Abrir menu principal

O Grande Circo Místico (filme)

filme de 2016 dirigido por Carlos Diegues
O Grande Circo Místico
Pôster do filme
 Brasil
Portugal Portugal
 França

2018 •  cor •  105 min 
Direção Cacá Diegues
Roteiro George Moura
Cacá Diegues
Baseado em Jorge de Lima
Elenco Jesuíta Barbosa
Bruna Linzmeyer
Rafael Lozano
Catherine Mouchet
Antônio Fagundes
Vincent Cassel
Mariana Ximenes
Género drama
Companhia(s) produtora(s) Globo Filmes
Luz Mágica
Distribuição H20 Films
Lançamento 15 de novembro de 2018
Idioma português
Orçamento R$ 3 milhões (estimativa de 2014)[1]
Página no IMDb (em inglês)

O Grande Circo Místico é um projeto do cineasta brasileiro Cacá Diegues, baseado no poema de 47 versos contido no livro A Túnica Inconsútil (1938), de Jorge de Lima. O roteiro foi escrito por George Moura com colaboração de Cacá Diegues e a produção fica por conta de Renata Almeida Magalhães.

As filmagens começaram em 2015 e ocorreram em Portugal, o lançamento está previsto para 15 de novembro de 2018.[2]

SinopseEditar

O filme conta a história de 5 gerações de uma mesma família circense. Da inauguração do Grande Circo Místico em 1910 aos dias de hoje, acompanharemos, através de Celavi, o mestre de cerimônias que nunca envelhece, as aventuras e os amores dos Knieps, do apogeu à decadência, até o surpreendente final, num filme em que realidade e fantasia se encontram em um universo místico.

ElencoEditar

ProduçãoEditar

O filme tem locações em Portugal e conta com atores brasileiros e de outras nacionalidades. Apesar do poema de Jorge de Lima já ter ganho uma adaptação com o mesmo título para balé em 1982,[4][5] com trilha sonora de Chico Buarque e Edu Lobo, o filme não é um musical, volta-se mais para a saga secular sobre o amor na história de uma família. O orçamento de 3 milhões de reais do filme foi pago pelo governo do Brasil no programa "Brasil de Todas as Telas 2014", feito em parceria com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e a Agência Nacional do Cinema (ANCINE).[1]

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar