Abrir menu principal

Nuno Alexandre Tavares Barcelos Guerreiro Lobito (Costa da Caparica, 28 de Dezembro de 1965) é um fotógrafo português.

BiografiaEditar

A sua carreira começou na Ar.Co onde estudou fotografia e posteriormente, foi fotógrafo profissional, no Diário de Notícias. Com um desejo muito forte de dar a volta ao Mundo e encontrar o seu lugar na fotografia, decidiu então partir à conquista desse desígnio. [1]

Passou os anos 90 a viajar, dedicado à foto-reportagem e a recolher experiências humanas. Regressava esporadicamente a Portugal para publicar trabalho e leccionar cursos de fotografia.

Viveu entre tribos indígenas no seio da Floresta Amazónica, fotografou cenários de guerra, e visitou Sua Santidade, o Dalai Lama. [2]

Da sua visita à Floresta Amazónica, emergiu o seu livro fotográfico Amazónia Oculta.

No dia 11 de Novembro de 2011, aos 47 anos, tinha visitado os 193 países reconhecidos pela ONU, mais 11 auto-proclamados independentes. Este feito conquistou-lhe uma posição de topo na tabela dos mais viajados do Mundo, segundo o site The best travelled [3]

Em 2012, no programa Revelações, [4] emitido pelo canal RTP Memória, o fotógrafo juntamente com a apresentadora Isabel Angelino, dedicavam cinco minutos a percorrer os países do Mundo através das suas fotografias, onde se explicavam também aspectos técnicos e se faziam revelações das viagens.

Em simultâneo com a paixão de viajar e fotografar, Nuno Lobito dedica-se, desde 1999, à actividade de formador de cursos de fotografia, dentro da temática de viagens, onde partilha os seus conhecimentos e experiências adquiridas.

Das instituições onde tem uma ligação como formador, referem-se a Ar.co, Restart, Etic e World Academy.

Desde Junho de 2019, desempenha as funções de diretor de arte de fotografia na academia Muscat de artes árabes em Oman.

PublicaçõesEditar

  • Amazónia Oculta (2000) ISBN 9789728605032
  • Sons do Silêncio (2008) ISBN 9789895553778
  • O Mundo aos Meus Olhos (2010)
  • Juventude Leonina: 35 Anos de Glória, 1976-2011 (2011)
  • O Caminho Faz-se a Andar (2014)

PrémiosEditar

  • 1989 - 1º lugar a cor e 2º lugar a preto e branco no concurso da C.M. Lisboa “Descobre A Tua Terra”.
  • 1994 - Menção Honrosa Na “Maratona Fotográfica 24 Horas" C.M. Lisboa.
  • 1995 - Menção Honrosa No Concurso "Expor Visão" F.I.L..
  • 2003 - Melhor Portfolio fotográfico indígena, fundação Andres Bello Colômbia.
  • 2004 - Menção Honrosa na Revista Geo.
  • 2005 - Menção Honrosa na Revista Nacional Geografic (Visiones convergente), México.
  • 2006 - Menção Honrosa C.M.M.(Amazónia Oculta).
  • 2013 - Vencedor prémio Gentileza - Milão, Itália.
  • 2013 - Vencedor competição Light Poland.
  • 2015 - 1º Prémio das Nações Unidas / Unicef Spain.

ExposiçõesEditar

  • 1995 - Exposição Fotográfica "Guiné, o Traje" Monumento dos Descobrimentos, Lisboa.
  • 1998 - Exposição Fotográfica "The Other Side" Fundação Oriente de Goa, Indía.
  • 1998 - Exposição Fotográfica "The magic of light" Café de Arte Itália.
  • 1999 - Exposição Fotográfica "Childrens The World" Cordoaria de Lisboa.
  • 2000 - Exposição Fotográfica "Hidden Amazon" Museu de Letícia, Colombia.
  • 2003 - Exposição Fotográfica "Converging Visions" Colombia.
  • 2006 - Exposição "Amazónia Oculta" Restart, Portugal.
  • 2014 - Exposição "100 Years of Photography" Leica, Portugal.
  • 2017 - Exposição “Ties” Museu Oriente, Lisboa.
  • 2018 - Exposição "40 Shots with Soul" World Academy Portugal.

ReferênciasEditar