Museu de Angra do Heroísmo

museu em Angra do Heroísmo

O Museu de Angra do Heroísmo constitui uma instituição museológica pública destinada à museografia e à promoção e divulgação da cultura açoriana, tendo como pólo museológico fundamental o Convento de São Francisco localizado no Centro Histórico de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, nos Açores.[1][2]

Museu de Angra do Heroísmo
Inauguração 30 de março de 1949 (73 anos)
Diretor Jorge Augusto Paulus Bruno (2005 - presente)
Website Website do Museu
Geografia
País Portugal Portugal
Cidade Angra do Heroísmo
Localidade Ladeira de São Francisco, Centro Histórico de Angra do Heroísmo
Coordenadas 38° 39' 25" N 27° 13' 01" O
Igreja de N. Sra. da Guia: vista panorâmica.
Igreja de N. Sra. da Guia: vista a partir do Jardim Duque da Terceira.

O Museu conta com outros espaços que pela sua importância histórica são considerados de interesse cultural. São eles:[1]

HistóriaEditar

A instituição foi criada pelo Decreto-Lei nº 37 358, de 30 de Março de 1949, por iniciativa da Junta Geral do Distrito Autónomo de Angra do Heroísmo, que o tutelou até à sua integração no Governo dos Açores em 1976.

A partir de 1969 foi instalado no seu atual local, nas dependências do antigo Convento de São Francisco, antigo edifício do século XVII, com claustro e igreja de grande porte arquitetónico.

Sofreu graves danos quando do grande sismo de 1 de janeiro de 1980, em virtude do que passou por demorado período de obras de recuperação, quando foram procedidas adequações e melhoria de funcionalidades do tradicional espaço museológico.

Atualmente conta com modernas instalações, em que são expostas parte das suas importantes colecções. Integra a Rede Regional de Museus.

EspólioEditar

O espólio do Museu de Angra é vasto e diversificado, abrangendo a história regional e as suas relações com o mundo. Destacam-se as suas coleções de etnografia, armaria e militaria, pintura, escultura, mobiliário, traje, transporte, cerâmica, instrumentos musicais, brinquedos, fotografias, medalhística e numismática, além de história natural.

Em termos de arte sacra, o acervo reparte-se em imaginária, alfaias e paramentaria.

No tocante a Artes Plásticas contemporâneas, destaca-se a coleção António Dacosta, artista natural de Angra do Heroísmo, reconhecido internacionalmente.

Referências

Ligações externasEditar