Abrir menu principal
RQ-4 Global Hawk
Veículo aéreo não tripulado
Um RQ-4 Global Hawk voando em 2007.
Descrição
Tipo / Missão Drone de uso militar
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Northrop Grumman
Período de produção 1998-presente
Custo unitário US$131,4 milhões (AF 2013)
Desenvolvido em Northrop Grumman MQ-4C Triton
Primeiro voo em 28 de fevereiro de 1998 (21 anos)
Variantes
Tripulação Nenhuma, 3 remotamente operando
Especificações (Modelo: RQ-4B Block 30/40)
Dimensões
Comprimento 14,5 m (47,6 ft)
Envergadura 39,9 m (131 ft)
Altura 4,7 m (15,4 ft)
Peso(s)
Peso vazio 6 781 kg (14 900 lb)
Peso carregado 14 628 kg (32 200 lb)
Propulsão
Motor(es) 1 x turbofan Rolls-Royce F137-RR-100
Força de empuxo (por motor) 3 447 kgf (33 800 N)
Performance
Velocidade máxima 629 km/h (339 kn)
Velocidade de cruzeiro 575 km/h (310 kn)
Alcance (MTOW) 22 779 km (14 200 mi)
Autonomia +32 h(s)
Teto máximo 18 288 m (60 000 ft)
Notas
Dados de: Northrop Grumman[1] e USAF[2]

Northrop Grumman RQ-4 Global Hawk é um veículo aéreo não tripulado (VANT) de vigilância. Ele foi inicialmente desenhado pela Ryan Aeronautical (agora parte da Northrop Grumman) e era conhecido como Tier II + durante o desenvolvimento. Em papel e desenho operacional, o Global Hawk é semelhante ao Lockheed U-2. O RQ-4 fornece uma visão ampla e vigilância sistemática usando radar de abertura sintética (SAR) de alta resolução e sensores (EO/IR) eletro-ópticos/infravermelhos de longo alcance. Ele pode vigiar cerca de 100 mil quilômetros quadrados de terreno por dia.

O Global Hawk é operado pela Força Aérea e a Marinha dos Estados Unidos. Ele é usado como uma plataforma de alta altitude para a vigilância e segurança. Missões para o Global Hawk cobrem o espectro da capacidade de coleta de informações para apoiar as forças em operações militares em todo o mundo. De acordo com a Força Aérea dos Estados Unidos, as capacidades de vigilância superiores da aeronave permitem armas mais precisas e uma melhor proteção das forças aliadas. Problemas financeiros levaram a uma mudança no plano original de adquirir 63 aeronaves, sendo cortado para 45 e uma proposta de 2013 para aposentar as 21 Bloco 30 variantes sinal de inteligência.[3] Cada aeronave estava a custar 35 milhões de dólares em 2005,[4] mas este havia subido par 222,7 milhões por aeronaves (incluindo custos de desenvolvimento) em 2013.[3]

Referências

  1. www.northropgrumman.com
  2. "RQ-4 Global Hawk fact sheet". US Air Force.
  3. a b «GAO-13-294SP, Defense Acquisitions Assessments of Selected Weapon Programs» (PDF). US Government Accountability Office. Março de 2013. pp. 113–4. Consultado em 26 de maio de 2013 
  4. "$143M for Global Hawk Cost Overruns". Defense Industry Daily, 25 de abril de 2005.

Ligações externasEditar