Abrir menu principal
Niccolò Coscia
Cardeal da Igreja Católica
Arcebispo-emérito de Benevento
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Benevento
Nomeação 21 de fevereiro de 1730
Predecessor Dom Vincenzo Maria Cardeal Orsini, O.P.
Sucessor Dom Sinibaldo Doria
Mandato 1730 - 1731
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 28 de março de 1705
Nomeação episcopal 26 de junho de 1724
Ordenação episcopal 23 de julho de 1724
por Papa Bento XIII
Cardinalato
Criação 11 de junho de 1725
por Papa Bento XIII
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santa Maria em Domnica
Dados pessoais
Nascimento Pietradefusi
25 de janeiro de 1682
Morte Roma
8 de fevereiro de 1755 (73 anos)
Nacionalidade Italiano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Niccolò Coscia (25 de janeiro de 1682 – 8 de fevereiro de 1755) foi um cardeal italiano.

Nascido em Pietradefusi, perto de Avellino, foi em 1725 nomeado cardeal-diácono de Santa Maria in Domnica pelo Papa Bento XIII, de quem fora secretário quanto o futuro papa era Arcebispo de Benevento.

Coscia teve o governo efetivo dos Estados Pontifícios durante o papado de Bento XIII. Tirou vantagens da sua posição para cometer uma série de abusos financeiros, causando a ruína do tesouro papal.

Quando o papa morreu, Coscia fugiu de Roma. Em 1731 foi levado a julgamento, excomungado e condenado a dez anos de cárcere no Castelo de Santo Ângelo. Conseguiu, porém, que fosse transformada a pena em multa. Reabilitado, tomou parte nos conclaves de 1730 e 1740. Faleceu em Nápoles em 1755.

ReferênciasEditar

  • Rendina, Claudio (1993). I papi. Storia e segreti. Rome: Newton Compton 

NotasEditar