Abrir menu principal

Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira

(Redirecionado de Myriam de Oliveira)
Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira
Cidadania Brasil
Ocupação historiador da arte
Empregador Universidade Federal do Rio de Janeiro

Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira é uma professora e historiadora de arte brasileira.

BiografiaEditar

Formada em História pela Universidade Federal de Minas Gerais, graduou-se mestre e doutora em Arqueologia e História da Arte pela Universidade Católica de Louvain, e pós-doutora pela Universidade de Londres.[1] Professora de História e Teoria da Arte na Universidade Federal do Rio de Janeiro e conselheira consultiva do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional,[2] onde trabalhou por vinte anos, é especializada no Barroco e Rococó brasileiros, e uma das mais importantes profissionais em atividade no Brasil nesta área. Suas publicações são referenciais.[3][4][5]

Tem produzido extensa literatura sobre sua especialidade, onde se destacam:[6]

  • O Aleijadinho. Passos e Profetas. EDUSP, 1984.
  • O Rococó Religioso no Brasil e seus Antecedentes Europeus. Cosac & Naify, 2003.
  • O Aleijadinho e o Santuário de Congonhas. Monumenta/IPHAN, 2006.
  • Barroco e Rococó nas Igrejas do Rio de Janeiro. Monumenta/IPHAN, 2008.
  • Barroco e Rococó nas Igrejas de São João del Rei e Tiradentes. Monumenta/IPHAN, 2011.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Werneck, Gustavo. "MG – Estudos esculpem os traços do gênio Aleijadinho". Defender.
  2. Lima, Vivi Fernandes de. "Nas pistas do barroco". In: Revista de História, 18/01/2011
  3. "Módulo barroco tem nova curadora". Estado de São Paulo, 04/10/2000
  4. "Entrevista: Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira". Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais, 21/08/2009
  5. Campos, Adalgisa Arantes. O Rococó Religioso no Brasil. Resenha. Geocities, 23/01/2010.
  6. Associação Portuguesa de Historiadores da Arte. IV Congresso de História da Arte Portuguesa, em homenagem a José-Augusto França: Sessão Plenária 3 - C2. Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 21-24/11/2012.

Ligações externasEditar