O Guayra

O Guayra foi um periódico semanário da cidade de Guarapuava, estado do Paraná. Fundado por Luiz Daniel Cleve no ano de 1893, o jornal, de circulação semanal, é considerado um dos primeiros jornais paranaense.

HistóriaEditar

Daniel Cleve, jornalista, político e sertanista associou-se com o fazendeiro e empresário Cel. Seraphim de Oliveira Ribas, dono da primeira tipografia em Guarapuava, para fundar, em 4 de abril de 1893,[1] um jornal que mostrasse o dia-a-dia do planalto central paranaense, libertando-se, assim, dos jornais da capital e de cidade de Castro, únicos periódicos que circulavam na região até então.

Cleve, que já colaborava com outros jornais, como o “Dezenove de Dezembro”, “Província do Paraná” e no “Eco”, da cidade de Castro, escrevia no Guayra colunas sobre paleontologia, zoologia, flora e a fauna da região central do Paraná, bem como, classificação das raças autóctones, entre outros assuntos.

Os fatos que antecederam a Revolução Federalista foram retratados no Guayra, indicando assim que o jornal foi muito influente nos acontecimentos históricos do sul do Brasil nos primeiros anos da república.

Referências

  1. Rocha, Rita de Cássio Luiz. "Imprensa, Educação e Civilidade", IX Simpósio Internacional Processo Civilizador: Tecnologia e Civilização.[1][ligação inativa]

BibliografiaEditar

  • CLEVE, Joerling J. Cordeiro. Cel. Luiz Daniel Cleve: Memória e História. 2ª Ed. Curitiba: Editora Juruá, 2005. 184 p.
  • CLEVE, Jeorling J. Cordeiro. Povoamento de Guarapuava: cronologia histórica. 4.ed. Curitiba: Juruá, 2015. 253 p.
  • NICOLAS, Maria. Sertanistas do Paraná: Os Esquecidos.Curitiba, 1981. 131 p.
  Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.