Abrir menu principal

Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu

Rio de Janeiro- Carnival 2018 2F5A5896.jpg

Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu foi o enredo apresentado pela Beija-Flor no desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro de 2018, conquistando o seu 14º título de campeã.

Índice

EnredoEditar

O tema foi escolhido pelo presidente da escola, Ricardo Abraão David, filho de Anísio Abraão David[1]. A escola fez uma crítica social a partir do romance Frankenstein, de Mary Shelley, que naquele ano completava 200 anos de publicação. Assim como no livro, a criatura abandonada pelo seu criador acaba sendo vista como um monstro, os diversos problemas sociais do Brasil foram diagnosticados como resultado do abandono da população, especialmente dos mais jovens, pelas autoridades[2][3].

DesfileEditar

Sexta escola a desfilar no dia 12 de fevereiro de 2018, a escola apresentou logo no carro abre-alas uma representação de Frankenstein e seu monstro. Seguiram-se carros representando os problemas do Brasil: a corrupção (com uma reprodução do edifício-sede da Petrobras) a violência, a miséria e a intolerância[4][5].

A visão da escola sofreu críticas por apresentar de forma simplista o problema da corrupção[6][7].

DestaquesEditar

Ficha técnicaEditar

  • Enredo: Marcelo Misailidis, Laíla, Cid Carvalho, Bianca Behrends, Victor, Rodrigo e Leo
  • carnavalescos: Laíla, Cid Carvalho, Bianca Behrends, Victor Santos, Rodrigo Pacheco e Léo Mídia
  • Presidente: Ricardo Abraão David
  • Direção de carnaval: Laíla
  • Direção de harmonia: Laíla
  • Alas: 36
  • Direção de bateria: Plínio de Morais e Rodney Ferreira
  • Ritmistas: 280
  • Rainha de bateria: Raíssa de Oliveira
  • 1º casal de mestre-sala e porta-bandeira: Selminha Sorriso e Claudinho Souza
  • Comissão de frente: Marcelo Misailidis[10]

Samba-enredoEditar

O samba foi composto por Di Menor BF, Kiraizinho, Diego Oliveira, Bakaninha Beija Flor, JJ Santos, Julio Assis e Diogo Rosa. O intérprete foi Neguinho da Beija-Flor[10].

ResultadoEditar

Na apuração, a Beija-Flor ficou em primeiro lugar, somando 269,6 pontos, contra 296,5 da vice-campeã Paraíso do Tuiuti e do Salgueiro[11].

Referências

Ligações externasEditar