Niteroiense Futebol Clube

O Niteroiense Futebol Clube (acrónimo: NFC) é uma agremiação esportiva brasileira sediada na cidade de Niterói, no estado do Rio de Janeiro. Fundado em 11 de maio de 1913 como Nictheroyense Football Club, o clube retornou às atividades em 2024, após o Esporte Clube Atlético Carioca adotar o nome do antigo clube, alterando as cores e a grafia original.[2]

Niteroiense
Nome Niteroiense Futebol Clube
Mascote Arariboia
Fundação 11 de maio de 1913 (111 anos)
Estádio Concha Acústica[1]
Localização Niterói, RJ, Brasil
Presidente Maicon Vilela
Material (d)esportivo Pratic Sport
Competição Carioca - Série C
Website niteroiense.com.br/
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

História editar

Antecedentes editar

Nictheroyense Football Club (1913-1980) editar

O clube original disputava o Campeonato Fluminense, do qual foi campeão em 1918 e do Torneio Início de 1923, além do Campeonato Niteroiense de 1918 e 1937.[3] Seu maior rival era o Guarany, clube da mesma cidade e atualmente extinto.[4]

Esporte Clube Atlético Carioca (2012-2023) editar

O Esporte Clube Atlético Carioca foi fundado por Maicon Villela em 21 de Dezembro de 2012.[5] O clube tinha sede no Clube Mauá, em São Gonçalo, e se profissionalizou em 2018, estreando na 4° divisão do Campeonato Carioca daquele ano, na qual terminou em 13°colocado.[5][6]

Esquema de Manipulação de Resultados editar

Em 26 de janeiro de 2020, o Esporte Espetacular exibiu uma reportagem sobre um esquema de manipulação de resultados na 4° divisão do Campeonato Carioca de 2019. Segundo a reportagem, estavam envolvidos os presidentes do Atlético Carioca, Maicon Villela, e do Clube de Futebol São José, Adílson Faria.[7] Ambos os presidentes foram suspensos pela FERJ na ocasião.[8]

Após o esquema, o clube alterou de nome para Porto da Pedra Futebol Clube através de uma parceria com a escola de samba Unidos do Porto da Pedra.[9] A escola de samba surgiu de um time de futebol homônimo, que conquistou o Campeonato Citadino de São Gonçalo de 1973.[10][11] A mudança não chegou a ser oficializada pela FERJ, e o clube alterou novamente seu nome para Sporting Club Metropolitano, porém rapidamente retornando ao nome Atlético Carioca, pelo qual disputou as competições em 2023.[12][13]

Retorno do Niteroiense Futebol Clube editar

Em 2024, o Esporte Clube Atlético Carioca se transferiu para Niterói e mudou de nome para Niteroiense Futebol Clube, em homenagem a antiga equipe da cidade.[2] Com isso, o antigo Atlético Carioca se manteve apenas nas categorias de base, não disputando mais competições a nível profissional.[2] O clube está inscrito para disputar a Série C do Campeonato Carioca de 2024, e mandará os seus jogos no Complexo Esportivo de Niterói, localizada na Concha Acústica da cidade.[14][1][15]

Títulos editar

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Fluminense 1
1918
  Torneio Início 1
1923
MUNICIPAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Niteroiense 2
1918 e 1937

Referências

  1. a b MENEZES, Pedro. «FIFA realiza vistoria no campo da Concha Acústica em São Domingos». atribunarj.com.br. Consultado em 1 de maio de 2024 
  2. a b c REIS, Isabela (23 de fevereiro de 2024). «Niteroiense FC: a volta do time centenário de Niterói ao Campeonato Carioca». ge. Consultado em 21 de março de 2024 
  3. «Niteroiense marca a volta de Niterói ao futebol profissional do Rio de Janeiro - Lance!». Niteroiense marca a volta de Niterói ao futebol profissional do Rio de Janeiro - Lance!. 8 de março de 2024. Consultado em 30 de abril de 2024 
  4. «Guarany vesus Nictheroyense, Guarany derrota seu antagonista pelo score de 3 a 1». Rio de Janeiro. O Imparcial. 00577 (9). 31 de julho de 1914. Consultado em 17 de outubro de 2018 
  5. a b O São Gonçalo. «A saga para jogar a Série C do Campeonato Carioca». O São Gonçalo. Consultado em 24 de novembro de 2017 
  6. O São Gonçalo. «André Horta assume vice-presidência do CAC e promete equipe competitiva». O São Gonçalo. Consultado em 24 de novembro de 2017 
  7. Esporte Espetacular (26 de janeiro de 2020). «Esporte Espetacular revela esquema de manipulação de resultados no futebol do Rio». Globoesporte.com. Consultado em 29 de janeiro de 2020 
  8. Esporte Espetacular (27 de janeiro de 2020). «FERJ suspende suspeitos de manipulação de resultados no futebol do Rio». Globoesporte.com. Consultado em 29 de janeiro de 2020 
  9. «Após de escândalo de manipulação, Atlético Carioca muda mídias para Porto da Pedra FC». O curioso do Futebol. Consultado em 1 de março de 2020 
  10. «SAMBARIO - O site dos sambas-enredo». www.sambariocarnaval.com. Consultado em 30 de abril de 2024 
  11. «Porto da Pedra: a escola de samba que nasceu dos campos de futebol». Última Divisão. 5 de fevereiro de 2016. Consultado em 1 de março de 2020 
  12. «Atlético Carioca agora, se chama Metropolitano.». https://www.expressocarioca.com.br/. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  13. «Quinta (e última) divisão do Rio terá 22 clubes e será sub-23; veja o formato de disputa». ge. 7 de março de 2023. Consultado em 30 de abril de 2024 
  14. «Regulamento Série C - Profissional :: 2024». FERJ. 22 de março de 2024. Consultado em 2 de abril de 2024 
  15. «Complexo Esportivo de Niterói, na Concha Acústica, é inaugurado». Folha do Leste. 11 de dezembro de 2023. Consultado em 30 de abril de 2024 
   Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.