O Último Banho (filme)

O Último Banho é uma longa-metragem luso-francesa de ficção realizada por David Bonneville. Nomeado em 13 categorias para os galardões da Academia Portuguesa das Artes e Ciências Cinematográficas, ganhou o Prémio Sophia de Melhor Filme, assim como os Prémios de Melhor Argumento Original e Melhor Direção Artística.

O Último Banho
Portugal Portugal  França
2020 •  cor •  95 min 
Direção David Bonneville
Produção CRIM, Bocaluppo
Roteiro David Bonneville Diego Rocha
Elenco Anabela Moreira
Martim Canavarro
Margarida Moreira
Miguel Guilherme
Cinematografia Vasco Viana
Edição Nicolas Desmaison
Lançamento 2020
Idioma português

O filme teve a sua estreia mundial no Festival de Tóquio[1], integrou a seleção oficial do Mostra de São Paulo[2], e obteve nomeação ao Ingmar Bergman Award no Festival de Cinema de Gotemburgo, posicionando-se entre a lista de favoritos pela revista Sueca Filmmtop. Esta produção conta com a interpretação de Anabela Moreira, Martim Canavarro, Margarida Moreira, Rodrigo Santos e Miguel Guilherme.

SinopseEditar

Josefina está prestes a fazer os votos perpétuos, mas tem de regressar à aldeia onde cresceu para o funeral de seu pai. Aí reencontra o sobrinho, abandonado pela mãe, e é compelida a adotá-lo. A adolescência do sobrinho e a profunda religiosidade, o perigo de pecado e a ameaça de regresso da irmã, são desafios que terá de enfrentar. Todas as relações humanas não deixam de ser ambíguas e o amor não é fácil de dominar.

Referências

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre um filme português é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.