Abrir menu principal

OVNIs avistados em Nova Jérsei em 1978

Uma série de OVNIs avistados foi relatada em Nova Jérsei, Estados Unidos, em 18 de janeiro de 1978.

Todas as informações do caso foram enviadas ao ufologista norte-americano Leonard H. Stringfield por um segurança da Base da Força Aérea de McGuire. Naquele dia, entre as 3 horas e as 5 horas da manhã, muitas visualizações foram relatadas numa área militar da Nova Jérsei, onde a base aérea e da bas Fort Dix localizam-se. De acordo com os relatos, cerca de doze objetos foram vistos e perseguidos por veículos das bases, assim como veículos da Polícia do Estado de Nova Jérsei.

O segurança, chamado Jeffrey Morse,[1] estava fazendo uma patrulha de rotina, quando alguém o contou pelo rádio transmissor que um policial de Fort Dix estava perseguindo um objeto que voava em baixa altitude.

O objeto teria voado acima da viatura, permitindo que o policial o observasse de perto. Ele descreveu o objeto como sendo ovalado, iluminado por luzes verdes e azuis. Logo, a transmissão dos rádios foi interrompida. Repentinamente, uma criatura humanóide de cerca de 1,20 metro de altura apareceu na frente da viatura. Era marrom e tinha braços longos, corpo magro e uma grande cabeça. O policial atirou cinco vezes na criatura e também deu um tiro no objeto voador. A nave então voou verticalmente em direção ao céu, onde ela se juntou a onze objetos similares. Todas as bases da região ficaram em alerta total, e várias viaturas começaram a procurar pela criatura atingida pelos tiros.

De acordo com uma testemunha, a criatura teria sido encontrada perto de uma pista de pouso, aparentemente tentando escalar a cerca que rodeava a pista. A área foi imediatamente isolada e somente pessoal autorizado podia adentrá-la.

O Escritório de Investigações Especiais da Força Aérea chegou ao local e encarregou-se do incidente. O lugar tinha um forte cheiro de amônia. Pessoas e equipamentos foram trazidos da Base da Força Aérea Wright-Patterson para o local, em um avião C141. Algumas testemunhas dizem terem visto pesquisadores empacotando algo desconhecido, colocando o pacote em uma caixa de madeira e finalmente em uma de metal. A caixa foi carregada para um avião e decolou. Todas as pessoas envolvidas foram alertadas a não contar para ninguém sobre o ocorrido, sob risco de corte marcial. O governo norte-americano anunciou que nada de incomum ocorreu naquele dia.

Jeffrey publicou mais tarde uma carta relatando a sua experiência:[1]

ReferencesEditar

  1. a b «Fort Dix / McGuire AFB Case». UFO Evidence. Consultado em 16 de agosto de 2009 
  • Castro, Michelle (16 de novembro de 2003). «O Caso Nova Jersey 1978». Vigilia. Consultado em 27 de fevereiro de 2007. Arquivado do original em 26 de setembro de 2007  (português)

Ligações externasEditar