Motores de Fórmula 1

A Fórmula 1 teve ao longo de sua história uma grande variedade de mudanças nas regulamentações que afetou os motores. Isso levou ao uso de diferentes tipos de propulsores desde 1947, época em que a atual Federação Internacional de Automobilismo (FIA) se reuniu para especificar as regras que os pilotos e os monopostos deveriam obedecer. As "formulas" que limitavam a capacidade do motor tinham sido usadas nas corridas de Grandes Prêmios regularmente desde a Primeira Guerra Mundial.

Motores atuaisEditar

A Fórmula 1 desde a temporada de 2014 utiliza motores turbocomprimidos V6 de 1600 cilindradas.[1]

Unidade de potência Equipe(s)
Ferrari Alfa Romeo Racing Orlen
Scuderia Ferrari
Haas F1 Team
Honda Red Bull Racing
Scuderia AlphaTauri Honda
Mercedes-AMG Mercedes-AMG Petronas Formula One Team
Aston Martin Cognizant F1 Team
McLaren F1 Team
Williams Racing
Renault E-Tech Alpine F1 Team

Motores anterioresEditar

País Motor
  Acer (motor Ferrari rebatizado[2])
  Alfa Romeo
  Alta
  Arrows (motor Hart rebatizado[2])
  Asiatech[2]
  Aston Martin
  ATS
  Borgward
  BMW
  BRM
  Bristol
  BPM
  BRM
  Bugatti
  Butterworth
  BWT Mercedes (motor Mercedes rebatizado)
  Castellotti
  Climax
  Cosworth
  De Tomaso
  EMW
  ERA
  European (motor Ford rebatizado[2])
  Ford
  Fondmetal (motor Ford rebatizado[2])
  Ford Cosworth
  Gordini
  Hart
  Ilmor
  Jaguar
  JAP
  Judd
  Küchen
  Lamborghini
  Lancia
  Lea-Francis
  Life
  Maserati
  Matra
  Mecachrome[2]
  Megatron (motor BMW rebatizado[2])
  Milano
  Motori Moderni
  Mugen-Honda[2]
  Novi
  Offenhauser
  OSCA
  Osella (motor Alfa Romeo rebatizado[2])
  Petronas (motor Ferrari rebatizado[2])
  Peugeot
  Platé
  Playlife (motor Mecachrome rebatizado[2])
  Porsche
  Pratt & Whitney
  Repco
  Sauber (motor Ilmor rebatizado[2])
  Scarab
  Serenissima
  Simca
  Subaru (motor Motori Moderni rebatizado[2])
  Supertec (motor Mecachrome rebatizado[2])
  TAG (motor Porsche rebatizado[2])
  TAG Heuer (motor Renault rebatizado)
  Talbot
  Tecno
  Toro Rosso (motor Renault rebatizado)
  Toyota
  Vanwall
  Weslake
  Yamaha
  Zakspeed

NotasEditar

Referências

  1. «Novos motores turbo mudam a cara da F1 para 2014; entenda». Terra. 14 de março de 2014. Consultado em 26 de junho de 2018 
  2. a b c d e f g h i j k l m n o «Memórias: Os renomes de motores na F1». Vida de Paddock. Consultado em 8 de outubro de 2020 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Motores de Fórmula 1
  Este artigo sobre Fórmula 1 é um esboço relacionado ao projeto sobre Fórmula 1. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.