Moreno Veloso

cantor brasileiro

Moreno Gadelha Veloso (Salvador, 22 de novembro de 1972) é um cantor e compositor brasileiro.

Moreno Gadelha Veloso
Informação geral
Nascimento 22 de novembro de 1972 (48 anos)
Origem Salvador, Bahia
Nacionalidade brasileiro
Gênero(s) MPB
Ocupação(ões) cantor
compositor
Instrumento(s) voz, violão, violoncelo, pandeiro
Período em atividade 2000 - presente

Moreno Veloso estudou física na faculdade, mas atua como músico no Brasil e no exterior.

Ele é filho de Caetano Veloso, um dos grandes expoentes da música popular brasileira (MPB), prontamente reconhecido internacionalmente, e da atriz Idelzuith[1][2][3] (Dedé) Gadelha Veloso, primeira esposa de seu pai. É casado, desde 2004, com a antropóloga Clara Flaksman e eles têm dois filhos juntos: Rosa, nascida em janeiro de 2006 e José, que veio ao mundo em novembro de 2008.

A cantora Gal Costa, outro pilar da cultura musical do Brasil, é madrinha de Moreno Veloso e Rogério Duarte é seu padrinho.

Em 2000 gravou seu primeiro álbum Máquina de Escrever Música pelo selo Rock it!, de Dado Villa-Lobos. Em 2014 lançou Coisa Boa. Já compôs para artistas como Adriana Calcanhotto, Roberta Sá e Caetano Veloso. No dia 20 de novembro de 2014, interpretou grande sucesso do grupo Kaoma, a canção “Chorando Se Foi” no programa Globo de Ouro Palco Viva.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  1. «Caetano se apresenta ao lado do filho Moreno Veloso em show no Rio». musica.uol.com.br. Consultado em 21 de setembro de 2020 
  2. «Caetano Veloso comove ao expor o Brasil, entre risos e lágrimas, em filme com memórias do cárcere». G1. Consultado em 21 de setembro de 2020 
  3. EGO, do; Rio, no. «Paula Lavigne parabeniza Caetano Veloso: 'Painho, muita saúde'». Ego. Consultado em 21 de setembro de 2020