Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Murilo Sebastião Ramos Krieger,
S.C.J.
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo de Salvador e
Primaz do Brasil
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade Eclesiástica
Ordem Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus
Diocese Arquidiocese de Salvador
Nomeação 11 de janeiro de 2011
Entrada solene 25 de março de 2011
Predecessor Dom Geraldo Majella Cardeal Agnelo
Mandato 2011 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 7 de dezembro de 1969
Brusque
por Dom Alfonso Niehues
Nomeação episcopal 16 de fevereiro de 1985
Ordenação episcopal 28 de abril de 1985
Brusque
por Dom Alfonso Niehues
Lema episcopal DEUS CARITAS EST
Deus é Amor
Nomeado arcebispo 7 de maio de 1997
Brasão arquiepiscopal
Coat of arms of Murilo Sebastião Ramos Krieger.svg
Dados pessoais
Nascimento Brusque,  Santa Catarina
19 de setembro de 1943 (75 anos)
Nacionalidade brasileiro
Funções exercidas - Bispo-auxiliar de Florianópolis (1985-1991)
- Bispo de Ponta Grossa (1991-1997)
- Arcebispo de Maringá (1997-2002)
- Arcebispo de Florianópolis (2002-2011)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, SCJ (Brusque, 19 de setembro de 1943) é um padre dehoniano e arcebispo católico brasileiro. É o arcebispo metropolitano de Salvador e Primaz do Brasil.

Índice

FormaçãoEditar

Concluiu o ensino básico no Seminário da Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus, em Corupá (1956 a 1962). Estudou Filosofia em Brusque (1964 a 1965) e Teologia no Instituto Teológico SCJ, em Taubaté (1966 a 1969). Fez licenciatura em Letras (Português), na Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira em São Paulo (1972). Frequentou cursos de espiritualidade em Universidades Pontifícias de Roma, em 1980.

Após um ano de noviciado, ingressou na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, professando os votos religiosos a 2 de fevereiro de 1964. A 7 de dezembro de 1969 foi ordenado sacerdote em Brusque, Santa Catarina. Foi pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Taubaté (1970).

De 1971 a 1973 dedicou-se ao Movimento Shalom, que ajudara a fundar. De 1974 a 1979 foi Reitor do Instituto Teológico SCJ. De 1981 a 1985 foi superior provincial da Província Brasileira Meridional.

Em 1985, o papa João Paulo II o nomeou bispo auxiliar de Florianópolis, tendo sido ordenado bispo em sua cidade natal, no dia 28 de abril de 1985. Em 1991 foi nomeado bispo de Ponta Grossa, tomando posse dia 22 de junho desse mesmo ano. Seu lema episcopal é: Deus caritas est (Deus é amor – 1 Jo 4,16).[1]

Em 1997 o Papa João Paulo II o nomeou arcebispo de Maringá e em 2002, tornou-se arcebispo de Florianópolis. Aos 12 de janeiro de 2011, o Papa Bento XVI o nomeou arcebispo de São Salvador da Bahia. Tomou posse no dia 25 de março desse mesmo ano.[2]

Aos 25 de junho de 2011 teve seu nome divulgado como membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Campanha para a Evangelização da CNBB[3].

No dia 20 de abril de 2015 foi eleito vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.[4]

Chegada a SalvadorEditar

No dia 22 de março de 2011, D. Murilo foi recebido no aeroporto de Salvador, onde pessoas de muitos matizes e movimentos católicos estiveram presentes.[5] No dia 25 de março, tomou posse como arcebispo de Salvador na Catedral-Basílica[6].

Ordenações EpiscopaisEditar

Dom Murilo foi o ordenante principal dos seguintes Bispos:

Foi um dos co-consagrantes dos seguintes bispos:

Livros publicadosEditar

  • Shalom, a Paz ao Alcance da Juventude
  • Deixa Meu Povo Ir (1988)
  • Peregrinos do Reino-Cidadãos do Mundo (Ed. Santuário)
  • Apascenta Minhas Ovelhas (Ed. Santuário)
  • Alegre-se: Deus é Amor! (Loyola)
  • O Primeiro, o Último, o Único Natal (Loyola)
  • Com Maria, a mãe de Jesus (Paulinas)
  • Um mês com maria (Paulinas)
  • Maria na Piedade Popular (Paulus)
  • Os meios de Comunicação a Serviço da Igreja (Canção Nova)

Escreve mensalmente para as revistas Mensageiro do Coração de Jesus (São Paulo-SP), Brasil Cristão (Valinhos-SP) e para o Jornal da Arquidiocese (Florianópolis-SC).

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Metropolitan Archdiocese of São Salvador da Bahia» (em inglês). Consultado em 2 de março de 2011 
  2. «Dom Murilo Krieger é o novo arcebispo de Salvador». CNBB. Consultado em 12 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 15 de janeiro de 2011 
  3. [1] Arquivado em 29 de junho de 2011, no Wayback Machine., Divulgados os nomes dos eleitos para as Comissões Episcopais Pastorais da CNBB, 25.06.2011
  4. «Dom Murilo Krieger é eleito vice-presidente da CNBB». Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. 20 de abril de 2015. Consultado em 20 de abril de 2015. Arquivado do original em 13 de julho de 2015 
  5. «Cópia arquivada». Consultado em 9 de abril de 2011. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  6. «Cópia arquivada». Consultado em 9 de abril de 2011. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
Precedido por
Dom Geraldo Pellanda
 
Bispo de Ponta Grossa

1991 - 1997
Sucedido por
Dom João Braz de Aviz
Precedido por
Dom Jaime Luiz Coelho
 
Arcebispo de Maringá

1997 - 2002
Sucedido por
Dom João Braz de Aviz
Precedido por
Dom Eusébio Oscar Scheid
 
Arcebispo de Florianópolis

2002 - 2011
Sucedido por
Dom Wilson Tadeu Jönck
Precedido por
Dom Geraldo Majella Cardeal Agnelo
 
Arcebispo de Salvador

2011 -
Sucedido por
-