Nova Almeida Atualizada

A Nova Almeida Atualizada (NAA) (ou Almeida Revista e Atualizada, 3ª edição), é uma versão protestante da Bíblia Sagrada em português do Brasil, lançada oficial e integralmente em 2017 pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), correspondendo à 3ª edição do texto da versão Almeida Revista e Atualizada (1ª edição em 1959 e 2ª edição em 1993).

Nova Almeida Atualizada
Nome: Nova Almeida Atualizada
Abreviação: NAA
Publicação do NT: 2016
Publicação da Bíblia completa: 2017
Livros apócrifos: Não contém.
Base textual: AT: Bíblia Hebraica Stuttgartensia; NT: O Novo Testamento Grego da UBS 5ª edição / Nestle-Aland 28ª edição
Tipo de tradução: Equivalência formal e dinâmica: “formal ou literal sempre que possível; dinâmico sempre que necessário”.
Revisão: 2019
Editora: Sociedade Bíblica do Brasil (SBB)
Cópias impressas: 1 milhão de exemplares vendidos (setembro de 2019)[1]
Afiliação religiosa: evangélica/protestante
Versão online: NAA
Gênesis 1:1-3
"No princípio, Deus criou os céus e a terra. A terra era sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre as águas. Então Deus disse: — Haja luz! E houve luz."
João 3:16
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."

HistóriaEditar

No final de 2012, a SBB se reuniu com representantes de várias igrejas evangélicas para consultá-los sobre a pertinência de uma nova revisão da Almeida Revista e Atualizada (1959 e 1993), com português antigo que já não comunica claramente com os leitores de hoje, mesmo os intelectuais. Nessa reunião, foram estabelecidas as bases e características da 3ª edição.

Em 2013, a SBB constituiu uma Comissão de Revisão, formada por especialistas da própria sociedade. Evitou-se formar uma comissão com muitos nomes para não tornar o trabalho lento e burocrático, como ocorreu com a ARA. O trabalho da comissão foi iniciado em 4 de setembro de 2013.[2]

Em 2016, a SBB lançou parcialmente a uma "nova edição" ou "terceira edição" da ARA, contendo apenas o Novo Testamento, Salmos e Provérbios.[2]

Em 2017, foi lançada oficialmente a versão completa da 3ª edição da ARA, que recebeu o nome oficial de Nova Almeida Atualizada (NAA) para distingui-la das duas edições anteriores da ARA, pois a nova revisão mais profunda a constitui em uma nova Versão.

Em 2018, foi lançada a Bíblia de Estudo NAA* com notas e material extra de estudo traduzidos da ESV Study Bible (English Standard Version), de teologia reconhecidamente reformada, mas não tão explícita como a Bíblia de Estudo de Genebra.[3] Sendo esta, sem dúvida, a Bíblia de estudo com mais notas (quase 45 mil) disponível hoje (2020) em português.

Em 2019, foi realizada uma breve edição no texto, que alterou a tradução de Romanos 16.1 (vide abaixo).

Características da traduçãoEditar

1. Base textualEditar

A Nova Almeida Atualizada (NAA), tem como referência o texto português da versão Almeida Revista e Atualizada (1993), mas segue e traduzir o texto hebraico da Bíblia Hebraica Stuttgartensia, consultando os manuscritos do Mar Morto, e o texto grego Nestle-Aland da 28ª edição.[4]

2. MétodoEditar

A NAA, segue uma mescla de equivalência formal com dinâmica, priorizando a língua alvo (português). Conforme a SBB afirma: “formal ou literal sempre que possível; dinâmico sempre que necessário”.

3. EstiloEditar

Trouxe mudanças profundas como: A segunda pessoa (“tu” e “vós”) foi mudada para “você” e “vocês”, a não ser em orações e nos Salmos; Uso da ordem direta do português (sujeito, verbo, etc) em vez da ordem hebraica/grega (verbo, sujeito, etc); Adoção, sempre que possível, de frases mais curtas e substituição de termos que exigem consulta ao dicionário.[4]

O texto resultante corresponde à norma padrão do português que é escrito no Brasil hoje.[4]

4. Notas de traduçãoEditar

Faz uso muito moderado ou limitado de notas explicando algum termo ou tradução. Por exemplo:

  • Em Lucas 3.16, traz nota com a opção alternativa de tradução: "Ou em".
  • Em Lucas 3.17, traz nota explicando a palavra "eira" usada na tradução: "Área usada para secar e limpar cereais".

Traduções diferentes mais relevantesEditar

Boa parte da tradução, mesmo quando faz uso de novas palavras, não altera o sentido do texto da Almeida Revista e Atualizada (ARA), mas há algumas traduções que se constituem em uma tradução totalmente nova corrigindo ou alterando a tradução da ARA (1993). Exemplos:

Lucas 17.21Editar

Corrigiu-se o problema de dizer que o "reino de Deus" estava dentro dos fariseus que se opunham a Cristo.

ARA: "Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Lá está! Porque o reino de Deus está dentro de vós."

NAA: "Nem dirão: “Ele está aqui!” Ou: “Lá está ele!” Porque o Reino de Deus está entre vocês."

Romanos 16.1*Editar

Optou-se por traduzir inicialmente por "diaconisa", mas voltou atrás em edições recentes.

ARA: "Recomendo-vos a nossa irmã Febe, que está servindo à igreja de Cencreia"

NAA:* "Recomendo-lhes a nossa irmã Febe, diaconisa na igreja de Cencreia" (primeiras impressões)

NAA: "Recomendo-lhes a nossa irmã Febe, que está servindo na igreja de Cencreia" (impressões mais recentes)[nota 1]

Gálatas 5.19–21

ARA: "Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam."

NAA: "Ora, as obras da carne são conhecidas e são: imoralidade sexual, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçarias, inimizades, rixas, ciúmes, iras, discórdias, divisões, facções, invejas, bebedeiras, orgias e coisas semelhantes a estas. Declaro a vocês, como antes já os preveni, que os que praticam tais coisas não herdarão o Reino de Deus."

1João 5.18Editar

Fez-se mera opção alternativa de tradução do versículo que antes fazia referência à Aquele (i.e., Cristo)

ARA: "Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado; antes, Aquele que nasceu de Deus o guarda, e o Maligno não lhe toca."

NAA: "Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado, porque quem é nascido de Deus guarda a si mesmo, e o Maligno não pode tocar nele."

Judas 5

Como a NAA usa como texto base a 28ª edição do Nestle-Aland , enquanto a ARA (1993) usa o texto da 26ª edição, isso se reflete no texto da tradução que trás a palavra Jesus em vez de Senhor. Nesse caso se trata de uma diferença de manuscrito base que levou a mudança na NAA.

ARA: "Quero, pois, lembrar-vos, embora já estejais cientes de tudo uma vez por todas, que o Senhor, tendo libertado um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu, depois, os que não creram;"

NAA: "Embora vocês já estejam cientes de tudo de uma vez por todas, quero lembrar-lhes que Jesus, tendo libertado um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu, depois, os que não creram."

Apocalipse 1.3Editar

Corrigiu-se o erro na tradução da ARA usando o plural quando o grego está no singular.

ARA: "Bem-aventurados aqueles que leem e aqueles que ouvem..."

NAA: "Bem-aventurado aquele que lê, e bem-aventurados aqueles que ouvem..."

Traduções mais fáceis de entender

A principal diferença dessa versão é o uso de um vocabulário e gramática mais natural conforme o português falado hoje. Alguns exemplos:

Editar

Jó 15.27Editar

ARA: "porquanto cobriu o rosto com a sua gordura e criou enxúndia nas ilhargas"

NAA: "Porque cobriu o rosto com a sua gordura, que se acumulou também na cintura"

Gálatas 5.19–21Editar

ARA: "Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam."

NAA: "Ora, as obras da carne são conhecidas e são: imoralidade sexual, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçarias, inimizades, rixas, ciúmes, iras, discórdias, divisões, facções, invejas, bebedeiras, orgias e coisas semelhantes a estas. Declaro a vocês, como antes já os preveni, que os que praticam tais coisas não herdarão o Reino de Deus."

1João 2.16Editar

ARA: "porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo."

NAA: "Porque tudo o que há no mundo — os desejos da carne, os desejos dos olhos e a soberba da vida — não procede do Pai, mas procede do mundo."

Ver tambémEditar

Notas

  1. Nas primeiras impressões de 2017 e 2018 o texto foi traduzido por "diaconisa", mas nas impressões de 2019 em diante a SBB atualizou o texto excluindo o termo "diaconisa", como pode se ver, por exemplo, ao se comparar as primeiras impressões da Bíblia de Estudo NAA com as recentes.

ReferênciasEditar

  1. Nova Almeida Atualizada supera 1 milhão de exemplares distribuídos. Guia-me. Publicado em: 20 de setembro de 2019. Disponível em <https://www.guiame.com.br/gospel/leitura/nova-almeida-atualizada-supera-1-milhao-de-exemplares-distribuidos.html>. Acessado em 9 de julho de 2020.
  2. a b Novo Testamento, Salmos e Provébios - Almeida Revista e Atualizada Nova Edição (3ª edição). Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil. 2016. 600 páginas 
  3. Bíblia de Estudo NAA. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil. 2018. 2880 páginas 
  4. a b c «Nova Almeida Atualizada (NAA)». Portal SBB. Consultado em 16 de julho de 2019