Narapatisithu

Narapatisithu (1138-1211) foi um dos reis da dinastia de Pagã da Birmânia, reinando de 1174 a 1211. Ele é considerado o último rei importante de Pagã. Seu reinado de paz e prosperidade deu origem à cultura birmanesa que finalmente emergiu das sombras das culturas Mon e Pyu.[1] A liderança birmanesa do reino era agora inquestionável. O Império de Pagã atingiu o seu auge durante o seu reinado, e iria diminuir gradualmente após a sua morte.[2]

Narapatisithu
Rei da Birmânia
Templo de Gawdawpalin, Bagan
Reinado 1174 – 1211
Rainha Taung Pyinthe
Antecessor(a) Naratheinkha
Sucessor(a) Htilominlo
Nascimento 1138
  Pagã
Morte 1211
  Pagã
Weluwaddy
U Sauk Pan
Saw Sanay
Pan Yin
Saw Mya Kan
Dinastia Pagã

Em seu reinado pela primeira vez o termo Mranma (os Birmaneses) foi utilizado abertamente na linguagem birmanesa e a escrita birmanesa tornou-se a principal do reino, substituindo as Mon e Pyu. Ele também criou o primeiro direito constitucional birmanês com base nos acórdãos de seu avô Alaungsithu.[2] Ele fundou a Real Guarda Palaciana, que mais tarde evoluiu para tornar-se o núcleo do exército birmanês em tempo de guerra.[3]

EconomiaEditar

Seu reinado foi pacífico e próspero. A prosperidade do reino é refletida na construção dos soberbos templos de Gawdawpalin e Sulamani. O rei também construiu nas proximidades os templos de Minmalaung, Dhammayazika[4] e Chaukpala. Seus pagodes menores, como o Zetawun no distrito de Myeik e o de Shwe Indein em Nyaungshwe no Estado Shan mostram o alcance de seu reino.[3]

Notas

  1. Tarling 1993: 166–167
  2. a b Htin Aung 1967: 50–54
  3. a b Harvey 1925: p. 57–58
  4. Donald Stadner; 2005; p. 263

Referências

  • Donald M. Stadner (2005). Ancient Pagan. [S.l.]: River Book. p. 263. ISBN 974 9863 02 X 
  • G. E. Harvey (1925). History of Burma: From the Earliest Times to 10 March 1824. Londres: Frank Cass & Co. Ltd 
  • Htin Aung (1967). A History of Burma. Nova York e Londres: Cambridge University Press 
  • Nicholas Tarling (1993). The Cambridge History of Southeast Asia. [S.l.]: Cambridge University Press. ISBN 9780521355056