Abrir menu principal
Nagato
Nagato (ship, 1920) - NH 2716 - cropped.jpg
Carreira  Japão
Operador Marinha Imperial Japonesa
Fabricante Província de Nagato
Batimento de quilha 28 de agosto de 1917
Lançamento 9 de novembro de 1919
Comissionamento 25 de novembro de 1920
Descomissionamento 15 de setembro de 1945
Estado Naufragado
Fatalidade Afundado como navio alvo
em 29/30 de julho de 1946
Características gerais
Tipo de navio Couraçado
Classe Nagato
Deslocamento 32 200 t (1920)
38 510 (1944)
Maquinário 4 motores a vapor
Comprimento 215,8 m (1920)
224,9 m (1944)
Boca 29 m (1920)
34,6 m (1944)
Calado 9 m (1920)
9,49 m (1944)
Propulsão 4 hélices
- 80 000 hp (59 700 kW)
Velocidade 26,5 nós (49,1 km/h (1920)
25 nós (46 km/h) (1944)
Autonomia 1920:
5 500 milhas náuticas a 16 nós
(10 200 km a 30 km/h)


1944:
8 650 milhas náuticas a 16 nós
(16 020 km a 30 km/h)
Armamento 1920:
8 canhões de 410 mm
20 canhões de 140 mm
4 canhões de 76 mm
8 tubos de torpedo de 533 mm


1944:
8 canhões de 410 mm
18 canhões de 140 mm
8 canhões de 127 mm
98 canhões antiaéreos de 25 mm
Blindagem 1920:
Cinturão: 100 a 305 mm
Convés: 69 a 75 mm
Torres de artilharia: 190 a 356 mm
Barbetas: 305 mm
Torre de comando: 369 mm


1944:
Cinturão: 100 a 305 mm
Convés: 38 a 100 mm
Torres de artilharia: 280 a 460 mm
Barbetas: 457 mm
Torre de comando: 369 mm
Aeronaves 3 hidroaviões (1944)
Tripulação 1 333 (1920)
1 734 (1944)

Nagato (長門?) foi um encouraçado construído no Japão Imperial no começo do século XX, e era armado de quatro torres, cada qual com dois canhões de 16 polegadas. Esse era seu armamento primário.

O Nagato e o seu gémeo Mutsu foram os primeiros couraçados japoneses armados com canhões de 410 mm, com quase 40 000 metros de alcance. Um mastro muito alto, necessário para a instalação dos postos de orientação de tiro, elevava-se sobre a grande estrutura da coberta. Em 1934-1936, as unidades foram submetidas a grandes trabalhos de modernização: receberam novos motores e as duas chaminés foram substituídas por uma de maiores dimensões.

O Nagato serviu como nau capitânia durante o ataque japonês a Pearl Harbor, e lutou em diversas outras batalhas, notadamente no Golfo de Leyte. Seu irmão Mutsu foi destruído numa explosão interna em 1943.

Imobilizado devido a falta de combustível, foi estacionado em Kure, sendo atacado e muito danificado em julho de 1945. Não obstante, foi o único encouraçado japonês a permanecer flutuando quando da rendição de seu país.

Foi rebocado para testes atômicos,[1][2] sendo afundado em 1946 em Bikini servindo de alvo para a Operação Crossroads.[3] O navio ainda existe, apesar de tudo, no fundo do citado atol, foi localizado e explorado na década de 1990.

ImagensEditar

Fotos e informações sobre o encouraçado Nagato:

Referências

Ligações externasEditar