Morsang-sur-Orge

comuna francesa

Morsang-sur-Orge é uma comuna francesa situada vinte e três quilômetros a sul de Paris, no departamento de Essonne na região da Ilha de França. É a sede do Cantão de Morsang-sur-Orge.

Morsang-sur-Orge
  Comuna francesa França  
L’hôtel de ville.
L’hôtel de ville.
Símbolos
Brasão de armas de Morsang-sur-Orge
Brasão de armas
Gentílico Morsaintois
Localização
País  França
Região Blason France moderne.svg Ilha de França
Departamento Blason département fr Essonne.svg Essona
Administração
Prefeito Marjolaine Rauze (PCF)
Características geográficas
Área total 4,39 km²
População total (2018) [1] 20 788 hab.
Densidade 4 735,3 hab./km²
Altitude máxima 81 m
Altitude mínima 36 m
Código Postal 91390
Código INSEE 91434
Sítio ville-morsang.fr

Simples vila, dependente da abadia de Saint-Magloire de Paris em torno do ano mil, se tornou um senhorio de vários burgueses parisienses, a cidade evoluiu a partir do século XX com a pedreira de mó e a construção de casas burguesas e depois o loteamento da antiga floresta de Séquigny, dando-lhe a sua aparência atual de subúrbio residencial ao sul da capital.

Seus habitantes são chamados de Morsaintois[2].

GeografiaEditar

Vias de comunicação e transportesEditar

Ela é também percorrida ao norte pela estrada departamental 77 e é limitada a oeste pela estrada departamental 117 que leva o nome de estrada de Corbeil. Sem a ferrovia passa no território do município, o mais próximo das estações ferroviárias, nas cidades vizinhas de Sainte-Geneviève-des-Bois, Saint-Michel-sur-Orge, Épinay-sur-Orge e Savigny-sur-Orge, todas servidas pela linha C do RER. Várias linhas de transporte público rodoviário cruzam todavia o território, onde a linha 420 da rede de ônibus Transports intercommunaux Centre Essonne[3], as linhas DM3[4], DM8[5], DM21[6] da rede de ônibus Daniel Meyer, a linha 103, 107 e 108 da rede de ônibus Veolia-Transdev CEAT[7]. A comuna também está localizada a sete quilômetros ao sul do Aeroporto de Paris-Orly e a quarenta e um quilômetros ao sudoeste do Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle.

ToponímiaEditar

O local é atestado na forma Murcinctus em 997 - 999[8] depois Morseng e Murcenc no século XII. É o produto de um tipo toponímico baixo latino Murocinctus (ver Morsain, Aisnes), Murocinctus em 879, que significa "cercado por muros"[9], mais tarde, o nome é mencionado nas formas Morcent, Murcent em 1159, Meurcentum em 1268[10] e finalmente Morsang, grafia não-etimológica[11]. A comuna foi fundada em 1793 com o seu nome atual.

HistóriaEditar

 
Mapa da região de Morsang no século XVII por Cassini

Armas e ferramentas que datam da Idade da Pedra têm sido descobertas durante a extração da pedra de mó na região. Na época da Gália romana, a vila estava longe das estradas romanas ligando Lutécia a Lugduno para leste e Cenabo para o oeste[12].

A primeira menção do lugar remonta à doação feita por Hugo Capeto para a abadia de Saint-Magloire de Paris em 980. Em 1159 o lugar foi listado sob o nome de Murcent, refletindo a presença de um muro ao redor da vila[13]. Uma igreja dedicada a são João foi construída no século XIII[14].

Em 1564 a propriedade foi vendida para a família do Raguenière e compreende uma mansão ao norte e a grande floresta de Séquigny ao sul. Uma capela dedicada a são Carlos foi construída nos XVII. Em 1616, o senhorio voltou à família Vassan.

No século XVIII, a vila foi organizada em torno do castelo, da fazenda e de um terceiro sítio, ligados entre si por uma estrada que levava à importante rota de Corbeil, a principal atividade agrícola de então era o vinho. Em 1739, o fazendeiro-geral Pierre Durey d'Harnoncourt comprou o senhorio de Morsang e edificou ali em 1740 o castelo de Morsang. Ele voltou a seu genro Louis Bénigne François Berthier de Sauvigny, primeiro presidente do Parlamento de Paris que o conservou até sua morte em 1789[15].

Em 1848 foi construída a prefeitura-escola[16]. A partir do século XIX, a vila evoluiu com a abertura de pedreiras de mó[17], casas burguesas foram construídas no que era então uma vila-rua, concluídas no início do século XX por loteamentos residenciais. Uma nova prefeitura-escola foi inaugurada em 1921[18], a anterior se tornando uma agência postal[19]. Em 1955 foi inaugurada um segundo lugar de culto católico na comuna[20]. Em 1975, a comuna se tornou a sede de seu cantão[21].

Cultura e patrimônioEditar

Patrimônio ambientalEditar

O parc du château e as bordas do Orge foram identificados como espaços naturais sensíveis pelo conselho geral de Essonne[22]. Além do vasto parque do castelo ao norte, o parc de la Source adjacente, o parc Pablo-Picasso ao sul e a place Henri-IV participam do quadro de vida, complementados por avenidas arborizadas. Um aglomerado de plátano, localizado no parc du château foi premiado com o Arbre remarquable[23].

Patrimônio arquitetônicoEditar

O castelo de Morsang dos séculos XVII e XVIII foi inscrito aos monumentos históricos em 5 de julho de 1979[24]. Um Marco quilométrico com um barrete frígio tem sido listado como monumento histórico em 12 de janeiro de 1931[25]. A fazenda da abadia foi listada nos monumentos históricos em 20 de novembro de 1920[26]. A ferme de l’Allemanderie data do século XVI[27], o campanário da igreja Saint-Jean-Baptiste data do século XIV[28].

Personalidades ligadas à comunaEditar

 
Alain Chabat.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Populations légales 2018. Recensement de la population Régions, départements, arrondissements, cantons et communes». www.insee.fr (em francês). INSEE. 28 de dezembro de 2020. Consultado em 13 de abril de 2021 
  2. Gentilé sur le site habitants.fr Acessado em 06/04/2009.
  3. Fiche horaires de la ligne 402 du réseau TICE sur le site officiel de la compagnie.
  4. Fiche horaires de la ligne DM3 du réseau Daniel Meyer sur le site officiel de la compagnie.
  5. Fiche horaire de la ligne DM8 du réseau de bus Daniel Meyer sur le site officiel de la compagnie.
  6. Fiche horaires de la ligne DM21 du réseau Daniel Meyer sur le site officiel de la compagnie.
  7. Fiche horaires de la ligne 107 du réseau CEAT sur le site officiel de la compagnie.
  8. Albert Dauzat; Charles Rostaing (1979). Librairie Guénégaud, ed. Dictionnaire étymologique des noms de lieu en France (em français). Paris: [s.n.] p. 479b - 480a sous Morchain. ISBN 2-85023-076-6 
  9. Par Pinard, Histoire, archéologie, biographie du canton de Longjumeau , page 232
  10. Hippolyte Cocheris, Anciens noms des communes de Seine-et-Oise, 1874, livro publicado online pelo Corpus Etampois.
  11. «Histoire du nom de la commune sur le site officiel de la commune.». Consultado em 13 de abril de 2017. Arquivado do original em 25 de março de 2017 
  12. «Histoire de Morsang avant Morsang sur le site officiel de la commune.». Consultado em 13 de abril de 2017. Arquivado do original em 13 de abril de 2017 
  13. «Article Un mesnil appelé Murcent sur le site officiel de la commune.». Consultado em 13 de abril de 2017. Arquivado do original em 25 de março de 2017 
  14. Fiche de l’église Saint-Jean sur le site topic-topos.com Arquivado em 27 de agosto de 2016, no Wayback Machine. Consultado em 23/02/2013.
  15. «Article Le château de Morsang sur le site officiel de la commune.». Consultado em 13 de abril de 2017. Arquivado do original em 13 de abril de 2017 
  16. «Images d'hier de Morsang sur le site officiel de la commune.». Consultado em 13 de abril de 2017. Arquivado do original em 13 de abril de 2017 
  17. Histoire de Morsang-sur-Orge sur le site topic-topos.com Arquivado em 6 de julho de 2013, no Wayback Machine. Acessado em 23/02/2013.
  18. Fiche de la mairie-école de Morsang-sur-Orge sur le site topic-topos.com Arquivado em 13 de abril de 2017, no Wayback Machine. Acessado em 23/02/2013.
  19. Fiche de la poste annexe sur le site topic-topos.com Arquivado em 13 de abril de 2017, no Wayback Machine. Acessado em 23/02/2013.
  20. Fiche de la chapelle Notre-Dame-de-Grâce sur le site topic-topos.com Arquivado em 13 de abril de 2017, no Wayback Machine. Acessado em 23/02/2013.
  21. Texte du décret du 7 décembre 1975 portant création du canton de Morsang-sur-Orge sur le site legifrance.gouv.fr Acessado em 21/05/2009.
  22. Carte des ENS de Morsang-sur-Orge sur le site du conseil général de l’Essonne.[ligação inativa]
  23. Liste des arbres remarquables sur le site de l’association A.R.B.R.E.S. Consulté le 17/02/2013.
  24. Notice no PA00087980, base Mérimée, ministère français de la Culture Mérimée PA00087980, Ministère français de la Culture. (fr).
  25. Notice no PA00087979, base Mérimée, ministère français de la Culture Mérimée PA00087979, Ministère français de la Culture. (fr).
  26. Notice no PA00087978, base Mérimée, ministère français de la Culture Mérimée PA00087978, Ministère français de la Culture. (fr).
  27. Fiche de la ferme de l’Allemanderie sur le site topic-topos.com Arquivado em 13 de abril de 2017, no Wayback Machine. Acessado em 17/02/2013.
  28. Fiche du clocher de l’église Saint-Jean sur le site topic-topos.com Arquivado em 27 de agosto de 2016, no Wayback Machine. Consultado em 17/02/2013.

Ligações externasEditar