Niksar é uma cidade na província de Tocate, na Turquia. Povoada por muitos impérios durante os séculos, já foi também capital da província.

Niksar city center from the castle

Niksar na históriaEditar

Niksar foi inicialmente povoada pelos hititas e depois pelos aquemênidas, gregos, romanos, bizantinos danismendidas, seljúcidas e otomanos. A cidade sempre foi um local importante na Anatólia por causa de sua localização, clima e terras produtivas.

Era conhecida como Caberia ou Cabira no período helenístico. Em 72 a.C., uma batalha da Terceira Guerra Mitridática ocorreu em Niksar e a cidade passou então para o domínio romano. Niksar foi chamada então de Diospolis, Sebaste e Neocesareia durante o período romano. A palavra "Niksar" deriva de Neocesareia.

Niksar se tornou parte do Império Bizantino quando o Império Romano se dividiu em duas partes em 395. Quando os turcos atacaram a Anatólia em 1067, Niksar foi conquistada por Afexim Bei, um dos comandantes do sultão Alparslano. Os bizantinos retomaram a área em 1068. Conquistada mais uma vez por Artuque Bei após a batalha de Manziquerta, Niksar voltou para o Império Bizantino em 1073.

Malique Gumustequim Amade Gazi, fundador do estado Danismendida e melhor conhecido como Danismende Gazi, foi o real conquistador de Niksar. Após a conquista, Gazi fez dela sua capital e Niksar se tornou um centro de ciências e da cultura. O mausoléu de Danismende Gazi está localizado num grande cemitério no subúrbio da cidade.

Em 1175, durante o reinado de Quilije Arslã II, Niksar já era dependente do Sultanato de Rum. Após a invasão mongol do século XIII, Niksar foi governada pelo Beilhique de Eretna e em seguida pelo Beilhique de Tacettinoğulları.

Após Kadı Burhanettin, que conquistou Niksar em 1387, foi assassinado numa batalha, o povo de Niksar buscou auxílio do sultão otomano Bajazeto I. O filho do sultão, Solimão, o Cavalheiro, tomou Niksar para os otomanos. Ao final do período otomano, Niksar se tornou parte da província de Tocate.