Abrir menu principal

Nugzar Petrovich Bagration-Gruzinski

Nugzar Petrovich Bagration-Gruzinski
Nascimento 25 de agosto de 1950 (68 anos)
Tbilisi
Cidadania Geórgia
Ocupação encenador

Principe Nugzar Bagration-Gruzinsky (em georgiano: ნუგზარ პეტრეს ძე ბაგრატიონ-გრუზინსკი ; nascido em 25 de agosto de 1950, em Tbilisi, República Socialista Soviética da Geórgia)[1] é o chefe da Casa Real da Georgia no ramo Gruzinski, atualmente em exílio e o sucessor por primogenitura de George XII , o último rei da Geórgia (Reino de Cártlia-Cachétia). [2][1]

Índice

BiografiaEditar

O príncipe herdeiro Nugzar Bagrationi-Gruzinski é filho do Príncipe Peter Bagrationi Gruzinski da Geórgia (1920-1984), que foi um proeminente poeta, famoso por seu combate ao regime comunista por meio de suas obras literárias, e ex-chefe da Casa Real da Geórgia entre 1939 e 1984. Atualmente, além de chefe da casa real, o principe Nugzar Bagrationi-Gruzinski é diretor de teatro na cidade de Tbilisi (formado em 1971 como ator e em 1976 como diretor),[1] e como seu pai, o Príncipe Herdeiro Nugzar Bagrationi-Gruzinski, também passou por dificuldades durante o regime soviético. Por exemplo, quando sua companhia de teatro tinha compromissos no exterior, o príncipe sempre teve o visto negado pelo governo soviético. Os soviéticos estavam preocupados que permitir que o príncipe fosse para o exterior poderia permitir-lhe reivindicar seus direitos legítimos. [3]

Recentemente,[quando?] no que se refere a “questão dinástica da Georgia” o principe conquistou alguns reconhecimentos externos, por exemplo, em 2006 a chefe da Casa Real de Imerícia, Sua Alteza Princesa Nino Bagration-Imeretinski (1915-2008), assinou um memorando importante em que ela, em nome do ramo real de Imerícia, reconheceu a legítima reivindicação e soberania dos Bagrationi-Gruzinski sobre o resto das linhas Bagrationi [4] Em 23 de fevereiro de 2010, o príncipe herdeiro Nugzar Bagrationi-Gruzinski participou de uma conferência nacional com vários altos ministros da República da Geórgia e distintos cientistas. Nessa conferência, o príncipe herdeiro Nugzar Bagrationi-Gruzinski foi legitimamente apresentado “como sucessor do trono georgiano”. Em seu discurso, ele enfatizou a importância da avaliação legal da comunidade mundial dos crimes cometidos contra o povo georgiano.[5][6]

FamíliaEditar

SAR Principe Nugzar Bagrationi-Gruzinski é casado com a princesa Leila Kipiani, que nasceu em Tbilisi no dia 16 de julho de 1947. Eles se casaram em 10 de Fevereiro de 1971. Os dois principes tiveram duas filhas:[7]

  • Princesa Anna Bagrationi-Gruzinski (nascida em 1976), herdeira de Prince Nugzar;
  • Princesa Maia Bagrationi-Gruzinski (nascida em 1978)

A Princesa Leila é descendente de uma família de alta nobreza da Georgia. [8]

Anna casou-se em 8 de fevereiro de 2009 na Catedral de Sameba com o Príncipe David Bagrationi-Mukhraneli, herdeiro do ramo Mukhrani da família real georgiana, reunificando ambos os ramos e tendo público de três mil espectadores, oficiais e diplomatas, além de extensiva cobertura pela mídia do país.[9] O casal teve em 2011 o filho Giorgi, mas Nugzar não o reconhece como herdeiro do trono, exigindo que David asssine um acordo escrito reconhecendo Nugzar e o ramo Gruzinski como únicos herdeiros legítimos do trono georgiano.[10][11][12]

HonrasEditar

Honras da dinásticasEditar

Honra EstrangeiraEditar

  • Família Real de Ruanda: Grande Cruz de Cavaleiro com Colar da Ordem Real do Tambor [16]

AntepassadosEditar

Regra da primogenitura: [17]

  • SMR Giorgi XII (1746-1800), monarca do Reino Unido de Kartli-Kakheti (O último rei da Georgia) (1798-1800)
  • SAR Bagrat Bagrationi-Gruzinski (1776-1841), herdeiro do trono, pai de:
  • SAR Alexandre Bagrationi-Gruzinski (1820-1865), herdeiro do trono, pai de:
  • SAR Peter Bagrationi-Gruzinski (1857-1922) herdeiro do trono, pai de:
  • SAR Peter Bagrationi-Gruzinski (1920-1984) herdeiro do trono, pai de:
  • SAR Principe Nugzar Bagrationi-Gruzinski (1950).

Reconhecimento InternacionalEditar

A Filha de SAR Principe Nugzar Bagration Gruzinsky, Princesa Anna Gruzinsky, foi recebida como princesa da Georgia pelo governo marroquino entre os dia 15 a 20 de Março de 2018, no Reino do Marrocos [18]

Ligações externasEditar

Referências

  1. a b c ვინ ვინაა საქართველოში: ქართული ბიოგრაფიული ცნობარი. (em georgiano). Tbilisi: [s.n.] 1998-1999. p. 31 
  2. Montgomery-Massingberd, Hugh, 1980, "Burke’s Royal Families of the World: Volume II Africa & the Middle East, pp. 59-65 ISBN 0-85011-029-7
  3. «THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA». THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA. Consultado em 4 de junho de 2018 
  4. «- Headlines». www.nobility-association.com. Consultado em 4 de junho de 2018 
  5. «THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA». THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA. Consultado em 4 de junho de 2018 
  6. «ნუგზარ ბაგრატიონ-გრუზინსკი (1950)» 
  7. «Bagration». Genealogy Index (em inglês). 24 de abril de 2009. Consultado em 31 de maio de 2018 
  8. «THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA». THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA. Consultado em 4 de junho de 2018 
  9. Vignanski, Misha (26 de maio de 2018). «Primera boda real en dos siglos reagrupa dos ramas de la dinastía Bagration». El Confidencial (em espanhol). Consultado em 9 de fevereiro de 2009 
  10. «ახალშობილ მუხრან ბატონს ბაბუა ტახტის მემკვიდრედ არ აღიარებს». Tabula Magazine (em georgiano) 
  11. The Legal Heir to the Royal Throne of the Georgian Bagrationi Dynasty. Appendix of Additional Information No13.
  12. Khachidze, Nino (31 de maio de 2018). «Tbiliselebi» (em georgiano) 
  13. «THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA». THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA. Consultado em 4 de junho de 2018 
  14. «THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA». THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA. Consultado em 4 de junho de 2018 
  15. «THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA». THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA. Consultado em 4 de junho de 2018 
  16. http://king-kigeli.org/royal-order-of-the-crown-of-rwanda Royal Order of the Drum
  17. «THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA». THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA. Consultado em 4 de junho de 2018 
  18. «THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA». THE ROYAL HOUSE OF GEORGIA. Consultado em 4 de junho de 2018