Abrir menu principal

O Judeu

filme de 1995 dirigido por Jom Tob Azulay
Disambig grey.svg Nota: Para o escritor português, veja António José da Silva.
Disambig grey.svg Nota: Para o livro de Camilo Castelo Branco, veja O Judeu (livro).
O Judeu
 Brasil · Portugal Portugal
1995 •  cor •  85 min 
Direção Jom Tob Azulay
Roteiro Geraldo Carneiro
Millor Fernandes
Gilvan Pereira
Elenco Felipe Pinheiro
Dina Sfat
Mário Viegas
Cristina Aché
Fernanda Torres
Ruth Escobar
Género drama
biográfico
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

O Judeu é um filme luso-brasileiro de 1995,[1] dirigido por Jom Tob Azulay,[2] baseado na vida do dramaturgo António José da Silva, dito "o judeu".[3][4]

Tem antestreia em Lisboa a sete de setembro de 1995 no cinema Tivoli e estreia no cinema Alcântara a oito de janeiro de 1999.[3] Tem estreia internacional nesse mesmo dia no cinema Film Forum, em Nova Iorque.

SinopseEditar

«Portugal 1715/1739. Torturado aos vinte e um anos,[5] António José da Silva[6] redescobre o sentido da vida através do teatro de marionetas. Casa com Leonor Maria de Carvalho, cristã-nova[7] como ele, e frequenta os salões aristocráticos do iluminismo, que o apoiam. Uma denúncia de heresia contra sua prima Brites Eugénia e o espírito irreverente das suas comédias levam António José da Silva, uma vez mais, aos cárceres do Santo Ofício, junto com a mãe, Lourença Coutinho, e a mulher» (Cit. ficha do produtor[3]).

HistóriaEditar

A produção do filme é inicialmente assumida pelo produtor português António Vaz da Silva que não chega a concluí-la pela morte do protagonista, Felipe Pinheiro, e por problemas financeiros subsequentes. Neste filme teve também seu último desempenho Dina Sfat. Só passados vários anos outro produtor, António da Cunha Telles, aceita conclui-lo, recorrendo a um duplo para o papel do protagonista.

ElencoEditar


Festivais e prémiosEditar

Festival de Brasília (1995)

  • Grande Prémio. Prémios ao melhor ator secundário (José Lewgoy), à decoração e ao som[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Mark Avrum Ehrlich, Encyclopedia of the Jewish diaspora: origins, experiences, and culture, Volume 1, p. 700. ABC-CLIO, 2009. ISBN 1851098739, 9781851098736.
  2. Jew cinematic self in contemporary representations in Argentine and Brazilian Films – artigo de Carolina Rocha (Journal of Modern Jewish Studies)
  3. a b c d José de Matos-Cruz, O Cais do Olhar. pp 288/289, ed. Cinemateca Portuguesa, 1999
  4. Referência biográfica em DBpedia (en)
  5. Antônio José da Silva: entre dois mundos – artigo de Raimundo Matos de Leitão
  6. Os Filhos dos Mandamentos – tese de Bar Mitzvá e Bat Mitzvá
  7. Representação do judeu na cultura brasileira – Imaginário e História – tese de Célia Szniter
  8. Ficha artística no NY Times
  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre um filme português é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.