Abrir menu principal
Imagem de Oberon pela Voyager 2, com as formações nomeadas indicadas. Mommur Chasma está no canto superior direito da foto, próximo do terminador.

Mommur Chasma é um cânion (chamado tecnicamente de chasma) na superfície de Oberon, um dos cinco grandes satélites de Urano. Tem um comprimento de 537 quilômetros e está localizado perto do equador de Oberon, sendo o único chasma oficialmente reconhecido no satélite. Recebeu o nome da casa da floresta onde o rei das fadas Oberon residia em Sonho de uma Noite de Verão, uma obra de Shakespeare.[1][2]

Esta formação provavelmente surgiu durante os estágios iniciais da evolução da lua, quando o interior de Oberon expandiu-se e sua crosta de gelo rachou como resultado.[3] O cânion é um exemplo de graben produzido por falhas normais. Ele foi descoberto e fotografado pela sonda Voyager 2, que sobrevoou o sistema uraniano em janeiro de 1986.[4]

Referências

  1. «Oberon: Mommur». Gazetteer of Planetary Nomenclature. IAU/USGS Astrogeology. 1 de outubro de 2006. Consultado em 21 de maio de 2018 
  2. «Oberon Nomenclature Table Of Contents». Gazetteer of Planetary Nomenclature. USGS Astrogeology. Consultado em 21 de maio de 2018 
  3. Croft, S.K. (março de 1989). New Geologic Maps of the Uranian Satellites Titania, Oberon, Umbriel and Miranda. Proceeding of Lunar and Planetary Sciences. 20. Lunar and Planetary Sciences Institute, Houston. p. 205C. Bibcode:1989LPI....20..205C 
  4. Smith, B. A.; Soderblom, L. A.; Beebe, A.; Bliss, D.; Boyce, J. M.; Brahic, A.; Briggs, G. A.; Brown, R. H.; Collins, S. A. (4 de julho de 1986). «Voyager 2 in the Uranian System: Imaging Science Results». Science. 233 (4759): 43–64. Bibcode:1986Sci...233...43S. PMID 17812889. doi:10.1126/science.233.4759.43 
  Este artigo sobre um acidente geográfico extraterrestre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.