Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde abril de 2014). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A monarquia autoproclamada é uma monarquia que é proclamada em existência, muitas vezes por um indivíduo, e que não ocorre como parte de uma longa tradição. É, portanto, pelo menos, inicialmente, o contrário da maior parte das monarquias hereditárias, apesar de se a monarquia autoproclamada for bem sucedida, ela irá evoluir para uma monarquia hereditária.

HistóriaEditar

Ao longo da História, acontece com um cargo elevado e como poder. Nas ditaduras republicanas, os títulos de rei e de imperador têm provado muitas vezes serem demasiado tentadores para resistir, e, muitas vezes, no ápice do seu poder, um ditador, por vezes, decide proclamar-se rei, e assim, transformar o país numa monarquia.

Em 1515, o nobre frísio Pier Gerlofs Donia autoproclamou-se Rei de todos os frísios. Manteve-se assim até sua morte em 1520, quando seu sobrinho Wijerd Jelckama assumiu, embora apenas para ser decapitado 3 anos depois.

Em 1804, o ditador francês Napoleão Bonaparte decidiu consolidar o seu poder ao proclamar-se imperador Napoleão I. Embora este regime imperial tivesse caído durante o seu reinado, 33 anos depois, um sobrinho de Napoleão Bonaparte, Charles-Louis-Napoléon Bonaparte foi eleito Presidente da França, declarando-se também como imperador, sob o nome Napoleão III de França.

No Haiti, houve três casos: o Governador-geral Jean Jacques Dessalines tornou-se no imperador Jacques I (1804-06), o presidente Henry Christophe tornou-se no rei Henrique I (1811-20), e o presidente Faustin Soulouque tornou-se no imperador Faustino I (1849-59).

Em 1860, o francês Orelie-Antoine de Tounens, proclamou o Reino da Araucânia no Chile, com o apoio dos chefes locais mapuches e tomou o título Orllie-Antoine I. Dois anos depois ele foi preso e deportado pelo governo chileno e o reino anexou-se ao Chile.

Em 1893, James Harden-Hickey, um admirador do Napoleão III, coroou-se como James I do Principado de Trinidad. Por dois anos ele tentou, mas não conseguiu afirmar o seu pedido à pequena ilha no Sul do Oceano Atlântico.

Em 1915, o presidente chinês Yuan Shikai declarou-se imperador da China, na tentativa de restaurar a monarquia. O plano foi um enorme fracasso, e ele foi forçado a demitir-se rapidamente.

O presidente Ahmet Zogu da Albânia proclamou-se "Rei Zog", em 1928, intituindo uma monarquia constitucional que durou uma década, que eventualmente foi derrubada quando a Albânia foi conquistada pela Itália.

O Império Central Africano foi criado em 1976, quando o ditador Jean-Bédel Bokassa da República Central Africana se proclamou "Imperador Bokassa I" e tiveram uma cerimónia muito generosa de coroação em 1977. Durou um curto período.

  Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.