New York Review of Books

New York Review of Books é uma revista quinzenal que publica longa opiniões e ensaios, muitas vezes por escritores famosos, poesia, seções de publicidade pessoais e em muitas de suas formatações usam letras artísticas.

A New York Review of Books é uma revista quinzenal norte-americana que publica longa opiniões e ensaios, muitas vezes por escritores famosos, poesia, seções de publicidade pessoais e em muitas de suas formatações usam letras artísticas. A revista começou durante a grande greve dos 7 jornais de Nova Iorque de 1963[2], quando seus editores fundadores, Robert Silvers e Barbara Epstein, e alguns amigos, decidiram criar um novo tipo de revista.[3] Da década de 1960 até o século 21, The New York Review of Books tem tentado colocar perguntas no debate sobre vida cotidiana, cultura, ciência e política.

The New York Review of Books
Updikenyrb.gif
Caricatura de John Updike na capa da edição de 24/nov/1983.
Editor Rea S. Hederman
Categoria cultura
filosofia
política<
ciência
tecnologia
Frequência quinzenal
Circulação Total: 134,488[1]
Editora Editora Abril
Fundação 1 de fevereiro de 1963
País  Estados Unidos
Idioma inglês
ISSN 0028-7504
www.nybooks.com

Ver tambémEditar

Referências

  1. "eCirc for Consumer Magazines." Retrieved November 17, 2011.
  2. The Long Good-Bye por Scott Sherman em 30 de novembro de 2012
  3. The New York Review of Books turns 50 por Neely Tucker no dia 6 de novembro de 2013 - The Washington Post
  Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.