O Fantasma da Ópera (filme de 1962)

filme de 1962 dirigido por Terence Fisher

O Fantasma da Ópera[1][2] (em inglês: The Phantom of the Opera) é uma produção britânica de 1962 do estúdio Hammer Film Productions, dirigida por Terence Fisher, sendo pela crítica francesa considerada sua obra-prima. Herbert Lom, conhecido pelo papel do Inspetor Dreyfus na clássica série The Pink Panther, interpreta o personagem-título. O filme foi distribuído pela Universal Pictures.

The Phantom of the Opera
O Fantasma da Ópera (PRT/BRA)
 Inglaterra
1962 •  cor •  84 min 
Direção Terence Fisher
Produção Anthony Hinds
Roteiro Anthony Hinds, baseado no romance Le Fantôme de l'Opéra, de Gaston Leroux
Elenco Herbert Lom
Heather Sears
Thorley Walters
Michael Gough
Edward de Souza
Gênero terror
Música Edwin Astley
Idioma inglês

SinopseEditar

Nesta adaptação cinematográfica de 1962, a história é ambientada na Londres vitoriana. O professor Petrie (Herbert Lom) é um compositor pobre, cuja obra não publicada é roubada pelo ambicioso e inescrupuloso Lorde Ambrose D'Arcy (Michael Gough), que prometera ajudá-lo a editar sua obra. Então, numa tentativa de impedir a impressão de sua obra, o professor é desfigurado por ácido nítrico. Christine Charles (Heather Sears) é uma jovem cantora lírica, que passa a ser ensinada secretamente por Petrie, que se tornara O Fantasma. Sendo que no final Christine realiza seu desejo cantando perfeitamente na apresentação, e quando o lustre está prestes a cair em cima dela, o Fantasma retira sua máscara na frente de todos revelando seu rosto deformado e salva Cristine, deixando o lustre cair em seu lugar morrendo no final. Enquanto que em outras versões, o Fantasma só queria ser amado, nessa ele demonstrava ter apenas a vontade de fazer Christine ter a voz mais maravilhosa de Paris, não demonstrando interesse amoroso algum.

Referências

  Este artigo sobre um filme de horror é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  A Wikipédia tem o