Murade V

Maomé Murade V[1] (Mehmed Murad V ou Murat V; 21 de Setembro de 184029 de Agosto de 1904) foi o sultão do Império Otomano que reinou desde o dia 30 de Maio de 1876 até o dia 31 de Agosto do mesmo ano.

Murade V
Sultão do Império Otomano
Califa dos Muçulmanos
Sultão Otomano
Reinado 30 de Maio de 187631 de Agosto 1876
Antecessor(a) Abdulazize
Sucessor(a) Abdulamide II
 
Dinastia Otomana
Nome completo Murad bin Abdulmejid
Nascimento 21 de setembro de 1840
Constantinopla, Império Otomano
Morte 29 de agosto de 1904 (63 anos)
Constantinopla, Império Otomano
Pai Abdul Mejide I
Mãe Şevkefza Kadın
Religião Islã sunita
Assinatura Assinatura de Murade V

Primeiros anosEditar

Murade nasceu em Istambul em 21 de setembro de 1840.[2] Seu pai era Abdul Mejide I. Sua mãe, com quem seu pai se casou em Constantinopla em 1º de agosto de 1839, era Şevkefza Kadın, uma mulher circassiana [3] [4] [5] da tribo Ubykh, filha de Mehmed Bei Zaurum e sua esposa Cemile Hanım. [6]

A partir do final de 1840, outras princesas e príncipes do jovem sultão nasceram. Foi dada atenção à educação e treinamento cuidadoso do grande príncipe Murade.[7]

Murade também participou das visitas de Abdulazize ao Egito em 1863 e à Europa em 1867. Embora ele fosse apreciado pelos governantes europeus com sua gentileza, seu tio, que não se sentia à vontade com isso, planejava mandá-lo de volta a Istambul. Napoleão e a rainha Vitória mostraram interesse em Murade mais que em Abdulaziz. Além disso, foram organizados convites e excursões especiais para o príncipe herdeiro. [8]

Ele passou a maior parte do tempo na fazenda em Kurbağalıdere, Kadıköy, onde Abdulazize havia lhe alocado. Ele freqüentemente falava com senhores Şinâsi, Nâmık Kemal e Ziyâ (Pasha) sobre legitimidade, democracia e liberdade. Em Ziyâ Pasha e seu médico especial, Kapoleon Efendi, ele também se comunicou com Midhat Pasha, líder do grupo de oposição, que estava insatisfeito com o governo de Abdulazize. Nesse caso, o Império Otomano enfrentou várias dificuldades.[9]

ReinadoEditar

Ele sucedeu ao trono após a deposição do tio em 30 de maio de 1876. Ele foi altamente influenciado pela cultura francesa e foi liberal. [10] [11] [12] [13] Ele reinou por 93 dias antes de ser deposto, alegando que estava doente mental.[13] Como resultado, ele não conseguiu entregar a Constituição que seus apoiadores haviam procurado. A instabilidade política que se seguiu causada por sua expulsão aproximou o império da guerra desastrosa com a Rússia, então governada por Alexandre II.

Murade V foi o primeiro e único membro sultão da Grande Loja de Maçons Livres e Aceitos da Turquia .[14] [15]

Uma fonte primária importante sobre sua vida vem das memórias de uma de suas consortes, Filizten Kalfa, escrito na década de 1930. [16]

MorteEditar

Ele morreu no Palácio de Çırağan, Ortaköy, Istambul, e foi enterrado em Istambul em 30 de agosto de 1904. Seu irmão, Abdulamide II, subiu ao trono em 31 de agosto de 1876.

Enquanto sua esposa Mevhibe e seu filho Selahaddin Efendi relataram que Murade V estava disposto a ser enterrado no mausoléu Yahya Efendi, ele não aprovou. Abdulamide fez o funeral de seu irmão sem anúncio e cerimônia. A oração do ex-sultão que foi lavada e encoberta no Palácio Topkapi foi realizada na mesquita Hidayet em Bahçekapı; Após a procissão fúnebre, ele foi enterrado ao lado de sua mãe keevkefza na nova mesquita, Istambul. [17]

Referências

  1. Alves 2014, p. 667.
  2. Britannica, "Istanbul": "Until the Turkish Post Office officially changed the name in 1930, however, the city continued to bear the millenary name of Constantinople."
  3. Açba, Harun (2007). «Bölüm 2: Sultan I. Abdülhamid Han Ailesi». Kadınefendiler: Son Dönem Osmanlı Padişah Eşleri. Prolil Yayıncılık (em Turkish) 1 ed. Istanbul: [s.n.] 
  4. [1]Turkish Historical Society XXXI. Türk Tarih Kurumu Osmanlı Tarihi Interaktif CD-ROM
  5. http://www.osmanli700.gen.tr/kesitler/anneleri.html
  6. İbrahim Pazan (2007). Padişah anneleri. Babıali Kültür Yayıncılığı. [S.l.: s.n.] ISBN 978-9944-118-31-6 
  7. Sakaoğlu 2015, p. 440.
  8. Sakaoğlu 2015, p. 442.
  9. «MURAD V مراد (1840-1904) Osmanlı padişahı (1876).». İslam Ansiklopedisi 
  10. Howard, Douglas Arthur (2001). The History of Turkey. Greenwood Publishing Group. [S.l.: s.n.] 66 páginas. ISBN 0313307083 
  11. Smith, Jean Reeder; Smith, Lacey Baldwin (1980). Essentials of World History. Barron's Educational Series. [S.l.: s.n.] ISBN 0812006372 
  12. Yapp, Malcolm (9 January 2014). The Making of the Modern Near East 1792-1923. Routledge. [S.l.: s.n.] 118 páginas. ISBN 978-1317871071  Verifique data em: |data= (ajuda)
  13. a b Palmer, Alan. The Decline and Fall of the Ottoman Empire, 1992. Page 141–143.
  14. http://162.243.49.51/web/03_turkiye.html#5 Arquivado em 13 de abril de 2014[Erro data trocada] no Wayback Machine.
  15. http://www.bibliotecapleyades.net/sociopolitica/templars/knights_templars04.htm
  16. Brookes, Douglas Scott. The concubine, the princess, and the teacher: Voices from the Ottoman Harem. University of Texas Press, 2010. p13-14
  17. Sakaoğlu 2015, p. 450.

Precedido por
Abdulazize
Sultão Otomano
1876
Sucedido por
Abdulamide II

BibliografiaEditar

  • Alves, Adalberto (2014). Dicionário de Arabismos da Língua Portuguesa. Lisboa: Leya. ISBN 9722721798 


  Este artigo sobre Sultões é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre História da Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.