7x0 Manchester United: maior goleada na história do clássico». ge. 5 de março de 2023. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  123. «Torcida do Manchester United vai embora do estádio após Liverpool fazer 7 a 0 em campo». ESPN. Consultado em 5 de março de 2023 
  124. «Liverpool ratings: Every Reds player's performance in the 2022-23 season - ranked» (em inglês). Goal. Consultado em 14 de junho de 2023 
  125. «Mohamed Salah l Os números do craque do Liverpool». 3 de novembro de 2023 
  126. «Fabinho deixa o Liverpool e é reforço do Al-Ittihad, da Arábia Saudita». ge. 31 de julho de 2023. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  127. «Firmino se emociona com homenagem do Liverpool em adeus a Anfield». ge. 20 de maio de 2023. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  128. lance. «Liverpool assume liderança da Premier League; United leva 'surra' em casa: veja os resultados do Campeonato Inglês». Terra. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  129. «Salah chega a 200 gols no Liverpool e compara atual time com o de 2019». ge. 10 de dezembro de 2023. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  130. «Confirmed Liverpool line-up v AFC Bournemouth - Liverpool FC». www.liverpoolfc.com (em inglês). Novembro de 2023. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  131. «Liverpool estreia na Liga Europa com virada (3-1) sobre o LASK». UOL. 21 de setembro de 2023. Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  132. Orme, Daniel (30 de novembro de 2023). «Klopp addresses Liverpool decision that left Salah "very disappointed"». The Mirror (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  133. «Liverpool beat LASK to top Europa League group». BBC Sport (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2023 
  134. Evans, Hilary; Gjerde, Arild; Heijmans, Jeroen; Mallon, Bill; et al. «Elenco Olímpico de 2012 na Sports Reference». Sports Reference LLC (em inglês). Olympics em Sports-Reference.com. Consultado em 20 de junho de 2015. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2016 
  135. «Quem são os craques que estão fora dos jogos no Catar?». Futeboleiro.com. 16 de agosto de 2022 
  136. «Perfil do Mohamed Salah». Consultado em 25 de agosto de 2018 
  137. Reforço do Chelsea, Salah, é eleito melhor do futebol suíço em 2013
  138. «Award Winners». CAF. 5 de janeiro de 2017 
  139. «The 100 best footballers in the world 2016 – interactive» (em inglês). The Guardian 
  140. «The PFA Premier League Team of the Year». The PFA. Consultado em 15 de maio de 2018. Arquivado do original em 22 de abril de 2018 
  141. «Não deu para De Bruyne: Salah é eleito o melhor do Inglês por jogadores». Globoesporte.com. 22 de abril de 2018 
  142. «Mais um prêmio: Salah é eleito jogador do ano por jornalistas na Inglaterra». Globoesporte.com. 1 de maio de 2018 
  143. «Salah é eleito o melhor jogador da temporada por associação de jornalistas da Inglaterra». Globoesporte.com. 29 de abril de 2022 
  144. «Fifa The Best: Modric vate Cristiano Ronaldo e Salah e é eleito melhor do mundo». Globoesporte.com. 24 de setembro de 2018. Consultado em 25 de setembro de 2018 
  145. «Salah desbanca Cristiano Ronaldo e vence Prêmio Puskás 2018». Goal. 24 de setembro de 2018. Consultado em 25 de setembro de 2018 
  146. «Salah wins EA SPORTS Player of the Month for October 2023, claiming fifth award». www.premierleague.com (em inglês). Consultado em 14 de janeiro de 2024 
  147. Definidos luva de ouro, chuteira de ouro e garçom da Premier League
  148. «Confira como terminou a artilharia da Premier League». Torcedores.com. 13 de maio de 2018. Consultado em 25 de setembro de 2018 

Ligações externas editar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Mohamed Salah