Abrir menu principal
Nabor Júnior
Nabor Júnior
Deputado estadual do Acre
Período 1 de fevereiro de 1963
a 31 de janeiro de 1975
(3 mandatos consecutivos)
Deputado federal pelo Acre
Período 1 de fevereiro de 1975
a 14 de março de 1983
(2 mandatos consecutivos)
8° Governador do Acre
Período 15 de março de 1983
a 14 de maio de 1986
Antecessor Joaquim Macedo
Sucessor Iolanda Fleming
Senador pelo Acre
Período 1 de fevereiro de 1987
a 31 de janeiro de 2003
(2 mandatos consecutivos)
Antecessor Altevir Leal
Sucessor Geraldo Mesquita Júnior
Dados pessoais
Nome completo Nabor Teles da Rocha Júnior
Nascimento 7 de novembro de 1930 (88 anos)
Tarauacá, AC
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Rosaura Mourão da Rocha
Pai: Nabor Teles da Rocha
Cônjuge Darci de Oliveira Rocha
Partido PTB (1962-1965)
MDB (1966-1979)
PMDB (desde 1980)
Profissão seringalista e comerciante

Nabor Teles da Rocha Júnior (Tarauacá, 7 de novembro de 1930) é um seringalista, comerciante e político brasileiro que foi governador do Acre.[1]

BiografiaEditar

 
Assinando a Constituição do Brasil em 1988 como membro da Assembleia Nacional Constituinte. ( Foto: Célio Azevedo/Agência Senado

Filho de Nabor Teles da Rocha e Rosaura Mourão da Rocha. Secretário de Fazenda do governo Edgar Cerqueira, elegeu-se deputado estadual em 1962, 1966 e 1970 e deputado federal em 1974 e 1978, período em que migrou do PTB para o MDB em razão do bipartidarismo imposto pelo Regime Militar de 1964.[2][3]

Restaurado o pluripartidarismo migrou para o PMDB e em 1982 passou para a história como o primeiro governador do Acre eleito pelo voto direto desde a vitória de José Augusto de Araújo em 1962[1] e ao renunciar ao cargo permitiu a efetivação de Iolanda Fleming, primeira mulher a governar um estado brasileiro.[nota 1] Eleito senador em 1986 e reeleito em 1994, deixou a vida pública ao não conquistar um novo mandato em 2002.

Notas

  1. Governou de 15 de março de 1983 até 14 de maio de 1986.

Referências