Motor a diesel

(Redirecionado de Motor diesel)
Motor a diesel
Tipo
motor alternativo (en)
automotive product (d)
Descoberto
Descobridor
Data
Fabricação
Origem
Funcionamento
Energia

O motor Diesel batizado em homenagem a Rudolf Diesel, é um motor de combustão interna no qual a ignição do combustível é causada pela elevação da temperatura do ar no cilindro devido à compressão mecânica; assim, o motor a diesel é chamado de motor de ignição por compressão. Isso contrasta com os motores que usam vela de ignição da mistura ar-combustível, como um motor a gasolina ou um motor a gás (usando um combustível gasoso como gás natural ou gás liquefeito de petróleo).

História

editar
 
Rudolf Diesel

Rudolf Diesel

editar
 Ver artigo principal: Rudolf Diesel

Foi um engenheiro alemão, famoso pela invenção do motor que leva seu nome. Nos anos seguintes ao seu diploma, alcançado brilhantemente em 1880 na Technische Hochschule de Munique, Diesel tentou inventar um substituto mais eficaz para o vapor como meio fluido para ser usado em motores térmicos. Graças à sua considerável preparação teórica matemática e física, ele conseguiu projetar um motor com maior eficiência do que o motor a vapor e o motor de combustão interna que Nikolaus August Otto havia inventado antes dele. O motor de Diesel foi patenteado em 1892, mas não foi até 1897 que foram feitos quaisquer exemplos que funcionassem satisfatoriamente.[1][2][3]

Durante o resto de sua vida, ele se esforçou para apresentar seu motor em todo o mundo, mas sempre foi atormentado por problemas relacionados à fabricação, licenciamento e financiamento. Enquanto estava a caminho da Inglaterra (1913) morreu. Nos anos seguintes, o motor a diesel ganhou importância crescente como gerador de energia para máquinas e meios de transporte.[1][2][3]

 
 
 
 
Primeiro Motor
Diesel de 1893.
A patente sobre o motor
de Rudolf Diesel, em 23
de fevereiro de 1893.
Motor a diesel, em
aplicação estacionária
,
acoplado a um gerador.
Motor Diesel.

Velocidade

editar
 
Motor aeronáutico a diesel SMA SR305-230.

Industrialmente, estes motores são divididos segundo a sua velocidade de rotação (rpm), existem três tipos: altas, médias e baixas velocidades.

  • Médias velocidades - (variam entre as 500 e 1000 rpm) - Na indústria, estes motores são utilizados em aplicações de "grande porte", tais como locomotivas, grandes compressores e bombas, grupos geradores diesel-elétricos e alguns navios (ver: propulsão naval).
  • Baixas velocidades - (variam entre 60 e 200 rpm) - Em grandes navios, os maiores motores (em dimensão) quando comparados com os outros dois, estes motores diferenciam-se não só pela potência que são capazes de desenvolver (cerca de 85 MW), como pelas propriedades do combustível - normalmente óleo combustível pesado - e a velocidade de explosão e serem motores dois tempos, como o maior motor a combustão interna do mundo[4] o Wärtsilä-Sulzer RT-flex96C.

Combustível

editar
 Ver artigo principal: Diesel
 Ver também : Bomba injetora
 
Bomba injetora de um motor a diesel de 12 cilindros.

O primeiro protótipo de motor diesel foi alimentado com óleo vegetal (óleo de amendoim),[5] porém o combustível utilizado desde então pelos motores diesel é o óleo diesel (gasóleo em Portugal), um hidrocarboneto obtido a partir da refinação do petróleo a temperaturas de 250°C e 350 °C. Recentemente no Brasil, por lei, o diesel de petróleo é vendido após receber uma adição percentual de biodiesel, pois esse é produzido de óleo vegetal e/ou animal (fontes de energia renovável) através do processo de transesterificação sendo, portanto, um éster[6] e não um hidrocarboneto como o diesel de origem fóssil. Há pesquisas desde 1920 para aprimorar a produção de diesel sintético através de tecnologias de conversão (Processo de Fischer-Tropsch) utilizando como insumo substâncias que contém carbono e hidrogênio (ver: Combustível sintético). Na década de 2010, pesquisa-se a produção de biodiesel a partir de cana-de-açúcar que, como o diesel derivado do petróleo, também é um hidrocarboneto.[7]

Seu primeiro uso prático foi no campo da propulsão naval. As primeiras embarcações a usá-lo foram o petroleiro Vandal (Rússia, 1903) [8] e o submarino Aigrette (França, 1904).[9] Em 1912, surge a primeira locomotiva a diesel (Suíça).[10] O primeiro trator e o primeiro caminhão a diesel surgiram, respectivamente em 1922 e 1923 (ambos na Alemanha).[11][12] No começo dos anos 1930, automóveis com este propulsor disputaram competições automobilísticas nos Estados Unidos.[13] A produção em série de automóveis leves dotados de motor a diesel, só teve início na década de 1930, por iniciativa de fabricantes da França e Alemanha.[13]

 
 
 
Diagrama do petroleiro russo Vandal. Cigogne (França, 1904) o segundo
submarino da Classe Aigrette.[14]
Hanomag Rekord (Alemanha, 1933)
um dos primeiros automóveis
com motor a diesel.[15]

Galeria

editar
Veículos com motorização diesel:
 
 
 
R101 Motocicleta a diesel Nohab-Locomotiva

Ver também

editar

Bibliografia

editar

Referências

  1. a b Rudolf Diesel, Theorie und Konstruktion eines rationellen Wärmemotors zum Ersatz der Dampfmaschine und der heute bekannten Verbrennungsmotoren, Berlin, Springer, 1893
  2. a b Rudolf Diesel, Die Entstehung des Dieselmotors. Springer, Berlin 1913. Fac-simile: Moers, Steiger, 1984, ISBN 3-921564-70-0
  3. a b Rudolf Diesel, Solidarismus. 1903. Zitat Rudolf Diesel: „Daß ich den Dieselmotor erfunden habe, ist schön und gut. Aber meine Hauptleistung ist, daß ich die soziale Frage gelöst habe.“, Augsburg, Neuauflage im MaroVerlag, 2007, ISBN 978-3-87512-416-3
  4. «Como é feito o maior e mais potente motor a diesel do mundo - FlatOut!». Consultado em 6 de outubro de 2015 
  5. Felippe Gil (2019). «Amendoim: história, botânica e culinária». Editora Senac São Paulo. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  6. BioDieselBR - O Que é Biodiesel? 27 de Janeiro de 2006, acessado em 29/07/2018.
  7. BioDieselBR - Diesel de cana: assobiar e chupar cana. Tatiane Matheus, 27 de Agosto de 2012, acessado em 29/07/2018.
  8. Brita Åsbrink. «M/s Vandal - a historical ship». Brothers Nobel (em inglês). Consultado em 26 de novembro de 2019 
  9. Taylor Baldwin Kiland, Michael Teitelbaum (2015). «Military Submarines: Sea Power». Enslow Publishing, LLC (Google Livros) (em inglês). Consultado em 26 de novembro de 2019 
  10. John W. Klooster (2009). «Icons of Invention: The Makers of the Modern World from Gutenberg to Gates, Volume 1». ABC-CLIO, (Google Livros) (em inglês). Consultado em 26 de novembro de 2019 
  11. Graeme R. Quick (2006). «Australian Tractors: Indigenous Tractors and Self-propelled Machines in Rural Australia». Rosenberg Publishing, (Google Livros) (em inglês). Consultado em 26 de novembro de 2019 
  12. Charlie Samuels (2010). «The Age of the Atom (1900 – 1946)». Gareth Stevens Publishing LLLP, (Google Livros) (em inglês). Consultado em 26 de novembro de 2019 
  13. a b «First Diesel Car». Automostory (em inglês). Consultado em 26 de novembro de 2019 
  14. Fernanda das Graças Corrêa (2021). «INOVAÇÃO EM TECNOLOGIAS SUBMARINAS NAEXPLORAÇÃO OCEÂNICA: PASSADO E PRESENTE». Universidade Federal de Santa Maria. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  15. «Hanomag 6/32 PS, Rekord & Rekord Diesel». kfzderwehrmacht.de (em inglês). Consultado em 30 de setembro de 2022 

Ligações externas

editar
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Motor a diesel