Nascidos por Si Mesmos

Nascidos por Si Mesmos (ou Sem Mente), segundo a Teosofia, foi a primeira Raça-raiz desta Ronda. Ela apareceu há 300 milhões de anos e viveu em um continente que Blavatsky chamou de "A Ilha Sagrada e Imperecível". Os homens desta Raça (se é que podem ser chamados de "homens") eram imensos e não possuíam nem corpo físico (eram seres etéreos), nem mente.

Os homens desta Raça foram criados por emanação pelos Pitris lunares (hierarquias divinas), por meio de um processo chamado nascimento-chhaya. Seus corpos foram feitos a partir do molde astral dos seus progenitores, os Pitris Lunares.

Não possuindo mente, esta Raça também não possuía linguagem. A reprodução ocorria por cissiparidade (algo semelhante ao que ocorre com as amebas).

Como esta Raça não era mortal, ela não desapareceu, apenas converteu-se na próxima, os Nascidos do Suor. Junto com a segunda Raça, esta é considerada uma Raça Semidivina.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre Teosofia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.