Núcleo interno

Parte mais profunda da Terra

O núcleo interno é a parte mais interna da Terra, formado principalmente por ferro e níquel. Experimentos revelaram a estimativa do núcleo interno sólido do planeta, colocando-o entre 1 bilhão e 1,3 bilhão de anos.[1] A temperatura do núcleo é de cerca de 5 mil graus Celsius. Mesmo com as altas temperaturas, o núcleo interno é sólido. O núcleo interno da Terra parece ter outro núcleo ainda mais interno.[2]

DescobertaEditar

A sismóloga dinamarquesa Inge Lehmann descobriu que a Terra tinha um núcleo interno sólido distinto de seu núcleo externo derretido em 1936.[3]

IdadeEditar

As teorias sobre a idade do núcleo fazem necessariamente parte das teorias da história da Terra como um todo. Este tem sido um tópico muito debatido e ainda está sendo discutido hoje. É amplamente aceito que o núcleo interno sólido da Terra se formou a partir de um núcleo inicialmente totalmente líquido à medida que a Terra esfriava. No entanto, ainda não há evidências firmes de quando esse processo começou.[4]

ComposiçãoEditar

Não há evidências diretas ainda sobre a composição do núcleo interno. No entanto, com base na prevalência relativa de vários elementos químicos no Sistema Solar, a teoria da formação planetária e as restrições impostas ou implícitas pela química do resto do volume da Terra, acredita-se que o núcleo interno consiste principalmente de uma liga ferro-níquel.[5]

EstruturaEditar

Muitos cientistas inicialmente esperavam que o núcleo interno fosse homogêneo, porque o mesmo processo deveria ter continuado uniformemente ao longo de sua formação. Foi até sugerido que o núcleo interno da Terra poderia ser um único cristal de ferro.[6]

DesenvolvimentoEditar

Acredita-se que o núcleo interno da Terra cresça lentamente à medida que o núcleo externo líquido na fronteira com o núcleo interno esfria e se solidifica devido ao resfriamento gradual do interior da Terra (aproximadamente 100 graus Celsius por trilhão de anos).[7]

Camadas geológicas da Terra[8]

Corte do interior terrestre, do núcleo para a exosfera. Sem escala.
Profundidade[9]
km
Camada Densidade
g/cm³
0–60 Litosfera[10]
0–35 Crosta[11] 2.2–2.9
35–60 Manto superior 3.4–4.4
35–2890 Manto 3.4–5.6
100–700 Astenosfera
2890–5100 Núcleo externo 9.9–12.2
5100–6378 Núcleo interno 12.8–13.1

Ver tambémEditar

Referências

  1. «The age of the Earth's inner core revised». Tech Explorist (em inglês). 22 de agosto de 2020. Consultado em 24 de agosto de 2020 
  2. Koumoundouros, Tessa. «Scientists Detect Signs of a Hidden Structure Inside Earth's Core». ScienceAlert (em inglês). Consultado em 16 de abril de 2021 
  3. «Inge Lehmann: Discoverer of the Earth's Inner Core». web.archive.org. 30 de abril de 2008. Consultado em 19 de abril de 2021 
  4. Allègre, Claude J.; Manhès, Gérard; Göpel, Christa (1 de abril de 1995). «The age of the Earth». Geochimica et Cosmochimica Acta: 1445–1456. ISSN 0016-7037. doi:10.1016/0016-7037(95)00054-4. Consultado em 23 de abril de 2021 
  5. Til, Eder. «A estrutura da Terra» (PDF). Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP 
  6. Broad, William J. (4 de abril de 1995). «The Core of the Earth May Be a Gigantic Crystal Made of Iron». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 19 de abril de 2021 
  7. Jacobs, J. A. (1 de agosto de 1953). «The Earth's Inner Core». Nature: 297–298. ISSN 0028-0836. doi:10.1038/172297a0. Consultado em 20 de abril de 2021 
  8. Jordan, T. H. (1979). «Structural Geology of the Earth's Interior». Proceedings National Academy of Science. 76 (9): 4192–4200. PMID 16592703. doi:10.1073/pnas.76.9.4192. Consultado em 14 de março de 2007 
  9. Robertson, Eugene C. (26 de julho de 2001). «The Interior of the Earth». USGS. Consultado em 24 de março de 2007 
  10. Variação entre 5 e 20 km.
  11. Variação entre 5 e 70 km.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.