Ocatharinenselogo.png
Ocatharinense2871831.JPG
Capa do jornal, edição de 28 de julho de 1831
Periodicidade Quinzenal
Formato equento (19 x 25 cm)
Sede Desterro, SC
 Brasil
Preço Distribuído somente para assinantes / 60 Réis
Slogan União e Liberdade, Independência ou Morte
Fundação 28 de julho de 1831 (188 anos)
Fundador(es) Jerônimo Coelho
Proprietário Jerônimo Coelho
Pertence a Jerônimo Coelho
Editora Typographia d'O Catharinense
Idioma (português brasileiro)
Término de publicação 1832

O Catharinense foi um periódico editado na cidade brasileira de Florianópolis, denominada então Desterro. Seu primeiro exemplar foi publicado em 28 de julho de 1831, sendo portanto o primeiro jornal publicado em Santa Catarina. Seu fundador foi Jerônimo Coelho, o Patrono da Imprensa Catarinense.

HistóriaEditar

Após a imprensa chegar ao Brasil, em 1808, se espalhou por todo o país uma 'febre', inicialmente a imprensa se instalou em São Paulo e na capital imperial Rio de Janeiro, onde o militar e político lagunense Jerônimo Coelho, teve o primeiro contato com jornais, e decidiu trazer o novo meio de comunicação para a sua província natal Santa Catarina. Com ajuda de amigos ele comprou um prelo, o levou para Desterro capital de Santa Catarina e estabeleceu a sua redação e oficina tipográfica.

Em 27 de julho de 1831, letras de chumbo 'entalharam' numa folha de 19 cm x 25 cm, as notícias do primeiro número do jornal. Na manhã de 28 de julho, circulou o número 01 do jornal "O Catharinense", porém o jornal não teve tanta importância na época, e logo o conselheiro Jerônimo Coelho, fechou o jornal e a oficina tipográfica.[1] [2] [3]

Futuramente surgiria vinte e nove anos mais tarde um jornal homônimo porém sem ligações com "O Catharinense" de Jerônimo Coelho.

AcervoEditar

Atualmente restam no acervo da Fundação Biblioteca Nacional, três exemplares do jornal. Já em Santa Catarina, há somente alguns exemplares guardados na Biblioteca Pública do Estado de Santa Catarina.

Acervo OnlineEditar

A Biblioteca Pública do Estado de Santa Catarina e a Fundação Biblioteca Nacional, disponibilizaram em suas hemerotecas digitais edições do jornal para download e leitura on-line.

CuriosidadesEditar

  • Anos mais tarde em 1878, o prelo usado para a impressão de O Catharinense, foi comprado pelo professor sergipano Prezalindo Lery Santos para a impressão de O Município, na cidade de Laguna, coincidentemente terra natal do antigo dono do prelo.[4]
  • Em 1860, foi fundado o jornal "O Catharinense" em Desterro de ligação republicana.
  • Atualmente o prelo usado por Jerônimo Coelho esta exposto no Museu Anita Garibaldi em Laguna.[4]

Referências

  1. Evaldo Pauli. «Enciclopédia Discurso Catarinense». UFSC. Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  2. Fifo Lima. «O Catharinense, a era dourado do rádio e o advento da televisão». Instituto Caros Ouvintes de Estudos de Mídia. Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  3. Norma Bruno. «Jornal O Catharinense 180 anos». Instituto Caros Ouvintes de Estudos de Mídia. Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  4. a b Luís Claudio Joaquim Abreu. «06 - A Verdade, O Pyrilampo e o O Município: o início da imprensa lagunense». Blog As Mil e Uma Histórias de Laguna. Consultado em 20 de janeiro de 2014 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.