Ninlil
Rainha dos céus e da terra
Senhora dos deuses
Dama principal dos deuses Anunáqui
Escultura mostrando Enlil e Ninlil.
Outro(s) nome(s) Muliltu, Mulissi, Milita
Local de culto Ecur, Nipur
Consorte(s)
Filho(s) Com Enlil:

Com Assur:

Grego equivalente Afrodite
Acádio equivalente Istar

Ninlil, Muliltu, Mulissu ou Milita era uma deusa da mitologia suméria e esposa de Enlil e mais tarde de Assur. Às vezes ela é sincretizada com uma das deusas-mães e da cura como, por exemplo, Inana.[1] Seu templo principal em Nipur era Ecur.

O mito "Enlil e Ninlil"Editar

No mito sumério Enlil e Ninlil, Enlil persegue Ninlil amorosamente, dando a luz a Nana, deus da Lua, Nergal, deus do submundo, e os deuses Ninazu e Enbilulu. Depois que Enlil foi convocado para ser o deus principal do Sul por Marduque, Ninlil se casou com Assur, gerando os deuses da guerra Zababa e Ninurta.[2] Ninlil pode ser identificada com Istar, ou Istar de Quis e de Arbela.[1]

A História de HeródotoEditar

De acordo com a História de Heródoto, Ninlil, já identificada pelos assírios de Milita, era também identificada como a deusa do amor Afrodite.[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b M. Krebernik (1998-2001). "Reallexikon der Assyriologie und Vorderasiatischen Archäologie". Berlim, pp. 452-561.
  2. «The Electronic Text Corpus of Sumerian Literature». etcsl.orinst.ox.ac.uk. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  3. «Herodotus, The Histories, Book 1, chapter 131, section 3». www.perseus.tufts.edu. Consultado em 24 de setembro de 2020 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre mitologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.