Monte Carlo Baby

filme de 1953 dirigido por Jean Boyer e Lester Fuller

Monte Carlo Baby é um filme franco-britânico[2] de comédia de 1953, dirigido por Jean Boyer e Lester Fuller. O longa-metragem contou com atuação de Audrey Hepburn interpretando uma atriz mimada. A maioria das biografias de Hepburn indicam que foi durante as filmagens deste filme que Hepburn foi descoberta pela dramaturga Colette e escolhida para o papel principal na peça Gigi, o que levaria Hepburn a lançar sua carreira de atriz em Hollywood.

Monte Carlo Baby
FrançaReino Unido
1953 •  p&b •  70[1] min 
Direção
  • Jean Boyer
  • Lester Fuller
Produção Ray Ventura
Roteiro
  • Jean Boyer
  • Lester Fuller
  • Alex Joffé
Elenco
  • Audrey Hepburn
  • Jules Munshin
  • Cara Williams
  • Michele Farmer
  • Philippe Lemaire
  • Russell Collins
Gênero comédia
Música Paul Misraki
Cinematografia Charles Suin
Edição Fanchette Mazin
Distribuição Hoche Productions
Lançamento EUA 16 de dezembro de 1953
Idioma

Monte Carlo Baby foi produzido em inglês.[3] No entanto, uma segunda versão do filme foi feita em francês. Como Hepburn era fluente em francês, ela interpretou o mesmo papel (embora o nome da personagem tenha mudado). A versão francesa intitulada de Nous irons à Monte Carlo (1952), foi produzida juntamente com Monte Carlo Baby ambos os filmes foram produzidos em 1951, mas lançados em anos diferentes.[4]

ElencoEditar

  • Audrey Hepburn como Linda Farrel
  • Jules Munshin como Antoine
  • Cara Williams como Marinette
  • Michele Farmer como Jacqueline
  • Philippe Lemaire como Philippe Versaint
  • Russell Collins como Max
  • John Van Dreelen como Rudy Walter
  • Georges Lannes como detetive
  • Marcel Dalio como agente de Linda Farrell (como Dalio)
  • Lionel Murton
  • André Luguet como Chattenay-Maillaard
  • Ray Ventura como Ray Ventura

Referências