Tereza Nicole Puzzi Ferreira (Floraí[1], 17 de maio de 1958) é uma atriz, apresentadora e socióloga[2] brasileira.[3]

Nicole Puzzi
Nicole Puzzi
Puzzi em 1984
Nome completo Tereza Nicole Puzzi Ferreira
Nascimento 17 de maio de 1958 (66 anos)
Floraí, PR
Nacionalidade brasileira
Residência Itália
Ocupação Atriz, autora, escritora, diretora, apresentadora, produtora, modelo, socióloga e garota-propaganda
Atividade 1974 – presente
Filho(a)(s) 3

De ascendência italiana, já foi considerada símbolo sexual e estrela da pornochanchada.[1][4][5][6][7]

Biografia

editar

Filha de fazendeiros no Paraná, da cidade de Florai, saiu de casa aos 17 anos[1] e passou a morar em São Paulo nos anos de 1970. Antes de se tornar atriz, Nicole foi modelo, trabalhou no circo e em shows com o grupo "Os Trapalhões".[5][8] Após tentar trabalhos na TV Tupi, conheceu Jean Garret[8] que a levou para a Boca do Lixo, e iniciou carreira no cinema em 1975, trabalhando em Possuídas pelo Pecado[9] e, assim, ficou conhecida pelas participações no gênero do cinema brasileiro denominado de pornochanchada, nas décadas de 1970 e 1980.[1][10][5]

Foi estrela de longas como “Damas do Prazer” (1975)[9], “O Prisioneiro do Sexo” (1978)[9], “Eros, o Deus do Amor” (1981) e “As Sete Vampiras” (1986). Também fez “Gabriela, Cravo e Canela” (1983), ao lado de Sônia Braga e Marcello Mastroianni, e “Eu” (1987), com Tarcísio Meira.[1][9]

Na TV, teve destaque como a médica Luísa na telenovela Barriga de Aluguel, de Glória Perez.[6][8] Atuou em 14 novelas, a última foi "Amor e Revolução" (2011), no SBT.[1]

Também é ativista dos direitos dos animais e escreveu o livro “A boca de São Paulo”, em que relata os bastidores das porchanchadas.[4][8]

Foi uma das palestrantes do Festival Path 2019 realizado em São Paulo. Falou sobre "A arte como propulsora da inovação no Centro de São Paulo", junto com Laura Maringoni, Ana Weiss e Vera Santana.[5]

Em 2020, esteve no primeiro grande espetáculo de teatro online do Brasil, a peça "A Arte de Encarar o Medo", de Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, da Cia. de Teatro Os Satyros.[11]

Desde 2017 apresenta o programa Pornolândia no Canal Brasil.[3][12][13][5][8][2]

Vida Pessoal

editar

Afirma ter tido dois amores na vida. O primeiro, antes dos 20 anos, era "um cantor famoso da época da Jovem Guarda", que a deixou para ficar com "uma mulher horrorosa, mas rica". "O pai dele se opunha ao nosso relacionamento." O segundo ela conheceu em 1984, quando estava saindo do teatro onde se apresentava no espetáculo "O Terceiro Beijo", com texto de Walcyr Carrasco. Ele morreu dois anos depois. A única filha de Nicole, Dominique Brand[14], não é de nenhum dos dois grandes amores.[5]

Nicole revelou ter tido um relacionamento com o cantor Belchior. Segundo a atriz, ele era "um grande amigo, irônico, divertido, inteligente e com visão da vida que eu não conseguia alcançar".[15]

Filmografia

editar

Cinema

editar
Ano Título Personagem Notas
1976 Possuídas pelo Pecado Dora
1977 Escola Penal de Meninas Violentadas Interna
Pensionato das vigaristas Seca
1978 Damas do Prazer Uma Dama
O prisioneiro do sexo Berenice
Reformatório das depravadas Alexandra
1979 O Gênio do Sexo Angélica
Bandido, fúria do sexo Kátia
Belinda dos orixás na praia dos desejos Belinda
1980 Ariella Ariella
O Convite ao Prazer Gina
1981 Eros, o deus do amor
Filhos e Amantes Bebel
Volúpia ao Prazer Milena
1982 Perdida em Sodoma Marlene
Retrato falado de uma mulher sem pudor Jandira
Tessa, a gata Tessa [16]
1983 O bom burguês Antônia
Gabriela, cravo e canela Malvina
1986 As sete vampiras Sílvia Rossi
1987 Anjos do arrabalde Fernanda
Eu Lila
2000 A Caravela Esposa Curta-metragem
2004 O Sequestro Mulher no salão
2006 Fuga e Cativeiro Mãe[17]
2009 Os Bons da Boca Ela mesma
2015 Lembranças de Mayo Zilda
2016 Aquela Rua Tão Triumpho Ela mesma
2017 Babadaboca
2018 Paraíso Perdido Lídia
2022 Nunca Estarei Lá Mônica [18] Curta-metragem
2023 A Noite das Vampiras Alecsandra[19]

Televisão

editar
Ano Titulo Personagem Notas Emissora
1974 O Machão Aretuza Rede Tupi
1978 João Brasileiro, o Bom Baiano Liz
1980 Dulcinéa Vai à Guerra Carolina Rede Bandeirantes
1981 Os Imigrantes Antonieta
1983 Maçã do Amor Roberta
Moinhos de Vento Yora Rede Globo
1984 Transas e Caretas Leonor
1986 Memórias de um Gigolô Francesa
Mania de Querer Mônica Rede Manchete
1989 Cortina de Vidro Leda SBT
1990 Barriga de Aluguel Luísa Cóler Rede Globo
1992 Perigosas Peruas Irma
1993 Retrato de Mulher Neuza Episódio: "Era uma vez...Zezé"
1997 Você Decide Vanessa Episódio: "Gente Jovem"
1998 Gisela Episódio: "Verdades e Mentiras"
2001 Roda da Vida Heloísa Rede Record
2002 Marisol Rebeca SBT
2011 Amor e Revolução Feliciana
2017–18 Pornolândia Apresentadora Canal Brasil
2021 Anjo Loiro com Sangue no Cabelo Helena Rabelo[20]

Referências

  1. a b c d e f «"Qual foi o meu erro para ser tão crucificada", questiona Nicole Puzzi». tvefamosos.uol.com.br. Consultado em 21 de fevereiro de 2022 
  2. a b «Nicole Puzzi, aos 59 anos: "Só vou para a cama com quem eu quero"». epoca.globo.com. Consultado em 21 de fevereiro de 2022 
  3. a b Biografia de Nicole Puzzi leva ao divã símbolo sexual da Boca do Lixo, Portal BOL, consultado em 5 de junho de 2015 
  4. a b Papo sem tabu com a atriz Nicole Puzzi | Programa Completo | Estação Plural | TV Brasil | Cultura, 7 de novembro de 2017, consultado em 21 de fevereiro de 2022 
  5. a b c d e f «Paulo Sampaio - A vida toda enfrentei abuso sexual, diz musa da pornochanchada Nicole Puzzi». paulosampaio.blogosfera.uol.com.br. Consultado em 21 de fevereiro de 2022 
  6. a b «Nicole Puzzi, ex-musa da pornochanchada, volta à TV: "Decepcionei muitos na cama"». epoca.globo.com. Consultado em 21 de fevereiro de 2022 
  7. Quental, Paula. «O abre-alas da lourinha». Terra.com.br. Consultado em 22 de março de 2022 
  8. a b c d e «Sofri preconceito por pessoas mal resolvidas sexualmente, diz Nicole Puzzi». www.uol.com.br. Consultado em 21 de fevereiro de 2022 
  9. a b c d «Relembre momentos da carreira da atriz Nicole Puzzi». www.uol.com.br. Consultado em 21 de fevereiro de 2022 
  10. «Paulo Sampaio - A vida toda enfrentei abuso sexual, diz musa da pornochanchada Nicole Puzzi». paulosampaio.blogosfera.uol.com.br. Consultado em 15 de maio de 2021 
  11. «Nicole Puzzi estreia peça de teatro online com Os Satyros». O Fuxico. 7 de junho de 2020. Consultado em 21 de fevereiro de 2022 
  12. Scalon, Roberto (23 de agosto de 2021). «Nicole Puzzi apresenta a nova temporada de "Pornolândia" no Canal Brasil». VCFAZ. Consultado em 21 de fevereiro de 2022 
  13. «Dia do Orgasmo: veja os conteúdos mais picantes do Globoplay». Gshow. Consultado em 21 de fevereiro de 2022 
  14. «"Aos 59 anos, ainda me considero um símbolo sexual", diz Nicole Puzzi». www.uol.com.br. Consultado em 21 de fevereiro de 2022 
  15. «Musa da Pornochanchada, Nicole Puzzi revela relacionamento com Belchior: 'Saudade desse ex'». web.archive.org. 2 de março de 2023. Consultado em 2 de março de 2023 
  16. Cinemateca Brasileira Tessa, a Gata [em linha]
  17. «Curta Metragem "Fuga e Cativeiro" (2006)». Vimeo. Consultado em 14 de novembro de 2020 
  18. «Produzido por mogianos, curta-metragem 'Nunca Estarei Lá' entra em fase de pós-produção». odiariodemogi.net.br. Consultado em 14 de março de 2022 
  19. «Pré-estreia 'A Noite das Vampiras'». cinemateca.org.br. Consultado em 13 de dezembro de 2023 
  20. «Anjo Loiro com Sangue no Cabelo». www.adorocinema.com. Consultado em 18 de janeiro de 2022 

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.