Japão Natori

名取市 (-shi)

 
  Cidade  
Natori montage.JPG
Símbolos
Bandeira de Natori
Bandeira
Brasão de armas de Natori
Brasão de armas
Localização
Localização de Natori
País  Japão
Prefeitura Miyagi
Características geográficas
Área total 98,17 km²
População total (2020) 79,459 hab.
Densidade 810 hab./km²

Natori (名取市; -shi) é uma cidade japonesa localizada na prefeitura de Miyagi.[1]

Em 31 de Maio de 2020, a cidade tinha uma população estimada em 79.459 habitantes em 31.748 domicílios e uma densidade populacional de 810 pessoas por km². Tem uma área total de 98,17 km²[2].

Recebeu o estatuto de cidade a 1 de Outubro de 1958.

GeografiaEditar

Natori está na região centro-oeste da prefeitura de Miyagi, banhada pelo Oceano Pacífico a leste. Natori está localizada nas planícies férteis do rio Natori e no delta do rio Masuda; no entanto, o rio Natori não está realmente dentro dos limites da cidade de Natori. Tradicionalmente, a área conhecida como Distrito de Natori se estendia do rio Natori no norte e no oeste. No entanto, essas regiões foram absorvidas na maior área de Sendai e não fazem mais parte de Natori.

Cidades vizinhasEditar

Prefeitura de MiyagiEditar

ClimaEditar

Natori tem um clima úmido (Köppen classificação climática Cfa) caracterizado por verões amenos e invernos frios. A temperatura média anual em Natori é de 12,6 °C. A média anual de chuvas é de 1252 mm com setembro como o mês mais úmido. As temperaturas são mais altas em média em agosto, em torno de 24,9 °C, e as mais baixas em janeiro, em torno de 1,5 °C[3].

HistóriaEditar

A área da atual cidade de Natori fazia parte da antiga província de Mutsu, e estava sob controle do clã data do Domínio de Sendai durante o período Edo, sob o xogunato Tokugawa. Em 1867, Natori chegou dentro das fronteiras da nova província de Rikuzen, que mais tarde se tornou parte da prefeitura de Miyagi. Com a criação do moderno sistema de municípios em 1 de abril de 1889, o Distrito de Natori foi formado com seis aldeias: Masuda, Higashi-Taga, Shimo-Masuda, Tatekoshi, Aishiwa e Takadate. Em 1 de abril de 1896, Masuda foi elevado ao status de cidade, assim como Higashi-Taga em 1 de abril de 1928. Em 1º de abril de 1955, as cidades de Masuda e Yuriage, e as vilas de Shimo-Masuda, Tatekoshi, Aishiwa e Takadate foram fundidas para criar a cidade de Natori, que foi elevada ao status de cidade em 1º de outubro de 1958. As fronteiras oficiais da cidade de Natori mudaram desde 1958, quando a cidade de Sendai redefine sua área para incluir distritos ao norte e oeste de Natori.

Sismo e tsunami de TohokuEditar

 
Casas destruídas e escombros gerados pelo tsunami em Natori

A cidade de Natori foi uma das mais atingidas pelo terremoto e pelo tsunami de Tōhoku ocorrido no dia 11 de Março de 2011[4].

Grandes porções da área costeira, incluindo o Aeroporto de Sendai, foram severamente danificados pelo tsunami[5].

Em 14 de março, equipes de resgate chegaram a uma área de Natori, conhecida como Yuriage e encontraram poucos sobreviventes pois grande parte da área de Yuriage foi dizimada. A população teve somente o intervalo de 30 minutos entre o terremoto e o tsunami para evacuar a região, apesar de muitos moradores tivessem tempo para escapar, as autoridades locais disseram na época que era praticamente impossível determinar o número de vítimas[6]. Tempos depois, houve a divulgação de que entre 900 a 11.260 pessoas morreram na cidade[7].

No dia 17 de Outubro de 2011, o ex-jogador de futebol, Pelé, fez uma visita a uma escola da cidade, cumprimentou e tirou fotos com as crianças, além de fazer orações as vitimas em um bairro da cidade[8].

EconomiaEditar

Natori tem uma economia mista. Com base em dados coletados em 2000:

  • 6,4% da população de Natori trabalha nas indústrias agrícolas e na pesca comercial.
  • 26,1% da população da Natori trabalha em indústrias, principalmente, na fábrica da Nikon e na fábrica da Cervejaria Sapporo.

TransporteEditar

AeroportosEditar

  • Aeroporto de Sendai

FerroviasEditar

  • East Japan Railway Company (JR East) - Linha Principal de Tōhoku / Linha Jōban
  • East Japan Railway Company (JR East) - Linha do Aeroporto de Sendai
  • Natori - Morisekinoshita - Mitazono - Aeroporto de Sendai

RodoviasEditar

  • Via Expressa Tōhoku - Minami-Sendai IC
  • Rodovia Sendai-Tōbu – Natori e Sendai Aeroporto IC
  • Rodovia Sendai-Nanbu – Yamada IC
  • Rota Nacional 4
  • Rota Nacional 286

Atrações turísticasEditar

  • Parque Esportivo Natori

Cidades-irmãsEditar

ReferênciasEditar

  1. «Natori». VIAF (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  2. «Censo populacional de Natori (em japonês)». www.city.natori.miyagi.jp. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  3. «Dados climáticos de Natori». en.climate-data.org. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  4. Alvich, Jason. «Imagens de satélite mostram o antes e o depois da passagem do tsunami no Japão (em inglês)». archive.nytimes.com. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  5. «Tsunami no Japão fecha aeroportos de Sendai e região (em inglês)». avherald.com. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  6. «Dificuldades no resgate em Natori após tsunami (em inglês)». web.archive.org. 16 de março de 2011. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  7. «O recomeço após tsunami em províncias japonesas». Exame. 10 de março de 2012. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  8. G1, Do; Reuters, com (17 de outubro de 2011). «No Japão, Pelé faz homenagem às vítimas do tsunami». Mundo. Consultado em 29 de janeiro de 2021 

Ligações externasEditar

    Este artigo é um esboço sobre Geografia da prefeitura de Miyagi. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Prefeitura de Miyagi
Cidades
Furukawa | Higashimatsushima | Ishinomaki | Iwanuma | Kakuda | Kesennuma | Kurihara | Minamisanriku | Natori | Onagawa | Osaki | Sendai | Shiogama | Shiroishi | Tagajo | Tome
Distritos
Igu | Kami | Katta | Kurihara | Kurokawa | Miyagi | Monou | Motoyoshi | Oshika | Shibata | Shida | Tamatsukuri | Toda | Watari