O Elogio ao Ócio

ensaio de Bertrand Russell

O Elogio ao Ócio é um texto de autoria do filósofo e matemático inglês Bertrand Russell (1872-1970) que dá título ainda a uma coletânea de outros ensaios do referido autor publicada originalmente em 1935. Para Russel, o trabalho não é ou não deveria ser o objetivo da vida de um indivíduo, trazendo o ideal de um mundo em que todos possam se dedicar a atividades agradáveis, usando o tempo livre, ocioso, não só para se divertir, mas para ampliar seus conhecimentos e a capacidade de reflexão.

In Praise of Idleness and Other Essays
O Elogio ao Ócio (BR)
Autor(es) Bertrand Russell
Lançamento 1935
Edição brasileira
Tradução Daniel Cunha
Editora Sextante
Lançamento 2002
Páginas 192
ISBN 8575420208

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um livro é um esboço relacionado ao Projeto Literatura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.