Abrir menu principal
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

O Open Document Format for Office Applications (ODF) Documento de Formato Aberto para Aplicações Empresariais (DFA -AE), também conhecido como OpenDocument (OD) Documento Aberto (DA), é uma forma de arquivo usado para armazenamento e troca de documentos de escritório, como textos, folhas de cálculo, bases de dados, desenhos e apresentações. Este formato foi desenvolvido pelo consórcio OASIS e baseia-se na linguagem XML. O ODF é um formato aberto ao público e foi aprovado como norma ISO/IEC em 8 de Maio de 2006 (ISO/IEC 26300).[1] O ODF foi o primeiro formato de documentos editáveis de escritório a ser aprovado por uma instituição de normalização independente.

O formato ODF[2] foi desenvolvido por uma grande variedade de organizações, sendo possível aceder livremente às respectivas especificações. Isto significa que o ODF pode ser implementado em qualquer sistema, seja ele de código aberto, seja contrário a isto, sem ser necessário efetuar qualquer tipo de pagamento ou estar sujeito a uma licença de uso restrito. O ODF constitui-se como uma alternativa às formas de documentação que são propriedade de empresas privadas, sujeitos a licença de uso restrito ou onerosas, permitindo a organizações e indivíduos escolherem as aplicações para escritório que mais lhes convêm para lidar com os arquivos guardados que o ODF lhes oferece. O formato é independente de plataforma e fornecedor tornando-o adequado ao arquivo de documentos a longo prazo.

EspecificaçõesEditar

As extensões usadas para migrar os documentos ODF são:[3][4]

Também usadas para modelos de documentos são:

O formato original do OpenDocument consiste em um documento XML que tem:

<document> como seu principal elemento.

Arquivos OpenDocument também pode ter o formato de um arquivo comprimido ZIP que contém um número de arquivos e diretórios;

as quais podem conter conteúdo binário e vantagem de compressão ZIP sem perda de dados (do inglês: lossless) para reduzir o tamanho do arquivo.

Vantagens de OpenDocument, que usa o princípio da Separação de conceitos, separando o conteúdo, estilos, metadados e as configurações do aplicativo em quatro arquivos XML separados.

Norma brasileiraEditar

Em 12 de Maio de 2008, o formato ODF foi oficialmente aprovado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) como a norma NBR ISO/IEC 26300:2008.[5] O fato foi comemorado pelos adeptos do software livre, porque, segundo o Código de Defesa do Consumidor brasileiro, a partir do momento em que uma norma ABNT existe, ela deve passar a ser incorporada nos produtos disponíveis no mercado.[6]

Leis e ProtocolosEditar

O Protocolo Brasília ODF formaliza a clara intenção de instituições públicas, privadas e ONGs à adoção de formatos abertos de documentos (ODF – OpenDocument Format) na geração, armazenamento, disponibilização e troca de documentos eletrônicos entre seus signatários, cada vez mais instituições estão aderindo à norma brasileira sobre ODF, abaixo segue a relação dos signatários:

Órgãos PúblicosEditar

Empresas PrivadasEditar

ComunidadesEditar

A escolha pelo Open Document Format está apoiada em alguns fatores críticos. Este padrão permite independência de fornecedor, autonomia do usuário, transparência, já que, este padrão, não apresenta o código binário escondido e é livre de royalties.

Países que adotaram ODFEditar

Mídia sobre ODFEditar

Referências

  1. ISO. «ISO and IEC approve OpenDocument OASIS standard for data interoperability of office applications». ISO Press Releases. www.iso.org. Consultado em 24 de agosto de 2006 
  2. «OpenDocument Format». Consultado em 21 de Marzo de 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. (em castelhano) UA.es Arquivado em 15 de junho de 2009, no Wayback Machine.
  4. «OpenOffice.org Document Version Control With Mercurial». Consultado em 7 de junho de 2010 
  5. ABNTNet Tecnologia da informação Arquivado em 15 de junho de 2009, no Wayback Machine. Formato aberto de documento para aplicações de escritório (OpenDocument) v1.0
  6. «Agora é oficial: ODF é norma ABNT NBR ISO/IEC 26300:2008». Consultado em 21 de junho de 2008. Arquivado do original em 1 de junho de 2008 
  7. http://dre.pt/pdf1sdip/2012/11/21600/0646006465.pdf | page=3

Ligações externasEditar

Software compatível com a ISO/IEC 26300 ODFEditar