Abrir menu principal

Mrs. Parkington

filme de 1944 dirigido por Tay Garnett
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2014). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mrs. Parkington
Mrs. Parkington, a Mulher Inspiração[1][2] (BRA)
 Estados Unidos
1944 •  pb •  124 min 
Direção Tay Garnett
Produção Leon Gordon
Roteiro Robert Thoeren
Polly James
Louis Bromfield (romance)
Elenco Greer Garson
Walter Pidgeon
Edward Arnold
Agnes Moorehead
Gênero drama
Música Bronislau Kaper
Direção de arte Cedric Gibbons
Randall Duell
Direção de fotografia Joseph Ruttenberg
Efeitos especiais A. Arnold Gillespie
Daniel Hall
Warren Newcombe
Figurino Adrian
Valles
Edição George Boemler
Companhia(s) produtora(s) MGM
Distribuição MGM
Lançamento Estados Unidos novembro de 1944
Portugal 4 de janeiro de 1945
Idioma inglês

Mrs. Parkington (Mrs. Parkington, A Mulher Inspiração BRA ) é um filme norte-americano de 1944, do gênero drama, dirigido por Tay Garnett e estrelado por Greer Garson e Walter Pidgeon.

Índice

Notas de produçãoEditar

Baseado no romance homônimo de Louis Bromfield, best-seller em 1943, o roteiro exigiu que Greer Garson, aos 35 anos, utilizasse maquiagem pesada para parecer uma velha dama por quase todo o tempo de projeção. Não somente ela, mas também Hans Conried, que, aos vinte e sete anos, interpreta um músico já debilitado.[3]

Saga de uma família, entre 1875 e 1938, e grande sucesso de público,[4] o filme concorreu a dois prêmios Oscar -- Melhor Atriz para Greer Garson e Melhor Atriz Coadjuvante para Agnes Moorehead.

Segundo o crítico e historiador Ken Wlaschin, Mrs. Parkington é um dos dez filmes, tanto de Garson quanto de Walter Pidgeon.[5]

SinopseEditar

Através de flashbacks, Susie Parkington conta como, de camareira de um hotel em Nevada nos tempos do Velho Oeste, passou a dama rica na fervilhante Nova Iorque século XX adentro. Tirada enfim da pobreza pelo financista Augustus Parkington, que depois se tornou um marido infiel e implacável homem de negócios, Susie tenta adaptar-se à alta sociedade novaiorquina, à aristocracia europeia e aos ditames da moda mais sofisticada. O caminho, porém, é cheio de pedras.

PremiaçõesEditar

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Atriz (Greer Garson)
Melhor Atriz Coadjuvante (Agnes Moorehead)
Indicado
Indicado
Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood Golden Globe Melhor Atriz Coadjuvante - Cinema (Agnes Moorehead) Vencedor

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Greer Garson Susie Parkington
Walter Pidgeon Major Augustus Parkington
Edward Arnold Amory Stilham
Agnes Moorehead Baronesa Aspasia Conti
Cecil Kellaway Edward, Príncipe de Gales
Gladys Cooper Alice, Duquesa de Brancourt
Frances Rafferty Jane Stilham
Tom Drake Ned Talbot
Peter Lawford Lorde Thornley
Dan Duryea Jack Stilham
Hugh Marlowe John Marbey
Selena Royle Mattie Trounson
Fortunio Bonanova Senhor Cellini
Lee Patrick Madeleine Parkington Swann
Hans Conried Ernst
Harry Cording Humphrey
Tala Birell Lady Nora Ebbsworth
Al Ferguson Mineiro (não-creditado)
Rhea Mitchell Mrs. Humphrey (não-creditada)
Dorothy Phillips Pedestre (não-creditada)
  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. Mrs. Parkington, a Mulher Inspiração no CinePlayers (Brasil)
  2. Mrs. Parkington, a Mulher Inspiração (em português) no AdoroCinema (Brasil)
  3. ERICKSON, Hal. «Mrs. Parkington». AllMovie. Consultado em 14 de agosto de 2014 
  4. EAMES, John Douglas, The MGM Story, Londres: Octopus Books, 1982 (em inglês)
  5. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.