Murray Rothbard

economista heterodoxo norte-americano da Escola Austríaca, historiador e filósofo político

Murray Newton Rothbard (Nova Iorque, 2 de março de 1926 – Nova Iorque, 7 de janeiro de 1995) foi um economista heterodoxo norte-americano da Escola Austríaca,[1][2] historiador, e filósofo político[3](11, 286, 380) que ajudou a definir o conceito moderno de libertarianismo.[4] Ele fundou e foi principal teórico de uma vertente de anarquismo baseada no livre mercado, denominada "anarcocapitalismo",[5] um firme defensor do revisionismo histórico e uma figura central no movimento libertário americano do século XX. Ele escreveu mais de vinte livros sobre teoria política, revisionismo histórico, economia e outros assuntos.[5]

Murray Newton Rothbard
Murray Rothbard
Murray Rothbard
Nascimento 2 de março de 1926
Bronx, Nova Iorque, Estados Unidos
Morte 7 de janeiro de 1995 (68 anos)
Nova Iorque, Estados Unidos
Nacionalidade norte-americano Estados Unidos
Etnia Asquenaze
Magnum opus Man, Economy, and State
Escola/tradição Escola Austríaca
Principais interesses anarcocapitalismo, praxeologia, direitos naturais, ética, filosofia, economia
Ideias notáveis fundador do anarcocapitalismo

Rothbard afirmou que todos os serviços prestados pelo "sistema de monopólio do estado corporativo" poderiam ser fornecidos de forma mais eficiente pelo setor privado e escreveu que o estado é "a organização do roubo sistematizado e em larga escala".[6][7][8][9] Ele chamou o sistema bancário de reservas fracionárias de uma forma de fraude e se opôs ao banco central. Ele se opôs categoricamente a todo intervencionismo militar, político e econômico nos assuntos de outras nações.[10][11] De acordo com o seu aluno Hans-Hermann Hoppe, "não haveria nenhum movimento anarcocapitalista sem Rothbard".[12]

O economista Jeffrey Herbener, que chama Rothbard de amigo e "mentor intelectual", escreveu que Rothbard recebeu "apenas ostracismo" da academia tradicional.[13] Rothbard rejeitou as principais metodologias econômicas e, em vez disso, adotou a praxeologia de seu mais importante precursor intelectual, Ludwig von Mises. Para promover suas ideias econômicas e políticas, Rothbard juntou-se a Llewellyn H. "Lew" Rockwell, Jr. e Burton Blumert em 1982 para estabelecer o Instituto Ludwig von Mises em Alabama.

Mais tarde em sua carreira, Rothbard defendeu uma aliança libertária com o paleoconservadorismo (que ele chamou de paleolibertarianismo) e elogiou David Duke.[14] Na década de 2010, ele recebeu atenção renovada dos críticos que o viam como uma influência da direita alternativa.

Vida e obra

editar
 
Ludwig von Mises, economista austríaco, importante professor de Rothbard

Educação

editar

Murray Newton Rothbard nasceu dia 2 de março de 1926, filho de David e Rae Rothbard em uma família judia construída no Bronx. Rothbard se manteve um "direitista" (da old right americana), embora o meio em que tivesse crescido fosse, segundo ele, recheado de "comunistas ou simpatizantes".[15] Estudou na Universidade de Columbia, onde se tornou bacharel em matemática e economia em 1945 e mestre em artes em 1946. Fez ainda doutorado em filosofia e economia em 1956 na mesma universidade sob Arthur Burns.[3]:43–44

 
Murray Rothbard dando aula.

Durante o início da década de 1950, estudou sob a orientação do economista austríaco Ludwig von Mises e seus seminários na Universidade de Nova York e foi grandemente influenciado pelo livro Ação Humana, de Mises.[3]:46 Nos anos 1950 e 1960 trabalhou para o liberal clássico Fundo William Volker em um projeto que resultou no livro Homem, Economia e Estado, publicado em 1962. De 1963 a 1985, lecionou no Instituto Politécnico da Universidade de Nova York, no Brooklyn. De 1986 até sua morte foi um ilustre professor da Universidade de Nevada, Las Vegas. Rothbard fundou o Centro de Estudos Libertários em 1976 e o Jornal de Estudos Libertários, em 1977. Participou da criação em 1982 do Instituto Ludwig von Mises e, mais tarde, foi seu vice-presidente acadêmico. Em 1987 começou o acadêmico Review of Austrian Economics, agora chamado de Quarterly Journal of Austrian Economics.[16][17][18]

Em 1989, Rothbard deixou o Partido Libertário e começou a construir pontes para a direita anti-intervencionista pós-Guerra Fria, chamando a si mesmo de paleolibertário, uma reação conservadora contra o liberalismo cultural do libertarianismo dominante.[19][20] O paleolibertarianismo procurou atrair pessoas brancas descontentes da classe trabalhadora por meio de uma síntese do conservadorismo cultural e da economia austro-libertária. De acordo com Reason, Rothbard defendeu o populismo de direita em parte porque estava frustrado com o fato de os pensadores convencionais não estarem adotando a visão libertária e sugeriu que o ex-KKK David Duke e o senador de Wisconsin Joseph McCarthy eram modelos para um esforço de "alcance aos rednecks" que poderia ser usado por uma ampla coalizão libertária/paleoconservadora.[21] Trabalhando em conjunto, a coalizão exporia a "aliança profana de 'corporativo liberal' Big Business e elites da mídia, que, por meio de um grande governo, privilegiaram e causaram o surgimento de uma subclasse parasitária". Rothbard culpou essa "subclasse" por "saquear e oprimir a maior parte das classes média e trabalhadora na América".[19]

Em 1953 casou-se com JoAnn Schumacher em Nova York, a quem ele chamou "quadro indispensável" para a sua vida e trabalho.[22] Morreu em 1995 em Manhattan de um ataque cardíaco. Quando morreu, o obituário do New York Times chamou Rothbard de "um economista e filósofo social ferozmente defensor da liberdade individual contra a intervenção do governo". [17]

Livros

editar

Originais:

editar
  • Man, Economy, and State (1962) ISBN 0945466307
  • The Panic of 1819. 1962, 2006 edition: ISBN 1933550082.
  • America's Great Depression (1963, 1972, 1975, 1983, 2000) ISBN 0945466056
  • What Has Government Done to Our Money? (1963) ISBN 0945466447
  • Economic Depressions: Causes and Cures (1969)
  • Power and Market (1970) ISBN 1933550058 (restored to Man, Economy, and State ISBN 0945466307, 2004)
  • Education: Free and Compulsory (1972) ISBN 0945466226
  • Left and Right, Selected Essays 1954-65 (1972)
  • For a New Liberty: The Libertarian Manifesto (1973, 1978) ISBN 0945466471
  • The Essential von Mises (1973)
  • The Case for the 100 Percent Gold Dollar. (1974) ISBN 094546634X
  • Egalitarianism as a Revolt Against Nature and Other Essays (1974) ISBN 0945466234
  • Conceived in Liberty (1975-79) ISBN 0945466269
  • Individualism and the Philosophy of the Social Sciences (1979) ISBN 0932790038
  • The Ethics of Liberty (1982) ISBN 0814775594
  • The Mystery of Banking (1983) ISBN 0943940044
  • Ludwig von Mises: Scholar, Creator, Hero (1988) OCLC 20856420
  • Freedom, Inequality, Primitivism, and the Division of Labor. (1991)
  • The Case Against the Fed (1994) ISBN 094546617X
  • An Austrian Perspective on the History of Economic Thought (1995) ISBN 094546648X
  • Wall Street, Banks, and American Foreign Policy (1995)
  • Making Economic Sense (1995, 2006) ISBN 0945466188
  • Logic of Action (1997) ISBN 1858980151 e ISBN 1858985706
  • The Austrian Theory of the Trade Cycle and Other Essays ISBN 0945466218
  • Irrepressible Rothbard: The Rothbard-Rockwell Report Essays of Murray N. Rothbard (2000) ISBN 1883959020
  • A History of Money and Banking in the United States (2005) ISBN 0945466331
  • The Libertarian Forum|The Complete Libertarian Forum (2006) ISBN 1933550023
  • Economic Controversies (2007)
  • The Betrayal of the American Right (2007) ISBN 9781933550138

Traduzidos ao português:

editar
  • Homem, Economia e Estado ISBN 978-65-00-41359-5
  • Poder e Mercado ISBN 978-65-00-41387-8
  • Pelo FIM do Banco Central ISBN 978-65-00-43242-8
  • Anatomia do Estado ISBN 978-65-00-43227-5
  • História do Pensamento Econômico: Uma Perspectiva Austríaca - Antes de Adam Smith ISBN 978-65-00-43226-8
  • Ética da Liberdade
  • Igualitarismo como uma Revolta contra a Natureza & Outros Ensaios
  • Por uma Nova Liberdade - O Manifesto Libertário
  • O que o Governo fez com Nosso Dinheiro?
  • As Origens do Banco Central Americano
  • Esquerda e Direita, Perspectivas para a Liberdade
  • Nenhum Momento de Tédio
  • O Essencial von Mises
  • Mises: Acadêmico, Criador e Heroi
  • A Grande Depressão Americana
  • Keynes, O Homem
  • Ciência, Tecnologia e Governo
  • A Traição da Direita Americana ISBN 978-65-00-52288-4

Ver também

editar

Referências

  1. Lewis, David Charles (2006). «Rothbard, Murray Newton (1926–1995)». In: Ross Emmett. Biographical Dictionary of American Economists. [S.l.]: Thoemmes. ISBN 1843711125 
  2. As seguintes fontes referenciam Rothbard como um economista, filósofo, economista da escola austríaca, idealizador de um movimento, entre outros:
  3. a b c Raimondo, Justin (2000). An Enemy of the State: The Life of Murray N. Rothbard. Amherst, New York: Prometheus Books. ISBN 1-61592-239-3. OCLC 43541222 
  4. Miller, David, ed. (1991). Blackwell Encyclopaedia of Political Thought. [S.l.]: Blackwell Publishing. p. 290. ISBN 0-631-17944-5 
  5. a b Doherty, Brian (2008). «Rothbard, Murray (1926–1995)». In: Hamowy, Ronald. The Encyclopedia of Libertarianism. Thousand Oaks, California: Sage Publications. pp. 441–43. ISBN 978-1-4129-6580-4. OCLC 233969448 
  6. Rothbard, Murray (1997). «The Myth of Neutral Taxation». The Logic of Action Two: Applications and Criticism from the Austrian School. Cheltenham, UK: Edward Elgar. p. 67. ISBN 1-85898-570-6  First published in The Cato Journal, Fall 1981.
  7. Rothbard, Murray. The Great Society: A Libertarian Critique, Lew Rockwell.
  8. Rothbard, Murray. The Noble Task of Revisionism Arquivado em 2015-06-18 no Wayback Machine, Lew Rockwell.
  9. Rothbard, Murray. The Fallacy of the 'Public Sector'
  10. Casey, Gerard (2010). Meadowcroft, John, ed. Murray Rothbard. Col: Major Conservative and Libertarian Thinkers. 15. London: Continuum. pp. 4–5, 129. ISBN 978-1-4411-4209-2 
  11. Klausner, Manuel S. «The New Isolationism: An Interview with Murray Rothbard and Leonard Liggio». Reason 
  12. Hoppe (31 de dezembro de 2001). «Anarcho-Capitalism: An Annotated Bibliography». Consultado em 2 de junho de 2013 
  13. Herbener, J. (1995). L. Rockwell (ed.), Murray Rothbard, In Memoriam[ligação inativa]. Auburn, AL: Ludwig von Mises Institute. p. 87
  14. «RIGHT-WING POPULISM». web.archive.org. 15 de fevereiro de 2016. Consultado em 25 de dezembro de 2022 
  15. N. Rothbard, Murray (2022). A Traição da Direita Americana. São Paulo: Editora Konkin. pp. 93–218. ISBN 978-65-00-52288-4 
  16. Frohnen, Bruce; Beer, Jeremy; Nelson, Jeffrey O., eds. (2006). «Rothbard, Murray (1926–95)». American Conservatism: An Encyclopedia. Wilmington, Delaware: ISI Books. p. 750. ISBN 978-1-932236-43-9  Quote: "Only after several decades of teaching at the Polytechnic Institute of New York did Rothbard obtain an endowed chair, and like that of Mises at NYU, his own at the University of Nevada at Las Vegas was established by an admiring benefactor."
  17. a b David Stout, Obituary: Murray N. Rothbard, Economist And Free-Market Exponent, 68, The New York Times, January 11, 1995.
  18. Lee, Frederic S., and Cronin, Bruce C. (2010). "Research Quality Rankings of Heterodox Economic Journals in a Contested Discipline." American Journal of Economics and Sociology. 69(5): 1428
  19. a b Weigel, Julian Sanchez, David (16 de janeiro de 2008). «Who Wrote Ron Paul's Newsletters?». Reason.com (em inglês). Consultado em 25 de dezembro de 2022 
  20. «BIG-GOVERNMENT LIBERTARIANS». archive.lewrockwell.com. Consultado em 25 de dezembro de 2022 
  21. kanopiadmin (8 de dezembro de 2009). «A Strategy for the Right». Mises Institute (em inglês). Consultado em 25 de dezembro de 2022 
  22. Scott Sublett, "Libertarians' Storied Guru," Washington Times, 30 July 1987

Leitura adicional

editar

Ligações externas

editar
 
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Murray Rothbard
 
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Murray Rothbard