Mortal Kombat: Defenders of the Realm

Mortal Kombat: Defenders of the Realm (br: Mortal Kombat: Os Defensores da Terra) é uma série animada de Mortal Kombat. Produzido pela Threshold Entertainment e Film Roman, foi ao ar no bloco de animação Action Extreme Team da USA Network por uma temporada de treze episódios de setembro a dezembro de 1996, consecutivamente com a série animada Street Fighter.[1] A série serve como uma combinação de uma sequência alternativa para o primeiro filme de Mortal Kombat e os eventos de Ultimate Mortal Kombat 3.

Mortal Kombat: Defenders of the Realm
Mortal Kombat: Os Defensores da Terra (BR)
Capa do DVD que contém os episódios da série.
Informação geral
Formato série de desenho animado
Duração 30 minutos
Criador(es) Ed Boon
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Produtor(es) Film Roman Productions
Threshold Entertainment
Elenco Clancy Brown
Brian Tochi
Olivia d'Abo
Cree Summer
Luke Perry
Dorian Harewood
Tod Thawley
Ron Perlman
Exibição
Emissora original USA Network
Transmissão original 21 de Setembro de 1996 - 14 de Dezembro de 1996
Temporadas 1
Episódios 13

HistóriaEditar

A série foi focada em um grupo de guerreiros reunidos por Raiden (soletrado Rayden na série) para defender o Earthrealm dos invasores que entraram por portais de várias outras dimensões. Os guerreiros reunidos incluíam Liu Kang, Stryker, Sonya Blade, Jax, Kitana e Sub-Zero, com Nightwolf funcionando principalmente como suporte técnico, mas ainda entrando na briga em várias ocasiões. Os guerreiros operavam em uma base oculta de onde Nightwolf e Rayden monitoravam as aberturas do portal; os guerreiros voavam em jatos em forma de dragão para lidar com distúrbios. Shao Kahn foi um arqui-inimigo ao longo da série, apesar de aparecer em apenas quatro dos treze episódios da série, sendo responsável por permitir que outros reinos invadissem o Earthrealm.

Os personagens e seus antecedentes eram principalmente contínuos com a representação do filme e o cânone da série, embora muitos personagens originais exclusivos do programa tenham sido introduzidos e alguns elementos de Mortal Kombat 3 tenham sido incluídos. As tramas do episódio compartilham pouca relação com a de qualquer um dos jogos, embora os designs dos personagens sejam baseados em seus sprites MK3 e Ultimate Mortal Kombat 3 (exceto Kitana, cujo design se parece com uma mistura de seus visuais de MKII e UMK3). Kung Lao, Johnny Cage, Mileena, Sindel, Goro e Kintaro não foram mostrados nem referenciados no programa, enquanto personagens baseados em Reptile, Baraka e Jade foram apresentados.

O final envolveu Kitana liderando uma rebelião de Outworld contra Kahn. O aspecto mais notável do show foi que ele proporcionou a estréia de Quan Chi, que se tornaria um grande antagonista na série de jogos.

CrossoverEditar

O episódio 9, "Resurrection", é parte 3 de um crossover de 4 episódios com vários outros programas que foram ao ar como parte do bloco de programação "Action Extreme Team" da USA Network[2]:

  • Street Fighter (1995-1997, Estados Unidos): episódio 22 "The Warrior King" (Parte 1)
  • Savage Dragon (1995-1996, Estados Unidos): episódio 21 (208) "Endgame" (Parte 2)
  • Wing Commander Academy (1996, Estados Unidos): episódio 8 "Recreation" (Parte 4)

Referências

  1. Erickson, Hal (2005). Television Cartoon Shows: An Illustrated Encyclopedia, 1949 Through 2003 (2nd ed.). McFarland & Co. pp. 564–565. ISBN 978-1476665993
  2. «Warrior King: The Forgotten Street Fighter / Mortal Kombat Crossover». Den of Geek (em inglês). 13 de maio de 2017. Consultado em 25 de junho de 2020 

Ligações externasEditar