Abrir menu principal

Newshold é uma empresa familiar luso-angolana que opera na area de media, detido por Álvaro Madaleno Sobrinho (antigo presidente do BESA) em partes iguais, com Carlos de Oliveira Madaleno, Generosa Alves dos Santos e Silva Madaleno, Sílvio Alves Madaleno e Emanuel Jorge Alves Madaleno da Pineview Overseas[1], sociedade com sede no Panamá, que detém a maioria do capital da Newshold [2]. A Newshold é detida pela sociedade Pineview Overseas e presidida por Sílvio Alves Madaleno.

A Newshold é detentora do jornal Sol e do jornal i.[3] Tem uma quota de 15,08% na Cofina, dona do diário líder de vendas, o Correio da Manhã, que agora tem também o canal CMTV, assim como o Jornal de Negócios e a revista Sábado, entre outros títulos.[4].

A composição accionista da empresa “offshore” é divulgada publicamente depois de Álvaro Sobrinho ter obtido uma autorização expressa dos restantes accionistas, todos na sua esfera familiar. A identidade da Newshold, voltou a ser questionada depois de a empresa ter manifestado o seu interesse na concessão ou compra do canal público de Rádio e Televisão de Portugal [5], que acabou por não se concretizar.

Referências

  1. «Pineview Overseas - Tag Results - Committee to Protect Journalists». cpj.org. Consultado em 30 de março de 2016 
  2. «Gestores da dona da Newshold com milhares de cargos». www.cmjornal.xl.pt. Consultado em 30 de março de 2016 
  3. Newshold compra jornal "i" Jornal de Notícias, 03 Setembro 2014
  4. Angola: O investimento nos nos media portugueses. angonoticias.com. publicado em 5 de junho 2013
  5. «De quem é a Newshold?». www.jornaldenegocios.pt. Consultado em 30 de março de 2016 

WeblinksEditar

  • Artigo no Público: Empresa offshore Pineview Overseas, dona da Newshold, é toda da família Madaleno, 28 de dezembro 2012