Abrir menu principal

Novosibirsk (Новосибирск, em russo) é a capital da província homônima, na Sibéria, Rússia. Localiza-se nas margens do rio Ob. Tem cerca de 1.500.000 habitantes (estimação de 2012), sendo a terceira maior cidade russa, após Moscou e São Petersburgo, e a maior da Sibéria. Foi fundada em 1893 durante a construção da Transiberiana, é uma cidade do estilo modernista, ruas amplas e com infra-estruturas modernas, como o metrô inaugurado em 1985 (o único a leste dos Montes Urais), com duas linhas e 13 estações. O centro da atividade comercial é no lado direito do rio, onde concentra-se a atividade comercial e cívica. Aos 20 quilômetros no sul localiza-se o Akademgorodok, um bairro de ciência e do sector informático.

Novosibirsk
Новосиби́рск
Novosibirsk-city flag.svg Coat of Arms of Novosibirsk (2004).png
NSK Montage 2017.png
Subdivisão Novosibirsk
Prefeito Anatoly Lokot
Área 447,2 km²
População (2014) 1 547 910[1] habitantes
Densidade 3.061 hab/km²
Altitude +150 metros
Fundação 1893
Antigos nomes Novonikolayevsk
Código telefônico +7 383
Website novo-sibirsk.ru
Localização
Localização de Novosibirsk 55° 01' N 82° 56' E
Cidade da Rússia Rússia

Índice

HistóriaEditar

Anteriormente a região era habitada pelos povos samoiedos. Os primeiros cossacos russos chegaram ao território do Novosibirsk moderno no século XVI, e continuaram mais para leste. No inicio do século XVIII os imigrantes russos já moravam na margem ocidental do Ob, mas antes da primeira metade do século o território mais ao leste não foi controlado pela Rússia. Para manter a ordem e recolher os impostos, o império russo construiu a ostrog (fortaleza) de Chauss (modernamente o povoado de Kolyvan) em 1713 e aquela de Berdsk em 1716.

 
Ponte sobre o rio Ob

Durante a construção da linha férrea do Transiberiano os projetistas poderiam escolher um trajeto mais a norte, perto de Tomsk (então a maior cidade da Sibéria), mas preferiram as costas de Novosibirsk moderno por que há colinas com camadas de rocha em pouca profundidade, o que foi muito conveniente para construção. O projeto foi aprovado no 1893 e no mesmo ano foi fundada a aldeia dos construtores na margem direita do rio, com a designação de Novo-Alexandrovskiy, como referência a Alexandre III, o czar da Rússia. Ainda que naquele tempo no território da cidade moderna existiam aldeias pequenas, foi o povoado dos construtores que cresceu e juntou elas.

A ferrovia Transiberiana foi o primeiro meio do transporte rápido conectando os enormes territórios siberianos com a Rússia ocidental, e permitiu a agricultura e comercio local se desenvolver. A área do Novosibirsk e outros territórios do sul do Sibéria se ficaram exportadores dos produtos alimentares. Novosibirsk aproveito o cruzamento da ferrovia com o grande rio do Ob que permitia transportar o grano do sul. No ano de 1903, torna-se oficialmente uma cidade, chamada Novo-Nikolayevsk, referendo ao czar Nicolau II.

Em 1925, por vontade da sua população, foi atribuída à cidade a designação atual de Novosibirsk (Nova Sibéria), e o governo comunista, preventivamente tendo medo da resistência nas cidades antigas de Omsk e Tomsk, decidiu de mudar a capital da região para Novosibirsk, mais nova e sem classe aristocrata. O centro da cidade possui os monumentos arquitetónicos desse época no estilo construtivista.

Durante a segunda guerra mundial, Novosibirsk recebeu algumas fábricas evacuadas por Transiberiana e reconstruidas perto das linhas ferroviárias. Um dos seus monumentos de destaque é o Memorial, com placas de granito, onde estão inscritos os nomes das cerca de 30 000 pessoas que morreram na Guerra Patriótica, inaugurado em 1965.

GeografiaEditar

ClimaEditar

Dados climatológicos para Novossibirsk, Federação Russa
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) -12,2 -10,3 -2,6 8,1 17,5 24,0 28,7 26,2 16,6 6,8 -2,9 -8,9 7,0
Temperatura mínima média (°C) -20,1 -19,1 -11,8 -1,7 5,6 12,3 14,7 11,7 6,4 0,0 -9,1 −16,4 -2,3
Precipitação (mm) 19 14 15 24 36 58 72 66 44 38 32 24 442
Fonte: weathersa[2]

EconomiaEditar

Novosibirsk é um dos principais centros industriais da Federação Russa. O complexo industrial é formado por 214 empresas indústrias grandes e médias. Representam mais de dois terços da produção total de óblast de Novosibirsk, com um total de 421.200 pessoas trabalhando o setor.

As principais indústrias são a indústria de energia, gás, água, metais, a metalúrgica e a maquinaria, que representam 94% da produção industrial total. O número de empresas chegou a 132.071 unidades e existem 43.402 empresários individuais registados. O comércio por si só contou com um volume de vendas de 217.795,1 milhões de rublos em 2009 e cresceu alcançando a marca de 722.092,6 milhões de rublos, em 2011.

A cidade é sede de várias empresas russas das mais importantes, entre elas a sede de concentrados químicos de Novosibirsk NPCC, uma das maiores empresas de combustível nuclear da Rússia; a empresa energética Novosibirskenergo; a companhia ferrovia da Sibéria Ocidental, a operadora de telecomunicações Sibirtelecom, a Associação de Produção de Aeronaves de Novosibirsk V.P. Chkalov, a empresa de engenharia para a produção de maquinário agrícola e equipamentos de mineração Sibselmash.

No setor da construção e urbanismo, o governo local construirá um total de 10.612 mil metros quadrados de habitações até 2015 e manterá programas de reconstrução e modernização de habitações em mal estado e, em geral, um desenvolvimento integral da infra-estrutura da cidade. Por sua parte, o comércio é um dos motores da estrutura industrial e da economia de Novosibirsk.

Em 30 de março de 2011 a agência classificadora Standard & Poor's elevou a classsificação de crédito a longo prazo da cidade de Novosibirsk de "BB-" a "BB" e a classificação em escala nacional a "ruAA". A perspectiva da classificação era "estável".

InfraestruturaEditar

Educação e ciênciaEditar

Novosibirsk é conhecido por ser um importante centro científico, abrigando a Academia de Ciências da Rússia Siberian Branch, no qual existem dezenas de institutos de pesquisa, entre estes o Novosibirsk State University, Institutos de Física e Matemática Escolar do NSU e a Escola Superior de Informática. Nas proximidades, em Koltsovo, há o Centro de Virologia e Biotecnologia.

A cidade possui um total de 32 instituições de ensino superior (11 universidades, 8 academias e 13 instituições), além disso, existem 14 filiais de universidades de outras cidades da Rússia (incluindo instituições de Moscou e São Petersburgo). A maior universidade é a Universidade Técnica Estadual de Novosibirsk (NSTU), com mais de 22 mil alunos.

As universidades presentes na cidade são: Universidade Estadual de Novosibirsk, Universidade Técnica Estadual de Novosibirsk, Universidade Estadual Agrária de Novosibirsk, Universidade Estadual de Arquitetura e Engenharia Civil de Novosibirsk, Universidade Estadual de Medicina de Novosibirsk, Universidade Estadual de Economia e Gestão de Novosibirsk, Universidade Estadual Pedagógica de Novosibirsk, Universidade Estadual de Economia e Comércio da Rússia, Universidade Siberiana Estadual de Transporte Ferroviário, Universidade Siberiana Estadual de Telecomunicações e Informática e Universidade Siberiana de Cooperativas de Consumidores.

TransportesEditar

Novosibirsk é o maior centro de transportes da Sibéria e na cidade existe a confluência de várias linhas férreas e de rodovias, dentre elas destaca-se a ferrovia Transiberiana. Em Novosibirsk se encontra a sede da ferrovia da Sibéria Ocidental, um dos ramais siberianos da empresa estatal Ferrovia russa. A situação de Novosibirsk é fundamenta para o transporte já que conecta a Sibéria ao Oriente, Asia Central e Rússia europeia. Os fluxos humanos e o comércio contribuem significativamente no desenvolvimento da cidade. Novosibirsk é também um porto fluvial.

Existe uma rede de ônibus na cidade. E outro meio de locomoção massivo na cidade é metrô (O único a leste dos montes Urais), inaugurado em 1986. Conta com duas linhas em funcionamento, totalizando doze estações, no final de 2005, foi inaugurada a décima segunda estação. É a forma mais rápida para deslocar-se, mas está concentrado na região central.

A intersecção das rotas marítimas e terrestres são um fator adicional no crescimento da cidade. O porto fluvial se encontra nas proximidades da famosa ponde sobre o Rio Ob, na área central da cidade. A navegação pelo Ob consiste em transportes de mercadorias, transporte local de passageiros e a extração de areia. As rotas turísticas do rio só existem em Tomsk e Zavyalovo.

Por último, o Aeroporto Internacional Tolmachevo, com voos regulares a outras partes da Rússia, Europa e Ásia.

CulturaEditar

O Dia da Cidade é celebrado no final domingo de junho, com a realização de um concerto na Praça Lenine e na Avenida Krasniy. O trânsito rodoviario é encerrado neste dia.

EsporteEditar

A cidade de Novosibirsk é a sede do Estádio Spartak e do FC Sibir Novosibirsk, que participa do Campeonato Russo de Futebol.[3] A cidade também abriga a equipe de Futsal Sibiryak (Siberiano) que participa da Superliga de Futsal, a principal competição russa na modalidade, tendo sido vice campeã na temporada 2011/2012 e terceira colocada nas temporadas 2010/2011 e 2013/2014. Já o HC Sibir Novosibirsk, equipe de Hóquei no Gelo, disputa a Kontinental Hockey League (KHL), a segunda mais importante Liga de Hóquei no Gelo do mundo.

Referências

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Novosibirsk