Nickelodeon (cinema)

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Nickelodeon.
Uma sala nickelodeon Toronto, Ontario, Canada, cerca de 1910

Os Nickelodeons (do Inglês estadunidense: nickel = moeda de 5¢, Grego: Odeion = teatro coberto) constituíram um tipo de primitivas e pequenas salas de cinema do início do século XX. Em locais onde a concorrência fosse maior, era frequente disporem de um piano ou de um órgão, onde se tocava a música que o pianista ou organista julgasse apropriada para cada cena (por exemplo, ragtime clássico numa cena de perseguição, ou o que na altura era conhecido como música "Eliza-crossing-the-ice" durante os momentos mais assustadores).

O nome "Nickelodeon" foi inventado por Harry Davis e John P. Harris, que abriram a sua pequena sala com este nome na Smithfield Street em Pittsburgh em Junho de 1905. Ainda que não fosse a primeira sala especializada na exibição de filmes no mundo, Davis e Harris tiveram tal sucesso, que o seu conceito de sessões contínuas a cinco cêntimos rapidamente foi imitada por centenas de empresários, que copiaram também o nome original da sala.[1]

Louis B. Mayer assistiu a este explodir de salas nickelodeon. Renovou o "Gem Theater" em Haverhill, convertendo-o num nickelodeon que abriu em 1907 com o nome "Orpheum Theater", e anunciou que seria o local de exibição das imagens animadas e canções ilustradas dos Irmãos Miles.[2]

Os nickelodeons foram desaparecendo à medida que as cidades se expandiam e a indústria proporcionava a consolidação de salas de cinema maiores, mais confortáveis e mais adequadas à exibição dos filmes.

Tipos de "imagens animadas" ("moving pictures")Editar

Os nickelodeons exibiam filmes cuja duração variava entre os quinze e os vinte minutos, com uma grande variedade de estilos e temas, tais como narrativas curtas, "scenics" (imagens de todo o mundo a partir de comboios), "actualidades" (que precederiam os documentários), apresentações de dispositivos como suporte a canções ilustradas, apresentações de canções locais ou itinerantes, comédias, melodramas, problem plays (baseados em Shakespeare), sequências stop motion, eventos desportivos (por exemplo, o campeonato de pesos pesados Corbett-Fitzsimmons de 1897 ou o combate entre Jeffries-Sharkey, de 1899) e outros espectáculos que lhes permitiam competir com as casas de vaudeville.

Os títulos de alguns dos filmes apresentados em 1907 nos nickelodeons dos Irmãos Miles (Herbert and Harry) ajudam a ilustrar esta diversidade, como os que constam de um artigo de 1907 publicado no The Saturday Evening Post[3]:

  • Catch the Kid (realizado por Alf Collins; comédia)
  • The Coroner's Mistake (conto de terror cómico)
  • The Fatal Hand (realizado por J. H. Martin; drama)
  • Johnny's Run (realizado por Frank Mottershaw; comédia)
  • Knight-Errant (realizado por J. H. Martin; drama histórico)
  • A Mother's Sin (realizado por J. H. Martin; drama)
  • The Romany's Revenge (realizado por Frank Mottershaw; drama)
  • Roof to Cellar (comédia)
  • Sailor's Return (drama)
  • Village Fire Brigade (realizado por James Williamson; comédia)
  • Wizard's World (comédia)

Veja-se ainda outros filmes, de 1907, apresentados nos nickelodeons, dos Irmãos Miles:

  • Anarchist's Mother-in-Law
  • Boss Away, Choppers Play
  • Cambridge-Oxford Race
  • Cheekiest Man on Earth
  • Female Wrestlers
  • Great Lion Hunt
  • Indian Basket Weavers
  • Campeonato Internacional de pesos pesados: Squires vs. Burns
  • Jim Jeffries on His California Ranch
  • Life and Customs in India
  • The Naval Nursery
  • The Petticoat Regiment
  • Shriners' Conclave at Los Angeles
  • Squires, Australian Champion, in His Training Quarters
  • That Awful Tooth
  • The White Slave
  • A Woman's Duel

DeclínioEditar

 
Um nickelodeon em 1910, com "The Heroine of Mafeking" e outros filmes em exibição.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nickelodeon (cinema)

Ainda que predominassem de 1905 a 1915, os Nickelodeon passariam a entrar em declínio com o aparecimento das longas-metragens e, em particular com The Birth of a Nation, em 1915. Contudo, o público de cinema aumentou consideravelmente, e os bilhetes passaram de cinco para dez cêntimos, em salas mais espaçosas e mais adequadas para a apresentação dos novos filmes.[4]

Referências

  1. Lightner, E.W. Pittsburg Gave Birth to the Movie Theater Idea Arquivado em 28 de setembro de 2006, no Wayback Machine., The Dispatch, 16 de Novembro, 1919
  2. Where Is Haverhill, Massachusetts? Arquivado em 30 de dezembro de 2008, no Wayback Machine., City of Haverhill, Massachusetts, 8 de Abril, 2006
  3. American Film Institute Catalog of Feature Films
  4. The Nickelodeon's history Arquivado em 21 de agosto de 2008, no Wayback Machine., in Essortment.com - acesso a 13 de Agosto de 2008