Niccolò Piccinni

Niccolò Piccinni (Bari, 16 de janeiro de 1728Passy, 7 de maio de 1800) foi um compositor clássico Italiano de sinfonias, música sacra, música de câmara e ópera.

Niccolò Piccinni
Nascimento 16 de janeiro de 1728
Bari
Morte 7 de maio de 1800 (72 anos)
Passy, Paris
Filho(s) Luigi Piccinni
Alma mater Conservatorio di Sant'Onofrio in Capuana
Ocupação compositor, professor de música, músico, professor universitário
Empregador Conservatório Nacional Superior de Música e Dança

Foi um dos mais populares compositores de ópera no seu tempo, especialmente opera buffa napolitana. Historicamente, ele teve a infelicidade de ficar entre as gerações de seus grandes antecessores, como Pergolesi e os grandes compositores que lhe sucederam, incluindo Paisiello e Cimarosa.

VidaEditar

Piccinni nasceu em Bari, e educado por Leonardo Leo e Francesco Durante, no Conservatório de S. Onofrio, graças à intervenção do bispo de Bari, uma vez que seu pai, embora ele próprio músico, se opõe. A primeira ópera, Le donne dispettose, foi produzida em 1755, e em 1760 ele compôs, em Roma, chef d'œuvre, e La Cecchina, ossia la buona Figliuola, uma ópera buffa com um libreto de Goldoni, executada em Roma e em todas as importantes capitais europeias,provavelmente, a mais popular ópera buffa do século XVIII.

Em 1784 se tornou professor na Royal School of Music, uma das instituições a partir do qual o Conservatório foi formado em 1794. Com a Revolução Francesa, em 1789, retornou a Nápoles, onde foi bem recebido pelo rei Fernando IV, mas após o casamento de sua filha, ele foi acusado de ser revolucionário e colocado sob prisão domiciliária durante quatro anos. Nos próximos nove anos, manteve uma existência precária em Veneza, Nápoles e Roma, mas retornou em 1798 a Paris, onde o público o recebeu com entusiasmo, mas não obteve grandes sucessos. Morreu em Passy, perto de Paris. Durante sua vida, trabalhou com os maiores libretistas do seu tempo, incluindo Metastasio. Após a sua morte um memorial foi criado em Bari.

A mais completa lista das suas obras foi dada na Rivista musicale italiana, produziu mais de oitenta óperas.

ObrasEditar

  • Le Donne dispettose (1755)
  • Alessandro nell'Indie (1758, Pietro Metastasio, ópera seria)
  • La Cecchina, ossia La buona figliuola (1760, Libreto de Carlo Goldoni, ópera buffa)
  • L'Olimpiade (1761, Neufassung 1774, P. Metastasio, ópera seria)
  • Catone in Utica (1770, P. Metastasio, ópera seria). Wiederaufführung in Mannheim 2007
  • Iphigénie en Tauride (1781, tragédie lyrique)

LigaçõesEditar

Ligações externasEditar

FontesEditar

  • Este artigo incorpora texto (em inglês) da Encyclopædia Britannica (11.ª edição), publicação em domínio público.
  • Holmes, William C. (Out. 1952). «Pamela Transformed». The Musical Quarterly. 38 (4): 581–594. ISSN 0002-7162 
  • Pierre-Louis Ginguené, Notice sur la vie et les ouvrages de Niccolo Piccinni (Paris, 1801).